Francesco Dracone fará as primeiras quatro provas do ano pela Dale Coyne.

Ele voltou para tentar em 2015 também. O italiano Francesco Dracone participará dos primeiros testes coletivos após a revelação dos aerokits pela Dale Coyne.

Dracone era novo quando correu pela última vez na Indy.
Nesse domingo (15 de março) a equipe de Dale Coyne finalmente começou a decidir sua vida, faltando menos de duas semanas para a primeira prova em St. Peterburg.  Primeiro, anunciou que Carlos Huertas continuaria com a equipe para a primeira prova, contrariando todos os prognósticos dos especialistas. Depois, anunciou a presença do italiano nas quatro primeiras provas do ano, no antigo carro #19 de Justin Wilson. 

O piloto de 28 anos correu duas corridas pela finada Conquest em 2010, quando a Conquest já não ligava mais quem eram seus pilotos. Correu em Mid-Ohio e Sonoma, onde fez tempos melhores apenas que Milka Duno no qualify e terminou apenas a prova de Mid-Ohio, a três voltas do líder.

No ano seguinte foi para a Auto GP, e lá permaneceu até o ano passado, sem conseguir completar uma prova sequer entre os cinco primeiros nos quatro anos que esteve na categoria. Mas Dracone testou pela Indy em 2013 e no ano passado testou pela própria Dale Coyne, mas nunca mais encontrou uma equipe desesperada o suficiente para lhe conceder uma vaga novamente na categoria.

Ah sim, ele testará nessa segunda e terça-feira pela equipe, e vai ser o único dos 23 carros a testar com o já velho kit da Dallara. No melhor modo Dale Coyne de fazer as coisas.

Dale Coyne com carro velho, piloto pagante e sem patrocínios. Não tem uma imagem mais Dale Coyne que isso.
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário