Road to Indy: Teste em Road America

O teste mais importante do Road to Indy no ano começa amanhã. Equipes da Indy Lights, Pro Mazda e USF2000 colocam seus carros na pista, com um monte de caras novas; e BRASILEIROS!
USF2000 nunca correu em Road america, só a F2000. Sim, tem diferença.
Nos dias 21 e 22 de novembro acontece o o Chris Griffis memorial test. O teste que homenageia o antigo mecânico e sócio da Schmidt-Peterson é o primeiro teste coletivo para a temporada de 2016 das categorias de base, e também é a primeira oportunidade de ver os novos nomes que podem brilhar no ano que vem.  São duas horas de pista por dia para cada categoria, divididas em três sessões ao longo do dia..

Abaixo tem a lista provisória dos participantes:
Correção: Nicolas Dapero é argentino.
Muitos, MUITOS nomes novos. vamos por categorias:

Lights: a categoria de base principal da Indycar vem com seis carros para suas sessões de testes, dois a mais que no ano passado. 

A SPM aparece com uma dupla de pilotos bem... bizzara, e velha. James French disputou algumas corridas na TUSCC no ano passado, chegando a alguns pódios. Enquanto Heamin Choi é meio que um velhote de 32 anos que, vira e mexe, aparece nos monopostos americanos; já disputou Pro Mazda em 2007, USF2000 em 2011 e participou da última corrida da Lights no ano passado. Essa dupla, sem dúvida, é muito díspare.

A Andretti vem com uma dupla da casa. o (infleizmente) já confirmado Dalton Kellett fará sua primeira atividade oficial na Lights, enquanto chelby Blackstock ainda faz parte da equipe buscando assegurar um segundo ano na categoria.

E a Juncos, única equipe que estreou ano passado a participar das atividades, vem com três pilotos. Kyle Kaiser tenta entrar no seu segundo ano na categoria tentando tirar a fama de desastrado que obteve na sua temporada de estreia; Jose Gutierrez, depois de dois anos na Pro Mazda e duas vitórias, tentará a segunda vaga da equipe já que o campeão Pigot migrou para a RLL na Indycar; enquanto Zachary de Melo brotou nessa vaga, provavelmente entando migrar da Europa pros EUA.

Pro Mazda: seis carros confirmados, se não me engano é uma a menos que no ano passado. O campeão da USF2000, nico Jamin, permanece junto com a Cape Motorsports para a Pro Mazda. A Juncos vem com oseus três pilotos confirmados para 2016; Will Owen em seu segundo ano, Nicolas Dapero que cansou de só treinar e Jake Parsons migrando da China (!!). 

Na dupla da Team Pelfrey tem Pato O'Ward, agora com 16 anos, indo para sua segunda temporada na Pro Mazda; e o único brasileiro confirmado até então: Henrique Baptista. O piloto de 23 anos vinha fazendo sua carreira na Europa, agora faz teste pela equipe que mais abre portas para brasileiros na América do Norte, a Team Pelfrey.

USF2000: dezenove pilotos! É tanto piloto que não vou citar todos aqui. Os que forem se confirmando vou comentando ao longo da silly season, é muita gente!

Vemos uma profusão de pessoas vindo das categorias sancionadas pela SCCA, como fórmula Mazda, f-2000 Pacífico e f-1600 americana. Advindo do estrangeiro só mesmo TJ Fischer e Chase Pettelier, que disputaram a F-Renault Alps e a F-2000 canadense, respectivamente.  Os seis pilotos vindos da SCCA supera o número de pilotos que vem do Kart (5) e da USF2000 (também 5).


Vale mencionar que essa lista não é definitiva (na verdade nada perto disso, ela já mudou três vezes nos últimos dois dias), muita gente pode participar do teste sem aparecer no entry list. Então, ainda há chances de vermos Felipe Ortiz, o brasileiro que testou na USF2000 esse ano, bem como Victor Franzoni, o brasileiro que disputou a USF2000 e a Pro Mazda no ano passado por aí.

Até semana que vem com os resultados!
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário