Power e Dixon dominam os treinos desta quinta em Indianapolis

Neozelandês da Ganassi foi o mais rápido no primeiro dia de treinamentos para o Angie’s List Grand Prix of Indianapolis. Chevrolet manteve o favoritismo sobre a Honda.

Dixon fez o tempo mais rápido do dia. (Foto: Divulgação/Indycar)

O primeiro treino livre começou ao meio dia no horário de Brasília e não tivemos muitas surpresas nesse treino. No fim das contas, Will Power foi o mais rápido da sessão e foi o único piloto a registrar tempo abaixo dos 70 segundos, marcando 1:09.894.

Graham Rahal fez uma boa sessão e marcou o segundo tempo, 1:10.069. Os outros pilotos da Honda no top 10 foram da chorona e mimizenta Andretti, com Marco sendo o oitavo melhor e Carlos Muñoz o décimo mais rápido.

James Hinchcliffe não treinou por problemas no motor, não marcando tempo e ficando em último. E não há mais nada a dizer que eu me lembre. Então segue os resultados no print abaixo:


A segunda atividade livre começou às dezesseis horas no horário brasileiro, com um tempinho bem nublado e ameaçando chover (imagem abaixo).

(Foto: Peguei no Twitter)

Nesse treino tivemos alguns resultados mais interessantes e outros bastante decepcionantes. Tais como os bons resultados de James Hinchcliffe, Graham Rahal, Spencer Pigot, Mikhail Aleshin e Bourdais. Tirando o francês da KVSH, todos figuraram entre os dez primeiros, junto com as Penske de Pagenaud, Power e Montoya e os carros da Ed Carpenter Racing, JR Hildebrand e Josef Newgarden.

O destaque negativo pra mim foi de Matthew Brabham. Nos dois treinos, o piloto neto de Sir Jack Brabham terminou em vigésimo quarto. Pelo menos no TL2 ele fez um tempo bem próximo dos demais, fechando na casa dos 1:10.976, bem diferente do tempo registrado no primeiro treino, que foi de 1:14.753. Espero que o australiano/americano melhore a tempo pra corrida.

No fim do treino, quando parecia que Power e Pagenaud (com o seu carro amarelo marca texto de doer as vistas), dominariam a segunda sessão, apareceu Bourdais e tirou o melhor tempo do australiano por .0002, isso mesmo: dois milésimos de segundo.

E então veio a naja sorrateira chamada Scott Dixon, que andou lá atrás o treinamento todo e, nos últimos dois minutos do treino, roubou a P1 de Pagenaud e cravou o tempo de 1:09.828, marcando assim o melhor tempo do dia.

O dia foi nada bom para os brasileiros, Tony Kanaan terminou ambos treinamentos abaixo do vigésimo lugar, o que mostra que ele está com um carro bem ruim pra esse fim de semana, além de feio. Já Helinho terminou a primeira sessão em quinto e a segunda em décimo-primeiro, num desemprenho bem discreto.

Confira o resultado do segundo treino livre na imagem abaixo:




A IndyCar volta para a pista de Indianapolis nesta sexta (13), para a terceira sessão de treinamentos ao meio dia. O treino classificatório ocorre às quatro da tarde.

Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário