USF2000: Anthony Martin vence as duas do fim de semana em Road America e afunila o campeonato

O australiano da Cape consegue dupla vitória em Road America e empata na briga pelo título. Victor Franzoni tem um bom fim de semana e consegue um pódio, enquanto Lucas Kohl aparece cada vez mais constante na parte de cima da tabela.
Imagem do fim de semana: Martin liderando sozinho.
No primeiro degrau da escada do Road to Indy houveram muitas mudanças no grid desde a última corrida em misto, em Indianápolis. Foram muitas mudanças, então vamos por partes.

A mudança que mais assustou foi na Team pelfrey, a equipe que sempre alinhou quatro carros desde a sua volta a categoria, no ano passado, veio com apenas um piloto, Robert Megennis (o piorzinho dos quatro). James Munro voltou para a F4 Chinesa, enquanto TJ Fischer subiu para a Pro Mazda pela própria Team Pelfrey e Jordan Cane mudou-se para a Cape Motorsports with Wayne Taylor Racing.

A Cape Motorsports with Wayne Taylor Racing foi uma das duas equipes a ter quatro carros nesse fim de semana. A outra foi a ArmsUp Motorsports, além de Max Hanratty e do brasileiro Victor Franzoni que correm na temporada toda, teve a presença de Dale VandenBush e da estreia do americano Devin Wojcik.

Com isso, tivemos 24 carros no grid para as duas provas de meia hora. Nos treinos livres, com os pilotos tendo pouco tempo de pista, aqueles com mais experiência acabam se sobressaindo. Logo na quinta-feira, Victor Franzoni (ArmsUp) apareceu muito bem e liderou a primeira sessão, bem como Jordan Lloyd (Pabst Racing) liderou a segunda sessão. Além disso, vimos o quarteto da Cape, os outros dois piloto do trio da Pabst, Luke Gabin (JAY Motorsports) e a dupla da John cummiskey Racing, incluindo o brasileiro Lucas Kohl, sempre aparecendo na metade de cima da tabela de tempos.

Na qualificação, realizada no sábado, Anthony Martin (Cape) começou a brilhar e foi o único a fazer tempos abaixo de 2:11, conseguindo as duas poles do fim de semana (lembrando que a melhor volta de cada piloto conta pro grid da primeira prova, e a segunda melhor volta de cada piloto ou a volta mais rápida na prova contam para a formação do grid na segunda prova). Ao seu lado veio Franzoni, que foi o único a conseguir ficar a menos de meio segundo de Martin e logrou o segundo lugar no grid para ambas as provas.  Nas filas seguintes houve uma mescla dos pilotos da Pabst e da Cape até o sétimo lugar, com Ayla Agren (John Cummiskey), Luke Gabin e Lucas Kohl completando os dez primeiros do grid nas provas.


Cooper Tires USF2000 Grand Prix of Road America powered by Mazda Race 1


No grid, Martin largava na pole, seguido por Franzoni, Thompson, Lloyd, Garth Rickards e Jordan Cane. A largada, por incrível que pareça num grid com 24 pilotos com menos de 25 anos, foi limpa. Martin largou bem e se manteve em primeiro lugar, enquanto Thompson passava Franzoni para assumir   segundo lugar. O brasileiro se mantinha a frente de Lloyd e Cane e do primeiro pelotão formado por Luke Gabin, Yufeng Luo, Rickards, Agren e Lastochkin.

No decorrer da primeira voltae aconteceu o primeiro acidente, quando os dois pilotos da Pabst, Luo e Rickards, se enroscam na curva seis. Luo ficou parado na caixa de brita da curva sete, enquanto Rickards foi para os pits sem voltar mais para a prova devido a uma quebra de suspensão. Bandeira amarela.

O carro de Luo sendo resgatado.
Relargada na volta três. Martin larga bem, ao contrário de Thompson que perde posição para Lloyd e Franzoni, que perde posição para Gabin. Na volta seguinte, o piloto da JAY consegue o terceiro posto, passando Thompson na curva cinco. No pelotão intermediário, Franzoni boava presão em Thompson  para recuperar o quarto lugar, ele era seguido por Lastochkin, a dupla da John Cummiskey (Kohl e Agren), Cameron Das e Robert Megennis.

Enquanto Martin ,Gabin e Lloyd disparavam na frente, Franzoni passava Thompson na volta sete e buscava um lugar no pódio. enquanto isso, o grupo intermediário, formado por Thompson, Agren, Megennis, Lastochkin, Kohl e Cane brigavam bastante entre si até a volta oito, quando Cane errou sozinho na curva 14 e ficou parado na brita. Bandeira amarela.

A relargada, para dar mais emoção, aconteceu na volta final. Martin e Lloyd saíram mais na frente, enquanto Gabin se enrolou um pouco na largada e segurou o pelotão. Na relargada final, Lohk perdeu momento e foi ultrapassado por Das e McCusker, terminando no 11º lugar. Quem vai bem é Lastochkin, que ganha as posições de Agren (na relargada) e Megennis (na curva cinco), terminando no sexto lugar. 

Entretanto, mais a frente, o top 5 continuou o mesmo. Thompson saiu no lucro com o quinto lugar, mesmo estando atrás de Franzoni, que terminou em quarto. Luke Gabin consegue salvar mais um degrau no pódio se mantendo a frente do pelotão intermediário.  Lá na frente, Jordan Lloyd bem que tentou, mas ficou com o segundo lugar, enquanto Anthony Martin vence!
Resultados e pódio.

Cooper Tires USF2000 Grand Prix of Road America powered by Mazda Race 2


No mesmo sábado, no fim da tarde, aconteceria a segunda prova da etapa em Road America. A primeira fila do grid de largada seria a primeira da prova 1. Martin vinha na pole, seguido por Franzoni, com Lloyd e Rickards na segunda fila e Thompson e Yufeng na terceira fila.

Largada limpa novamente! Martin e Franzoni largam bem e se distanciando do pelotão, que era liderado por Lloyd, Thompson, Agren e Rickards. Na primeira volta, Lucas Kohl disputava o oitava posição com Megennis acabou saindo da pista e caindo várias posições.

Kohl e seus novos limites de pista.
Na terceira volta Lloyd se aproxima de Franzoni, conseguindo ultrapassar o brasileiro na volta seguinte. Lloyd começou a empreender uma batalha com Martin, se aproximando do australiano da Cape em duas voltas, enquanto Franzoni acompanhava a briga a distância.

 Na oitava volta de catorze a serem disputadas, Martin tinha apenas seis décimos de distância a frente de Lloyd e 1,8 segundos a frente de Franzoni. Thompson já estava quase três segundos atrás do brasileiro e três segundos a frente do pelotão, formado por Agren, Rickards, Cane e Gabin.

A briga de Lloyd e Martin esfriava um pouco, com o Pabst de Lloyd sofrendo com o desgaste de pneus e começava a perder terreno na prova. Na ânsia de não perder terreno, na 12ª volta, Lloyd erra a freada da curva cinco e parava no muro, abandonando a prova!

Sem dar bandeira amarela e sem o incômodo de Lloyd, Martin consegue dois segundos de diferença e vence! Victor Franzoni passa em segundo garantindo mais um Top 5. Sete segundos atrás de Franzoni e três segundos a frente do quarto colocado, passou Parker Thompson, a frente do pelotão formado por Agren, Rickards, Cane e Gabin. Lucas Kohl recuperou três posições desde a saída da pista e terminou em 13º.
Resultados e pódio.
Com esses resultados, Martin e Thompson chegaram a empatar em pontos na liderança do campeonato com 217 pontos! Franzoni conseguiu cinco top 5 seguidos e assume o terceiro lugar no campeonato (174 pontos), 14 pontos a frente de Lloyd e 25 pontos a frente de Gabin. Lucas Kohl passou Tazio Ottis e Austin McCusker no campeonato e assumiu o 13º lugar, com 68 pontos.

A próxima etapa acontece daqui a duas semanas, quando todos atravessam a divida dos EUA rumo à Toronto! Até lá!
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário