Harvey vence de ponta a ponta a corrida 1 de Mid-Ohio. Razia leva seu quarto pódio.

De ponta a ponta e com um carro absolutamente dominante, Jack Harvey vence sua primeira prova e entra definitivamente na disputa pelo título.  Luiz Razia se recupera de seus fins de semana passados e completa a prova na terceira posição.


Treino Classificatório

A vitória de Harvey começou a ser construída aqui.  A liderança do treino era disputada por Razia, Gabby Chaves e Matthew Brabham.  Faltando quinze minutos pro fim, Razia estava na ponta, com Chaves em segundo, Brabham em terceiro e Harvey apenas na quarta posição.

Mas pouco depois Jack Harvey mostrou a velocidade em seu carro e assumiu a ponta.  Ele e Gabby Chaves revezavam na liderança do treino, até que a cinco minutos do fim Harvey assume a ponta com o tempo de 1:13.9519 e não larga mais, para ser pole na prova do sábado. 


Razia consegue nos instantes finas a segunda posição, formando uma primeira fila apenas com carros da Schmidt-Peterson Motorsports with Curb Agajanian.  Zach Veach e Gabby Chaves, vice e líder do campeonato, respectivamente, dividiriam a segunda fila e Matthew Brabham e Axcill Jeferries largariam na terceira fila.

Corrida 1


Pista ainda secando da chuva que caiu pouco antes, então todos foram para pneus de pista seca, pois ela não estava mais tão molhada. A largada, seguindo o ritmo da prova, foi tranquila e sem incidentes, com as únicas mudanças de posição fosse Zach Veach ultrapassando Gabby Chaves e assumindo a quarta posição, e Scott Anderson passando Juan Piedrahita e Jimmy Simpson, assumindo a oitava posição.

"Cadê as disputas nessa prova?" Pergunta Harvey.
Mas Gabby Chaves se recuperou.  Na volta seguinte (a volta 2) re-ultrapassou Zach Veach, e na volta quatro assumiu a segunda posição ao passar Brabham na volta anterior, e Razia.  Todas essas ultrapassagens no ponto de ultrapassagem mais evidente, a freada do fim da "reta" "oposta".  Logo o colombiano já estava em segundo, a dois segundos do líder Harvey.


Jefferies, no lugar de Baron, mostrando ação na pista.
Entretanto, as diferenças entre os pilotos aumentava bastante.  Jack Harvey andava cerca de meio segundo mais rápido que Chaves, e logo abriu distância com a pista secando cada vez mais. O colombiano, por sua vez, também não deixava barato e fazia tempos cerca de meio segundo mais rápidos que Luiz Razia que, com um pedaço de sua asa solto, mantinha cerca de três segundos de diferença para Veach e Brabham. Os outros concorrentes formaram três pelotões: o da briga pela sexta posição entre Zack Meyer, Axcill Jeferries e Scott Anderson; o da briga pela nona posição entre os outros SPM Juan Piedrahita e Juan Pablo García; e o dos pilotos que brigavam para não ficar em último, Jimmy Simpson e Ryan Phinny.

Piedrahita (carro azul) e García (Laranja) são companheiros dequipe.
Essa foi a tônica da prova.  Mesmo com a pista mais seca, não houve grandes diferenças. Os quatro carros da SPM começavam a andar mais rápido, pois eles são melhores com pneus mais desgastados. Jack Harvey, no fim da prova, abria quase um segundo de vantagem para Gabby Chaves, e a diferença do colombiano pro brasileiro Razia parou de aumentar.  Os carros de Piedrahita e García também ficou mais rápido, e logo eles encostaram no grupo que disputava a sexta posição.

Foi a alavanca atrás do dedo indicador de Brabham que enroscou.
Após intensa briga pelo quarto lugar, Matthew Brabham passa Zach Veach a quatro voltas do fim e consegue imprimir ótimo ritmo de prova, até encostar no carro de Razia para brigar pelo pódio, mas a duas voltas do fim uma das borboletas que são usadas para a troca de marchas ficou emperrada. O piloto perdeu cerca de dez segundos por volta, foi ultrapassado por Veach, mas permaneceu na quinta posição porque tinha mais de trinta segundos de diferença para o pelotão intermediário.

No fim, Harvey vence, Gabby Chaves passa em segundo um bom tempo depois, com Razia em terceiro e asa pendurada, Veach em quarto e Brabham praticamente sem mudar de marchas em quinto.  No pelotão mais atrás, Axcill Jeferries travou uma longa batalha com Zack Meyer, até ultrapassá-lo faltando apenas cinco voltas pro fim. Scott Anderson completa em oitavo, com Juan Piedrahita e Juan Pablo García completando o top 10. 

O celeiro onde os pilotos davam as entrevistas coletivas e a miniatura do troféu da Champions League que o Harvey ganhou. (twitter @mid-ohio)

Agora o campeonato ficou mais interessante. Gabby Chaves agora tem 396 pontos, e aumentou a sua distância para o vice Zach Veach para 29 pontos, mas sua diferença para Harvey caiu para apenas 37 pontos, faltando apenas quatro provas para o fim do campeonato.  Luiz Razia subiu para o quinto posto, passando Baron que não correu essa prova por problemas em seu visto americano. O baiano tem 294 pontos, 102 atrás de Chaves e trinta atrás de Brabham, o quarto colocado no campeonato.

A próxima prova acontece no domingo, 3 de agosto, ás 12:15h de brasília. A prova terá no máximo uma hora de duração e a ordem do grid de largada foi decidida no treino classificatório de hoje, onde a segunda volta mais rápida valia para o grid da segunda prova. Confira:

#42 Jack Harvey      
                                              #7 Luiz Razia
#83 Matthew Brabham      
                                              #5 Gabby Chaves
#26 Zach Veach      
                                              #4 Axcill Jeferries
#77 Juan Piedrahita      
                                              #22 Jimmy Simpson
#2 Zack Meyer      
                                              #28 Ryan Phinny
#28 Scott Anderson      
                                              #10 Juan Pablo García

Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário