Volta o cão arrependido: Alex Rossi cogita a Indycar.

A sete anos buscando e batendo na trave várias vezes, Alexander Rossi volta a cogitar a Indycar Series para o ano que vem.

O mundo deu voltas...
Alexander Rossi saiu dos EUA rumo a seu sonho de correr na F1 e bateu na trave, várias e várias vezes. Rossi fez um teste pela BMW em 2009, como prêmio pelo título da Fórmula BMW e, no final de seu ano na F-Renault 3.5, criou um forte vínculo com a Caterham ainda em 2011. Foi piloto de teste pela equipe até esse ano, enquanto ainda subia e disputava a GP2.

No meio desse ano, com a barca da Caterham afundando, se mudou para um lugar bem melhor e mais estável: a Marussia. Foi lá que ele chegou mais perto de correr, quando foi anunciado em Spa, mas daí aconteceu algo e Chilton conseguiu correr; daí, com o acidente do Bianchi no Japão que o impossibilitou de continuar o ano, Rossi estava escalado para correr no segundo carro da Marussia, mas ele carro nunca mais largou, e o americano ficou a pé. De novo.

"Eu deixei a América quando eu tinha 16 anos, fui para a Europa e o foco era chegar a Fórmula 1 e me tornar um motorista de Grand Prix. Esse foco nunca mudou", disse Rossi. "Na verdade, foi uma realização estranha no Circuito das Américas, no ano passado, quando eu fiz [o primeiro treino livre] com a equipe Caterham, e era a minha primeira vez em um carro de monopostos na América desde que saí no final de 2008."
Rossi na BMW
"De certa forma , concluímos a tarefa de chegar a Fórmula 1. Não, eu não corri um Grand Prix, mas as pessoas podem ou não estar ciente do fato de que fui chamado para correr pela Marussia cinco vezes este ano e por circunstâncias que estavam fora do meu controle - e razões financeiras, não deu certo. As questões financeiras renderam duas equipes inoperáveis ​​e quatro lugares se foram, e conseguir um lugar ficou muito mais difícil."

 Parece que algo mudou depois desse ano em que o piloto mais não correu na F1, e o piloto agora se volta para sua pátria mãe, rumo a Indycar.

"Para 2015 eu estou muito animado com as perspectivas na IndyCar, e eu não sou a primeira pessoa a dizer que é uma das melhores corridas do planeta. É algo que eu estou trabalhando para fazer acontecer todos os dias. Estou ansioso para fazer parte de uma campanha bem sucedida." SIM, ALEXANDER ROSSI DISSE ISSO.
Rossi na Lotus/Caterham
O filho pródigo está voltando para casa. Rossi não poupava palavras quando o assunto era Indycar, e quase sempre tecia críticas, principalmente aos ovais e a segurança na categoria. 

Em uma das entrevistas para o F1 Fanatic, dada em agosto de 2013, o piloto deu declarações como:

"Pessoalmente, a Indycar é uma categoria que eu não sou incrivelmente interessado em apenas por causa das ovais "
"Para mim , o risco é muito alto. E eu não sei se em um momento anterior, quando acidentes acontecia com mais frequência e acidentes mais graves, as pessoas se acostumaram mais a isso, mas como a geração mais jovem está chegando não é algo que estamos acostumados a ver. Quando isso acontece, é um grande choque. Para mim, essa é a principal razão pela qual IndyCar não é um interesse. "
"Eu acho que IndyCar em seu próprio direito é um campeonato muito competitivo e muito difícil de vencer. Mas eu acho que ela passou dos limites e eu acho que isso é quase uma coisa boa para a Fórmula Um, porque as pessoas procuram outra coisa em termos de corridas de monopostos."
Rossi na Marussia.
Lembrando que essa entrevista foi dada em agosto de 2013, e não no começo dos anos 2000. Além disso, algumas pessoas que comentavam com o piloto de ele se mudar para a Indycar recebiam respostas um pouco "atravessadas", por assim dizer.

Agora em dezembro de 2014, o piloto declara ao Indycar.com:

"Para 2015, eu estou muito animado com as perspectivas na IndyCar. Não sou a primeira pessoa a dizer que a Indy é uma das melhores corridas do planeta. É algo que eu estou trabalhando para fazer acontecer todos os dias  e eu estou ansioso para fazer parte de uma campanha bem sucedida."
"Toda a experiência que tenhoem corridas de GP2, conde consegui vitórias, e todos os testes de F1 vão me ajudar de imediato nas corridas em circuito misto aqui, e quando se trata de ovais, não sei o que a minha experiência pode ajudar. Essa será uma nova fronteira para mim, mas pilotos precisam se adaptar quando algo novo é colocado na frente deles. Leva tempo e é realmente algo que eu mal posso esperar para ver."

O discurso mudou completamente em um ano e pouco, principalmente porque suas perspectivas de entrar de verdade na Fórmula 1 também mudaram. Aguardemos se o Scott Speed da nova geração conseguira vaga e como se comporta perante tudo.


Fonte: Indycar.com
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. Vários pilotos dizendo que querem vaga na indy... mas movimentações com equipes não vemos nada!

    ResponderExcluir