Will Power domina no fim e vence pela segunda vez o GP de Indianapolis

Australiano da Penske conta com melhor trabalho da equipe nos pits e conquista a primeira vitória no ano. Hélio Castroneves perde rendimento no final e termina em quinto e Tony Kanaan em vigésimo.

Power iguala Pagenaud como maior vencedor da prova. (Foto: IndyCar)

Contrariando as edições anteriores, a largada do GP de Indianápolis foi limpa, sem acidentes e Will Power manteve a ponta. Helio Castroneves continuou em segundo e começou a pressionar o líder. Tony Kanaan teve problemas após ser tocado no início e foi para os pits.
Na quarta volta, Sébastien Bourdais foi obrigado a parar fora do traçado e abandonar a prova. Marco Andretti, responsável pelo toque em Kanaan, foi penalizado pela direção de prova e foi obrigado a fazer um drive through na sexta volta.
Nas dez primeiras voltas, quatro carros da Penske ocupavam as cinco primeiras posições, com Scott Dixon sendo o único "intruso" no terceiro posto. Juan Pablo Montoya era o quinto colocado, mesmo estando parado há oito meses.
Após a vigésima volta, os pilotos fizeram suas primeiras paradas nos boxes. Helio foi na 23ª e Power na 24ª. Ao final do ciclo, o brasileiro assumiu a liderança, tendo Kanaan à sua frente, brigando para não perder uma volta.
Mas o piloto de Ribeirão Preto conseguiu administrar bem a diferença para Power. Ele era o único entre os seis primeiros a ter pneus macios e aumentou a diferença para quase três segundos.
No 43º giro, Power voltou aos pits e colocou pneus mais macios, invertendo a ordem em relação à troca anterior. Na 46ª foi a vez de Helinho, que optou pelo composto vermelho novamente. Como a parada foi mais longa, Power voltou na ponta com mais de três segundos à frente. Mas Helinho conseguiu diminuir a diferença, chegando até 1.3s.
Quando restavam 21 voltas, Power entrou para sua última parada, sem ter sido importunado por retardatários, como havia acontecido com o brasileiro. Helio foi no giro seguinte, colocando pneus mais duros e perdendo mais tempo em relação ao líder, mais de cinco segundos em seu retorno.
A situação ficou ainda mais difícil, já que Dixon, que vinha bem, ultrapassou Castroneves, quando faltavam 16 voltas. Em seguida Hunter-Reay e Pagenaud fizeram o mesmo.
Ao mesmo tempo, Power passeava em seu último stint, administrando a vantagem em cima de Dixon, recebendo a bandeira quadriculada com tranquilidade. Tony Kanaan terminou na 20ª posição.
Confira o resultado final da prova:


A próxima etapa da IndyCar será as 500 Milhas de Indianapolis, no dia 28 de maio. Até lá!!

Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário