Pro Mazda: Michael Johnson não continua na categoria

O piloto que não tem o movimento dos membros inferiores não continuará na categoria do ano que vem, migrando para os carros de turismo.


Johnson anunciou nesse fim de semana (2 de outubro, dia do seu aniversário) anunciou sua mudança dos carros monopostos para os carros de turismo. Ele pilotará no Continental Tire Sports Car Challenge, na classe Speed Tuner (de carros de rua modificados), e o americano dividirá cockpit com o inglês Stephen Simpson, que nunca ouvi falar antes de começar essa postagem.

A equipe pela qual Johnson correrá é a mesma pela qual correu na Pro Mazda: a JDC Miller Motorsports. Ele correrá num carro adaptado, onde poderá acelerar e frear por meio de dois anéis ligados em sua mão.

Essa é uma mudança que apoio completamente. 

Sei que essa última frase fez parecer que eu quero Michael longe da Pro Mazda ou do Road to Indy, mas a verdade é que seus resultados não faziam tanto jus as suas subidas. Seja pela adaptação de monopostos ser realmente mais difícil que a de carros de turismo, que tem mais espaço e menos mecanismos de adaptação; ou realmente por falta de adaptação/habilidade do piloto com monopostos, os resultados de Michael ficavam abaixo do desejado para ele progredir para Indy Lights (se bem que até o Dalton Kellett subiu, por que não, né...). O acidente no início desse ano só fez atrapalhar ainda mais os planos e, mesmo com ele voltando a correr depois de Mid-Ohio, a batida em St. Pete selou o caixão do piloto nos perigosos monopostos.

A CTSC parece ser um lugar mais propício para o moço de 23 anos mostrar sua verdadeira habilidade e superação, ainda mais permanecendo na JDC, que é bem melhor no CTSC do que na Pro Mazda.
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário