• México pode receber corrida da Indy em 2018

    O CEO da IndyCar, Mark Miles, diz que a categoria está a poucas semanas de saber se vai correr no México no próximo ano.

    "Há um diálogo sério e avançando lá", disse ele à revista americana RACER . "Eu acho que é algo que saberemos até o final de agosto, e então o calendário de 2018 será lançado".

    Atual casa da F1 no México também pode hospedar a Indy ano que vem.

    O Autodromo Hermanos Rodriguez na Cidade do México (foto acima durante o GP do México de Fórmula 1 no ano passado) é o principal candidato a hospedar a IndyCar, de acordo com Miles. E, apesar do seu constante interesse em expandir o calendário da categoria para incluir destinos internacionais, a corrida não entraria nessa categoria.

    "Eu olho para uma corrida do México como uma corrida doméstica, não uma corrida internacional, como se estivéssemos indo para Montreal ou alguma outra pista a uma curta distância para nossas equipes", disse ele. "Então, eu veria o México como um ótimo lugar em nosso calendário regular se acontecesse. Dado que é um fuso horário que é normal para nós, seria uma outra corrida norte-americana".

    Miles destinou a parte inicial do ano para as corridas internacionais em potencial e, dada a proximidade da Cidade do México com os EUA, o evento seria uma parte normal do campeonato da Indy, com a data da corrida provavelmente caindo no final do calendário.

    "Não seria em fevereiro, seria em outubro", ele esclareceu.

    Manter o mexicano Esteban Gutierrez, que atualmente pilota para a Dale Coyne Racing, só ajudaria na expansão desejada da IndyCar no país.

    "Se podemos mantê-lo na categoria, e tivermos uma corrida mexicana, podemos renegociar nosso contrato de TV no ano que vem e encontrar algo especial para a nossa audiência na língua espanhola", acrescentou Miles.

    Gutiérrez poderia ser bastante útil na divulgação da categoria no país.

    Considerando o envolvimento direto do bilionário de telecomunicações mexicano, Carlos Slim, com a renovação e devolução do Autódromo Hermanos Rodríguez ao calendário da F1 em 2015, seus vínculos com Gutierrez na IndyCar parecem favorecer a Miles à medida que as negociações continuam.

    Fonte: Racer
  • POSTAGENS RELACIONADAS

    2 comentários:

    1. Tomara. E espero que a Indy se volte também para a europa, com mais uma fabricante de motores (a Audi, quem sabe?) e novas equipes (Juncos? Carlin?). Tomara mesmo.

      ResponderExcluir
    2. Grande noticia, eu não entendo como a indy não consegue manter uma corrida no Mexico desde Monterrey na Cart, os Mexicanos amam automobilismo e a logistica não parece complicada.
      Mas ao meu ver a Indy precisa voltar urgente para Surfers Paradise, em um final de semana com corrida conjunta com a V8 Supercars, seria otimo, aquela pista é espetacular

      ResponderExcluir