Lights: Pigot, Serralles e Chilton são os mais rápidos em NOLA.

Após três sessões de testes na fria Louisiana, realizadas ontem e anteontem (18 e 19 de fevereiro), a Indy Lights fez seu penúltimo treino coletivo antes da temporada começar.


Quarta-feira de cinzas. Enquanto todos estavam curando sua ressaca (tanto no Brasil quanto em New Orleans, devido ao Mardi gras) começava o primeiro dia de testes do penúltimo treino coletivo da Indy Lights.  

Abaixo estão os resultados das três sessões. No primeiro treino o tempo estava frio e ventava bastante no plano circuito do NOLA Motorsports Park, o que fez com que todos andassem apenas na hora final de treino.  Um problema elétrico na Belardi de Félix Serralles fez com que o Portorriquenho desse apenas voltas de instalação.
Tempos da Terça de manhã.
Na terça à tarde, o tempo esquentou e o vento diminuiu sua intensidade, fazendo com que, finalmente, os pilotos  começassem a andar mais seriamente no treino coletivo. Os pilotos completaram muito mais voltas, com a exceção de Juan Piedrahita, que errou na saída da curva oito e quebrou a asa dianteira de seu carro faltando menos de uma hora para o fim. 
Tempos da Terça à tarde.
Na manhã seguinte, as condições eram ainda melhores do que na tarde de terça e os carros já acertados desenvolveram ainda mais velocidade. Nessa sessão os pilotos da Indy Lights testaram o push to pass, podendo desfrutar de 50 cavalos de força a mais em seus carros por quinze segundos durante onze voltas.
Tempos na Quarta de manhã.
Apesar de ser treino e cada pode estar testando algo diferente blá blá blá etc etc, já podemos dar nossos chutes e cagar regra livremente.

Podemos ver que as novatas Carlin e Juncos vem muito fortes, como podemos constatar já nos treinos anteriores. Dessa vez o ex-F1 Max Chilton mostrou a que veio, finalmente.

Em contrapartida, vemos que a Schmidt-Peterson está novamente com alguns problemas para ter bom desempenho nas pistas; apenas Jack Harvey conseguiu desenvolver alguma velocidade e chegar próximo.  A Andretti Autosport enfrenta do mesmo problema, e ainda conta com a incerteza do segundo carro, que ainda não está confirmado.

A Belardi é um dos pontos ainda indefinidos. Assim como a 8 Star Motorsports, ela faz tempos muito rápidos e se destaca nos resultados, mas os problemas de confiabilidade ainda atacam e prejudicam um desempenho maior ainda.

Ainda haverá mais um teste na terça e quarta-feira que vem, em Barber. Será que veremos resultados surpreendentes ou eles apenas corroborarão estes mostrados em NOLA e os mostrados em Homstead-Miami?

E, antes de terminar a postagem, mais um álbum de fotos, pois sei que vocês gostam desse novo carro.

Schmidt-Peterson Motorsports: Ethan Ringel (71), RC Enerson (7), Jack Harvey (42) e Scott Anderson (77).
Juncos Racing: Kyle Kaiser (28) e Spencer Pigot (12).
A andretti de Shelby Blackstock.
Os carros da Carlin (eles são todos iguais).
Os Carros da Belardi (também são iguais, só identificam o piloto).
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário