USF2000: Parker Thompson vence novamente

O canadense que corre em equipe canadense venceu também a segunda prova dessa temporada em solo canadense. Lucas Kohl acabou abandonando.
Pessoas estranhas comemorando uma vitória.
A segunda pate do fim de semana começou ainda no sábado à tarde, com o treino classificatório para a segunda prova do fim de semana nas ruas de Toronto.

Com os ajustes mais precisos e a pista mais rápida, a grande maioria dos pilotos melhoraram seus tempos, e a disputa da pole mudou de mãos. A experiência dos canadenses Parker Thompson e Exclusive Autosport foram superadas, com eles ficando no quarto posto. Fazendo melhores tempos por pouco, Alex Baron e de David Malukas ficaram em terceiro e segundo, respectivamente; e quem superou todo mundo por mais de um décimo foi o atual líder, Oliver Askew!

Lucas Kohl, o representante brasileiro na USF2000, vinha vivendo momentos difíceis desde o seu toque no muro no sábado de manhã, mas consegue fazer um tempo entre os dez melhores primeiros a tarde e larga na quinta fila.

Cooper Tires USF2000 Grand Prix of Toronto Presented by Allied Building Products race 2


A largada foi tranquila e quase sem incidentes. Askew, Malukas e Baron conseguiram largar bem e disparam na ponta, enquanto Thompson tem de suar para segurar Rinus VeeKay, Calvin Ming e Robert Megennis.

Mais atrás, antes da largada, na última curva, Lucas Kohl, que estava na linha de dentro, força muito na curva e acaba tocando no muro interno, danificando sua suspensão e abandonando ali a prova. O brasileiro termina em 15º, a frente apenas dos pilotos que não largaram.

Na curva três, Askew e Malukas vinham lado a lado na entrada da curva, quando Askew passou do ponto de freada, atrapalhando Malukas também e ambos perderam a liderança para Baron. Com isso, o francês liderava a frente de Askew eMalukas, que tinham uma pequena diferença para Thompson, VeeKay, Megennis, Ming e Jose Serra Sierra.

Bem, vinham Calvin Ming e Jose Sierra, pois ambos se tocaram enquanto as câmeras não mostravam sua briga, mas vimos Megennis com a asa traseira de seu carro deformada, foi para os pits e perdeu duas voltas arrumando-a, enquanto Jose Sierra foi punido com um drive through e ia para o penúltimo lugar.

Lá na frente, na quarta volta (de 22 totais), Malukas tentou novamente colocar por dentro de Askew na entrada da curva três, mas dessa vez colocou por dentro e conseguiu assumir o segundo lugar da prova, partindo a perseguição de Baron. Malukas chegou no francês em três voltas e por duas oportunidades, nas voltas nove e dez, colocou por fora de Baron na curva três, mas não conseguia a distância necessária para completar a ultrapassagem. 
Nenhumdos três carros em destaque terminou a prova.
Na 11ª volta tentou uma estratégia diferente e seguiu o francês por toda a extensão da reta, colocando por dentro de Baron no último instante. A manobra deu certo e Malukas ficou lado a lado e surprrendeu Baron, mas não conseguiu frear o suficente, embarrigou a curva e bateu sua roda dianteira esquerda na traseira direita de seu oponente, com ambos indo para o muro. Oliver Askew, que vinha pouco atrás, não conseguiu desviar do carro de Malukas, e bateu também; chegou a ir aos pits, mas teve de abandonar por lá. Bandeira amarela.

Relargada dada na volta 15, com o novo líder, Parker Thompson, sendo perseguido por Rinus Veekay. Ambos abriam de Robert Megennis, que segurava Devin Wojcik, Kaylen Frederick, Darren Keane e Kory Enders atrás de si. Na curva três Wojcik consegue colocar por dentro de Megennis e faz a ultrapassagem quando Megennis perde o ponto da freada e cai para o sétimo lugar.

Wojcik se encaminhava para um milagroso pódio para a ArmsUp, mas Frederick vinha com muito mais ritmo de corrida e conseguiu ultrapassar o piloto da ArmsUp que sobrava na prova na curva três, faltando três voltas para o fim. Wojcik não conseguiu se posicionar bem na saída dessa curva e acabou perdendo mais posições, caindo para o sexto lugar (atrás de Megennis novamente) na curva cinco. Frederick consegue o lugar no pódio, enquanto Darren Keane segura Megennis e Wojcik para se sagrar o quarto colocado da prova.

Enquanto isso, lá na frente Parker Thompson segurou VeeKay por mais cinco voltas e vence a segunda prova em Toronto!
Resultados e pódio. O policial não ganhou nenhuma prova.
Com o abandono de Askew e o segundo lugar de VeeKay, a diferença na briga pela liderança do campeonato diminui para apenas 18 pontos, a menor diferença desde o início do campeonato (283 para Askew e 265 para VeeKay). Lucas Kohl manteve o sétimo posto do campeonato, com 116 pontos.

Agora faltam apenas três etapas para terminar o campeonato, e a próxima é uma rodada dupla em Mid-ohio, daqui a duas semanas. Até lá!!

Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário