Piloto do dia: Hélio Castroneves

Uma série nova para entreter vocês na silly season gigante da Indy. Juntamos quatro dos escritores do site (Filipe Dutra, Marcelo Augusto, Matheus Antônio da Silva e Rômulo Silva) para comentar sobre a temporada de 2016 de todos os pilotos.



O eterno brasileiro da Penske completou sua décima nona temporada na categoria com sua conhecida regularidade:




- Pra você, como foi a temporada de 2016 de Hélio?

Rômulo: Helinho manteve o ritmo de suas últimas temporadas. Apesar de terminar mais um ano sem vitórias, acho que vem mostrando um bom ritmo para um piloto que já tem seus 41 anos, mas que não perde rendimento por causa de sua idade.

Matheus: Foi uma temporada com a assinatura Hélio Castroneves de qualidade. O piloto foi regularmente bem, mas não aproveitou uma chance sequer dessas boas condições para vencer uma prova esse ano.

Marcelo: Regular, mas regular por baixo. Helinho consegue ser bem regular e ainda brigar por vitórias, mas muito por ter o melhor equipamento da Indy na Penske. Ele já não consegue mais vencer, e isso é preocupante.

Filipe: Helinho tem fama de azarado, mas sempre é candidato ao título. O brasileiro chegou a brigar por vitórias, mas realmente não contou com a sorte em um campeonato dominado por seus colegas de equipe.


- Helinho completou as últimas cinco temporadas entre os cinco melhores do campeonato, mas fazem dois anos e meio que ele não vence uma prova. Afinal, Helinho vive um bom ou um mau momento?

Rômulo: Acho que aqui entra aquela analogia do copo "meio cheio" ou "meio vazio". Depende muito do ponto de vista. Helinho vem fazendo temporadas bastante regulares, mas a ausência de vitórias acaba ofuscando bastante os seus retrospectos. Quem sabe mais uma Indy 500 não resolva esse dilema?

Matheus: O Hélio, assim como o Tony, é o Hélio: é um monólito de regularidade mas, como é bastante regular, raramente aproveita aquelas pequenas oportunidades. Assim, sempre acaba bem, principalmente na Penske, que dá condições para isso acontecer; mas acaba em ambivalência epistêmica por sempre ir bem, mas faltar aquele lance para se consagrar completamente.

Marcelo: Na minha opinião isso já faz parte do declínio em sua carreira. Como expliquei na resposta anterior, Hélio mantem-se regular, mas não consegue bater seus companheiros de equipe mais jovens, Power e Pagenaud, pra voltar a vencer uma prova.

Filipe: Vive uma constante. Na verdade, Castroneves é um piloto de Indy 500, e o campeonato está para ele como a Indy 500 esteve pro Tony.


- O que esperar da vigésima temporada do Helinho?

Rômulo: Prevejo o Hélio arriscando mais e buscando mais ferozmente a vitória. O fato de não ganhar desde 2014 deverá automaticamente pressioná-lo a se envolver em disputas mais intensas nas pistas.

Matheus: Creio que será bem parecida com essa, pois o Hélio é o Hélio, entretanto, acho que ele terá novas chances de vencer. Vamos ver se ele consegue aproveitar algumas delas.

Marcelo: Acredito que será igual as últimas. Pode ser que ele consiga vencer uma prova por circunstâncias de corrida, mas no geral, ele tende a ser inferior que os seus companheiros de equipe.

Filipe: Que ele venha forte na Indy 500 mas que dispute um campeonato mediano.


- Ele irá vencer a Indy 500 maus uma vez ou conquistar seu campeonato algum dia?

Rômulo: Ganhar mais uma Indy 500 acho bastante plausível. Pela relação que tem com Roger Penske, Helinho fará muitas 500 Milhas pela frente, mesmo quando não for mais um piloto full-season. Quanto ao campeonato é mais difícil pois a concorrência está cada vez mais forte. É só darmos uma olhada no próprio Team Penske, que agora conta com Newgarden que tem sangue jovem e contará com equipamentos de ponta.

Matheus: Sim! Ele ainda vai ter uma boa oportunidade na Indy 500, pois ele trabalha bastante para fazer essas oportunidades surgirem nessa prova em específico. No campeonato já é mais difícil, mas tanto bate até que fura.

Marcelo: Acredito que sim. Ele bateu na trave em 2014. Diferente de uma temporada completa, acredito que na Indy 500 Helinho pode ainda ser bastante competitivo, e acho sim que ele poderá vencer pelo menos mais uma edição. E então, a partir daí, pensar em já se aposentar.

Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

2 comentários:

  1. Belo post! Vocês ainda vão continuar com os posts da série sobre a cisão de 1996? Se sim, tem alguma previsão de quando sai o próximo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está em processo de concepção (https://uploaddeimagens.com.br/imagens/sgfsdfgsfghjgh-png) aguarde pacientemente!!

      Excluir