Indy pode mudar especificação de motor em 2019

Os motores twin-turbo de 2.2 litros V6 atualmente especificados pela IndyCar foram introduzidos juntamente com o Dallara DW12 para o início da temporada de 2012. No entanto há uma discussão nos interiores da INDYCAR se a especificação atual iria aumentar ou diminuir o apelo da categoria para um terceiro fabricante de motor ao lado de Honda e Chevrolet. Alguns acreditam que essas especificações com os motores atuais poderiam intimidar potenciais novos fabricantes em se juntar à Indy.

Indy poderá ter novo fabricnate de motor nos próximos anos. (Foto: IndyCar)

Jay Frye, presidente da concorrência e as operações da IndyCar, disse ao Motorsport: "Chevrolet e Honda são parceiros fenomenais e ambos têm estado muito ativos e envolvidos em tudo o que tenho feito até esta data. Eles são muito conscientes de como este plano iria funcionar, e eles reconhecem o quão útil seria para si e para a IndyCar Series ter um outro fabricante envolvido".

"A fórmula do motor não vai mudar em 2017 ou 2018, mas talvez a primeira oportunidade para a mudança seja em 2019 ou 2020", continuou.

"A primeira coisa a se fazer é analizar o quão disposto um novo fabricante estaria em querer fazer parte da categoria, e terminando a era aerokit no final do próximo ano, isso elimina um grande obstáculo a esse respeito. Um fabricante pode agora se concentrar apenas em motores que, em vez de um obstáculo, iria proporcionar uma oportunidade", disse Frye.

Fonte: Motorsport
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário