• Estavam com saudades?



    A Indy anunciou no seu site agora há pouco que Brian Barnhardt, até então ex-diretor de prova da IRL e da IndyCar até 2011, está de volta ao cargo. Essa decisão foi tomada pelo presidente Derrick Walker, que acredita que a experiência de Barnhardt é importante para deixar ele voltar a ser o diretor de provas da Indy.

    Mas sabemos que isso causa muita discussão entre os fãs que acompanhavam a IRL desde 1997 até o último ano do IR05. Em 2011, por exemplo, foi um ano que os muitos erros de direção causaram prejuízos para os pilotos e equipes. O mais famoso deles foi a primeira corrida em oval "realizada na chuva", na etapa de New Hampshire. Na época, Barnhardt era o único cara na direção de prova que decidia se dava bandeira verde ou se punia ou não esse ou aquele piloto.


    Hoje, com o novo sistema implantado em 2014, Brian Barnhardt ficará no live action e decidirá se coloca bandeira amarela pra cada tipo de situação que ocorre na pista e aplicará as punições para os pilotos. Outros dois comissários estarão de olho nos replays e irão decidir se aplicam as punições ou não. Terá mais outro comissário sênior, que Walker escolherá antes de cada corrida, para decidir a severidade da punição. É um sistema que envolve quatro pessoas, quatro opiniões, em vez de uma só, como acontecia em 2011.

    "Essa é uma das coisas que mais me excita", fala Barnhardt sobre esse novo sistema. "Foi um grande avanço na forma de como vamos ver e tomar decisões. Ter essa assistência de outros comissários, os replays e as câmeras adicionais é tudo uma grande melhora para podermos oficializar os eventos da Indy."

    Veremos como vai ser. Lembrando que faltam 36 dias!

    Fontes: indycar.com

  • POSTAGENS RELACIONADAS

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário