Shelby Blackstock acerta para correr a Indy Lights pela Andretti Autosport

O americano de Nashville consegue subir da Pro Mazda para a Indy Lights e permanece vinculado a sua equipe, a Andretti Autosport, que considerou seriamente não correr a Indy Lights do ano que vem.
Será que foi mesmo?
Depois de quase cancelar seu programa na Indy Lights, a Andretti Autosport anunciou ontem (2 de dezembro) qual será seu primeiro e, provavelmente, único piloto na categoria em 2015: Shelby Blackstock correrá com o carro #51 no ano que vem.

"Estou muito feliz de continuar com a Andretti Autosport na Indy Lights do ano que vem." Conta Shelby. "Quero muio andar no novo carro da categoria e avaliar se todo o bom feedback que ele vem recebendo é verdadeiro. Agradeço muito a oportunidade de estar em um dos seus carros do ano que vem, esse time é como uma segunda família pra mim."

Shelby segue para o quarto ano na equipe, onde fez uma temporada na USF2000 em 2012 e duas temporadas na Pro Mazda (2013 e 2014), todas pela Andretti. No ano passado, terminou o campeonato da Pro Mazda na quarta posição, com seis pódios e apenas duas corridas fora dos dez primeiros.

"Ele está conosco a algum tempo e trabalhamos duro para dar o passo da Pro Mazda até a Indy Lights acontecer. Estamos todos muito animado para manter Shelby na família Andretti e estamos ansiosos para assistir o seu sucesso continuar durante este novo capítulo de sua carreira."

Quem fica agora?
Devo confessar que não esperava ver Blackstock ser anunciado primeiro. A Andretti tem o costume de subir um de seus pilotos da Pro Mazda para a Indy Lights todo ano (vide Matthew Brabham nesse ano e Zach Veach no ano passado), e seria uma parada dura escolher entre Garett Grist e Shelby Blackstock.

Agora temos de esperar para ver a situação dos que correram a Indy Lights nesse ano. Como será que Veach e Brabham vão se virar dentro da Andretti, sendo que ainda há uma vaga na Indycar (disputada por mais um bocado de pilotos, tanto de dentro da Indy como de fora) e mais uma vaga virtual na Indy Lights. Brabham é mais rápido que Veach, mas também mais "destrambelhado" nas provas, enquanto Veach não é um primor em velocidade ou talento, mas tem muito apoio fora das pistas. E também há Garett Grist, que fez um ótimo ano na Pro Mazda, e um segundo ano na Andretti pode não ser algo tão bom assim.

Essa parte promete alguns bons capítulos, aguardemos!
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário