[USF2000] Oliver Askew lidera os treinos de primavera.

O piloto da Cape Motorsports liderou cinco das seis sessões dos treinos de primavera e garantiu uma vaga para a temporada desse ano. Entre os três brasileiros, Victor Franzoni e Lucas Kohl ficaram no meio do grid, enquanto Bruna Tomaselli fazia um treino solo.
A serenidade no olhar de quem conseguiu entrar no melhor assento da categoria.
Nesse ano, em substituição ao Cooper Tires Winterfest, as categorias do Road to Indy partiram para o circuito de Homstead-Miami para dois dias de treinos (28 de fevereiro e 1º de março). A USF2000 realizou seis sessões nos treinos de primavera, três na terça-feira e três na quarta-feira; com uma sessão sempre realizada pela manhã e as outras duas realizadas à tarde.

Franzoni de volta, pelo menos por enquanto.
Onze equipes e 21 carros compareceram aos dois dias de treinos. Muito provavelmente todos os pilotos presentes estarão na abertura do campeonato, fim de semana que vem em St. Petersburg. Tivemos três brasileiros presentes nesse treino: o gaúcho Lucas Kohl, que parte para sua segunda temporada, dessa vez na Pabst Racing; Bruna Tomaselli, que parte para uma temporada diferente da maioria dos outros pilotos, na classe National com carro diferente; e Victor Franzoni, que entrou na ArmsUp de última hora para auxiliar a equipe.

Logo no primeiro dia podemos ver um padrão que se repetiu por todo o treino. As duas principais equipes da USF2000 no ano passado, Cape Motorsports e Team Pelfrey, dominaram os primeiros lugares da tabela de tempos, mas tiveram a compania da Newman Wachs Racing, que vem treinando muito com o novo chassi que a categoria introduz essa temporada, o Tatuus USF-17.

Lucas Kohlrrendo na nova equipe: a Pabst Racing.
Nas três sessões o americano Oliver Askew levou o carro da Cape Motorsports (agora sem o apoio direto da Wayne Taylor Racing, o que explica a dificuldade em juntar dinheiro para a temporada desse ano) para o topo da tabela. No treino da manhã, ele foi seguido por Kaylen Frederick (Team Pelfrey), tendo seus companheiros de equipe, Ayla Ågren e Robert Megennis fechando os cinco primeiros lugares do treino da manhã. 

À tarde, quem ficou com o segundo melhor tempo nas duas sessões foi o estreante Rinus van Kalmthout que, para facilitar a dicção dos americanos, adotou o codinome de Rinus VeeKay (Rinus VK); o holandês levou a Newman Wachs Racing ao segundo lugar na tabela de tempos e foi o único da equipe a figurar entre os cinco primeiros, com os outros lugares do Top 5 ocupados por pilotos da Team Pelfrey e por Calvin Ming, da mediana Pabst Racing. 

Entre os brasileiros, Victor Franzoni foi o mais rápido, em sua primeira vez oficialmente no novo carro da categoria e, muito por esse motivo, não alcançando o top 10 uma vez sequer na terça-feira. Lucas Kohl fechou o dia com o 12º tempo e, com exceção do último treino, ficou sempre muito próximo com seu companheiro de equipe, o guiano Calvin Ming, no meio do pelotão. Bruna Tomaselli, muito por ser a única a treinar e ainda se acostumar com o Van Diemen DP-08, fechou a tabela de tempos.

Resumo do primeiro dia.

No segundo dia de treinos, os acontecimentos foram muito parecidos. Askew liderou as duas primeiras sessões e liderava a terceira até faltar apenas um minuto para o fim, quando Rinus VeeKay fez o melhor tempo e liderou a última sessão.
Tomaselli foi a única a treinar com esse modelo de carro nos testes de primavera.
Entretanto, no segundo dia vimos a ascensão de muitos carros que, após todo um dia de treinos, conseguiram dominar melhor o novo carro e subiram na tabela de tempos. Vimos um considerável aumeto de desempenho de Kyle Kirkwood, único carro da (Carlin) Benik no treino, de Kory Enders (DEForce Racing), de Luke Gabin e Parker Thompson (Exclusive Autosport) e também de Andre Castro e Dakota Dickerson (Newman Wachs Racing), que brigaram bastante com o trio da Team Pelfrey e com Calvin Ming pelos cinco primeiros lugares.

Entre os brasileiros, Franzoni, mais acostumado com o carro, conseguiu subir do meio do grid e conseguiu até fazer o terceiro melhor tempo na última sessão do dia. Lucas Kohl, com a subida de alguns pilotos, conseguiu se manter no meio do grid, a frente de carros da Team Pelfrey, Benik, John Cummiskey e Exclusive Autosport e se mantendo entre o nono e o 12º lugar. Bruna Tomaselli permaneceu em sua posição original do primeiro dia, mas conseguindo tempos mais de um segundo mais rápidos.

Tempos do segundo dia
Faltando apenas um fim de semana para as primeiras duas provas do campeonato em St. Petersburg, as coisas não devem mudar tanto dos treinos de primavera. Assim, podemos ver que tanto Team Pelfrey como Newman Wachs chegaram bem próximas, mas o conjunto Cape-Askew ainda consegue dominar e será o carro a ser batido na primeira etapa. 

Os pilotos experientes que possuem conjuntos razoáveis, como Thompson e Gabin na Exclusive, Franzoni an ArmsUp e Kohl na Pabst devem brigar por posições mais a frente. Estreantes que se destacaram mais a frente, como Enders na DEForce, Ming na Pabst e Kirkwood na Benik também devem despontar.

E é isso pessoas, até semana que vem!
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário