Dixon e Franchitti são assaltados após classificação da Indy 500

Scott Dixon passou por um susto instantes após conquistar a pole position para as 500 Milhas de Indianápolis, no último domingo (21). O piloto neozelandês foi vítima de um assalto a mão armada poucas horas após dominar o treino classificatório para tradicional prova americana.

De acordo com o site Fox59, que cita informações do Departamento de Polícia Metropolitana de Indianápolis (IMPD), Dixon estava acompanhado de sua esposa, Emma, e do ex-piloto Dario Franchitti, tetracampeão da Indy e três vezes vencedor das 500 Milhas de Indianápolis. 

Apesar do susto, ninguém saiu ferido.

Perto das 22h pelo horário local, eles estavam em um carro no drive-thru de um Taco Bell, restaurante fast-food de comida mexicana, a cerca de 1 km de distância do autódromo, quando foram abordados por dois rapazes. A polícia foi chamada e prendeu dois adolescentes, de 14 e 15 anos de idade.

A equipe Chip Ganassi, de Dixon, confirmou à NBC Sports o ocorrido, mas revelou que os envolvidos não se pronunciarão sobre o caso. 

Horas antes, Dixon registrou velocidade média de 232,164 mph (373,631 km/h) nas quatro voltas válidas para a classificação, marca mais veloz desde 1996. A 101ª edição das 500 Milhas de Indianápolis acontece no próximo domingo (28).

Fonte: Fox59
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário