Hildebrand ressuscita e entra na Ed Carpenter Racing

O californiano de 28 anos voltará a disputar a Indy em tempo integral, depois de cinco anos sem disputar uma temporada completa na categoria.


E mais uma vaga da Indy já foi definida. A Ed Carpenter Racing anunciou hoje (4 de novembro) que a vaga do #21, substituirá Newgarden e terá a missão de ser companheiro de equipe de seu próprio chefe será ocupada por JR Hildebrand. 

O piloto que não é James Hinpcliffe Teve uma ascensão muito rápida nas categorias de base, se tornando campeão da Indy Lights apenas cinco anos depois de começar a pilotar nos monopostos, mas a dificuldade em conseguir uma vaga, conseguiu até fazer duas corridas pela finada Dreyer & Reinbold em 2010, um ano depois do título, mas quando o finado Dan Wheldon saiu da finada Panther par a finada Bryan Herta,a vaga na finada Panther o patrocínio da National Guard foi ocupada pelo americano Hildebrand.

Hildebrand ficou na Panther até seu barco afundar completamente, disputando 37 provas e tendo como melhor resultado o segundo lugar mais amargo desse século. Mas, após a batida precoce na Indy 500 de 2013, o piloto foi substituído e, novamente, estava sem rumo na vida. chegou a fazer duas corridas naquele ano pela finada Barracuda Racing, iniciou seu mestrado em engenharia e aerodinâmica no MIT.
Será que haverá recuperação após essa batida?
No ano seguinte conseguiu mais um acordo, agora com Ed Carpenter e Tony George para pilotar nas 500 milhas de Indianápolis. a equipe de Carpenter cresceu e conseguiu uma vaga para toda a temporada, ocupada por Josef Newgarden e, quando esse passou para o status de grande promessa e foi para a Penske, o Hildebrand foi a escolha mais óbvia quando JP Montoya achou uma casa.

O californiano tem fortes ligações com os donos da equipe, além de ser americano e estar completamente ligado ao prosaico gimmick de equipe 100% americana na Indy.
"Honestamente, eu simplesmente não poderia estar mais pronto para começar!" Hildebrand disse. "Eu estive perto, mas acabei ficando fora por por tempo suficiente para realmente entender e abraçar a oportunidade de estar de volta na Verizon IndyCar Series em tempo integral."
"O relacionamento que eu tive com Ed Carpenter e ECR aprimorou minha determinação para voltar ao banco por causa de quão confiante eu me sinto no que poderíamos fazer juntos. Agora, estou aqui para fazer acontecer. Eu sinto que tenho algo para provar e não posso pensar em um lugar melhor para fazê-lo. "
E, bem é isso. A equipe não revelou qual será o patrocínio principal desse carro, se será a Fuzzy Vodka ou aquele patrocínio do urso estranho, ou quem (se é que terá) um piloto para dividir o carro #20 com o dono da equipe, Ed Carpenter.
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário