• O Dallara IL-15 está vivo + AJ Foyt de olho na Lights

    C-C-C-Combo breaker, duas notícias numa só postagem! O carro que será usado pela Indy Lights na temporada de 2015 já está pronto e passará por uma bateria de testes em agosto e setembro e AJ Foyt cogita alinhar um carro na Indy Lights do ano que vem.

    O novo chassi.
    Primeiro o novo carro.  O Dallara IL-15, chassi escolhido para renovar a categoria e abandonar os Dallara IP-2 (em atividade desde que a Indy Lights passou para as mãos da IRL) finalmente foi montado. Um chassi titular e um reserva foram enviados da Itália, e alguns motores AER foram enviados para o Putnam Park, para realizar um shakedown e ver se tudo está funcionando. O teste foi hoje, e teve Conor Daly como piloto.


    Conor Daly no carro enquanto estava sendo montado.
    As principais mudanças para os Dallara IP-2 é que os motores serão 25 cavalos mais potentes que os
    antigos Nissan VRH manufaturados pela categoria, o chassi é 60 quilos mais leve e o carro contará com o Push to Pass.

    Entretanto, toda essa tecnologia terá um preço. os chassis estão previstos para custar US$ 234 mil, e os motores US$ 88 mil cada, sem contar pneus e sistema de telemetria. Esse preço é cerca de duas vezes maior que os atuais IP-2, com motores incluídos.

    Após esse shakedown realizado hoje, a equipe vai desmontar tudo e se deslocará até Mid-Ohio, onde o carro será realmente testado pela primeira vez na segunda-feira (4 de agosto), aproveitando a presença de todas as equipes da Indycar Series e do Road to Indy para sua etapas do campeonato regular. Além disso, testes no oval de Indianápolis (dias 12 a 14 de agosto) e no misto de Indianápolis (5 e 6 de setembro) também estão previstos.




    Um dos donos de equipe que estará de olho nesse teste em Mid-Ohio é AJ Foyt. Segundo Marshall Pruett e a RACER, AJ e Larry Foyt estariam de olho de alinhar um carro na categoria pela terceira vez em sua história.

    AJ e Larry Foyt
    "Temos muito interesse lá" disse Larry. "Pensamos que a Dallara criou um bom carro para a categoria e ele pode ser um bom lugar para se treinar nossos mecânicos e um piloto para subir até a  Indycar Series na nossa equipe."

    AJ Foyt campeã da Indy Lights em 2002 com AJ Foyt IV.
    Quando perguntado se já estão escolhendo pilotos, Larry afirma: "Estamos procurando um piloto que já tenha um certo patrocínio consigo e que queira participar da categoria com uma equipe que já tem um time na Indycar. O lado positivo é que já temos mecânicos e um espaço para trabalhar, teríamos que comprar outros itens e os carros, que estão bem mais caros, mas estamos bem em vários pontos que são necessários para se fazer um bom trabalho."

    A AJ Foyt já esteve envolvida na Indy Lights duas vezes. Em 1989, quando a categoria era chamada de American Racing Series e fazia parte do plantel de categorias da CART, a equipe alinhou um carro para o então piloto Tony George, mas não continuaram com o programa no ano seguinte. Eles só voltaram para a categoria em 2002, quando a Indy Lights passou para as mãos da IRL, com AJ Foyt IV ao volante e se segraram campeões aquele ano; alinharam também para o então estreante Ed Carpenter e Jeff Simmons nos anos seguintes, mas descontinuaram novamente o programa durante a temporada de 2004.

    "A categoria estará bem mais cara do que experimentamos nos últimos anos e isso é difícil de explicar para os patrocinadores típicos, mas creio que com um carro mais moderno é mais relevante para um garoto que vem da Europa ou das categorias mais abaixo no Road to Indy. Isso é mais relevante pra o seu desenvolvimento, e faz a diferença quando você está pagando."

    "O novo carro preenche a lacuna que há atualmente entre a atual Indy Lights e a atual Indycar, e creioq ue isso seja bom. Vai demandar mais dinheiro, mas acho que Il-15 está mais relacionado com o que as crianças vão dirigir no futuro do o que o carro Lights de hoje."



    Fonte RACER, Motorsportstalke Twitter @conordaly22

  • POSTAGENS RELACIONADAS

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário