USF2000: Askew fechou com chave de ouro o fim de semana em Barber

O americano da Cape Motorsports venceu a segunda prova da USF2000 em Barber, enquanto todos os brasileiros não conseguiam se desvencilhar das confusões intrapista.
Askew levou a vassoura do fim de semana.
O sábado marcava a segunda parte da etapa de Barber, com um treino classificatório pela manhã e a segunda corrida no mesmo dia, no fim da tarde. Como estava muito frio de manha, a maioria dos pilotos só fez as voltas mais rápidas no fim do treino e, após termos seis pilotos diferentes liderando a sessão em cinco minutos, Oliver Askew conseguiu outra pole faltando alguns segundos para o fim da sessão. No fim do treino, Lucas Kohl também conseguiu melhorar sua posição de largada e ficou a menos de um décimo do Top 10, enquanto Bruna Tomaselli conseguiu a mesma posição da primeira prova.
Resultados do segundo treino classificatório.


Mazda USF2000 Grand Prix of Alabama Presented by Cooper Tires Race 2

Calmaria antes da destruição completa.
A segunda prova da USF2000 em Barber teve uma largada bem confusa e pouca ação durante a prova em si, entã prepare-se para uma longuíssima descrição da largada na segunda prova:

Todos estavam perfeitamente alinhados e a largada procedeu-se normalmente. Askew largou muito bem novamente e passou a curva um bem na frente de Frederick, Thompson e o resto.

Tudo parecia normal, mas não estava. Lucas Kohl e Andre Castro brigavam lado a lado desde a largada, na curva um Kohl estava por dentro e Castro por fora, sendo que o piloto da Newman Wachs conseguiu forçar e permanecer ao lado do brasileiro na curva seguinte; a curva dois veio com Castro por dentro e Kohl por fora, mas os dois, por estarem lado a lado, estavam mais lentos e Luke Gabin conseguiu em parelar com os dois.

Sim, houve um 3-wide na curva dois. Obviamente não deu certo, Castro espalhou para cima de Kohl, que não deu espaço e os dois se tocaram. Na ânsia de desviar do acidente a sua frente, Devin Wojcik passou pela grama, rodou, parou na brita e não saiu mais de lá. Bayley Mickler fez o mesmo, quebrou sua asa traseira e voltou para a prova três voltas atrás.
Primeiro incidente.
Não tivemos bandeira amarela e todos os outros pilotos conseguiram continuar, sendo que os pilotos do 13º para trás perderam distância do pelotão principal. Sorte deles, assim não se involveram no segundo acidente.

Ideia de gênio: 3-wide num hairpin.
O pelotão principal seguiu para a curva cinco. Askew na frente de Frederick, que nem era ameaçado por Thompson, que conseguiu abrir distãncia porque Robert Megennis, Calvin Ming e Dakota Dickerson tiveram a grande ideia de fazer um 3-wide em um hairpin. Não deu certo, Megennis empurrou Ming que tocou em Dickerson e os dois saíram da pista na curva seis. Megennis continuou e caiu para o meio do grid, enquanto Dickerson e Ming caíram para o fim do grid, engolidos pelo segundo pelotão formado no primeiro acidente.

Aí sim acionaram a bandeira amarela. Os líderes passaram a andar muito mais lentos próximos a curva oito e nove, que são cegas e em descida. Os pilotos de trás eram sukrpreendidos pelo pelotão todo andando devagar a sua frente e davam freadas bem fortes, alguns até saíam da pista.

Ricky Donison freou muito forte e conseguiu parar, mas Calvin Ming, que se envolveu no acidente anterior, não conseguiu parar e subiu no carro de Donison. Os dois saíram ilesos do acidente, mas nenhum dos dois continuou na prova.
Incidente 3.
No fim de tudo, os três primeiros continuaram na frente, com Askew liderando Frederick e Thompson, seguidos por Rinus VeeKay, Kory Enders, Toby Sowery, Moisés de la Vara, Ayla Agren, Luke Gabin e Dev Gore (!!). Bruna Tomaselli ficou enroscada no segundo pelotão na curva três, passando aprimeira volta da prova no 15º lugar, enquanto Lucas Kohl conseguiu continuar na prova, mas na 19ª posição.

Após cinco voltas e quinze minutos numa corrida de meia hora de duração, foi dada a bandeira verde, e... Não aconteceu muito mais coisa. Askew relargou bem e conseguiu manter distância de Frederick, que conseguiu abrir de Thompson e Veekay, que tiveram uma batalha particular.

No meio do pelotão a ação ficou por conta da queda no grid de moisés de la Vara (que caiu do sétimo para o nono lugar) e das Exclusive Autosport de Luke Gabin (do nono para o 13º) e Dev Gore (do décimo para o 17º), bem como pelas recuperações de Megennis (do 14º para o quinto posto) e Dickerson (do 17º para o décimo). 

Thomspon recebeu pressão de VeeKay durante toda a prova, com o holandês sempre amenos de meio segundo do canadense, mas conseguiu segurar a pressão pelas doze voltas seguintes e terminou a segunda prova de Barber no pódio, com VeeKay em quarto. 

Lá na frente, Frederick fez uma corrida isolada no seguindo lugar, se desvencilhando logo da briga pelo terceiro posto mas sem conseguir alcançar Oliver Askew, que venceu!!!
Pódio e resultados da segunda corrida de Barber.
Com as duas vitórias do fim de semana, Oliver Askew dispara na liderança do campeonato com 122 pontos, 34 pontos a mais que Kaylen Frederick e Rinus VeeKay, empatados no segundo lugar do campeonato. Lucas Kohl caiu do 13º par o 16º lugar no campeonato, agora com 25 pontos; e Bruna Tomaselli figura agora no 24º lugar no campeonato com 10 pontos.

Agora a próxima etapa ocorre no circuito misto de Indianápolis, nos dias 11 e 12 de maio. Até lá!!
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário