IndyCar Notes #1: Andretti, Toronto e largada parada



Olá pessoas! Todas as semanas, o site da Indy lança uma nota do que rola com os pilotos fora das pistas, e a partir dessa, vamos traduzir e adaptar para você ficar mais por dentro do que acontece no mundo da Indy. Então, aqui está o IndyCar Notes #1:

Marco Andretti abre o mercado da bolsa de valores de Toronto



O piloto e filho do dono da Andretti Autosport, Marco Andretti, visitou o mercado da bolsa de valores da cidade de Toronto, a maior do país, com mais alguns dirigentes e promotores da corrida, para dar o pontapé oficial dos eventos que fazem parte da Honda Indy Toronto.

O evento será o último como doubleheader em 2014, ou seja, terá duas corridas com 85 voltas no mesmo final de semana (uma sábado e outra domingo), nas mesmas 11 curvas, do mesmo circuito de 2.74km, nos mesmos arredores do centro de exibições de Toronto. Ano passado, Scott Dixon venceu as duas corridas e isso foi fundamental para o triunfo de seu terceiro título na categoria. Agora, ele defende seu troféu com mais 22 pilotos que buscam resultados sólidos nesse apertado campeonato de 2014.



Helio Castroneves lidera com 9 pontos de vantagem em cima de seu companheiro na Penske, Will Power, após os resultados de Iowa, no sábado. Até agora, depois de 12 corridas, tivemos nove pilotos diferentes conquistando a Verizon Pole Award e oito pilotos diferentes no victory circle, representando seis equipes.

O evento, além de ter essas duas corridas valendo pela 13º e 14º etapas do campeonato de 18 corridas, terá também muita ação na pista por parte de outras categorias (como suporte), jogos interativos, aparições de celebridades, festivais gastronômicos e atividades para toda a família.

Toronto também terá treino coletivo para largada parada

A corrida desse sábado será a quarta do ano a ter o procedimento de largada com os carros parados, e assim como aconteceu na última vez em Houston, os 23 inscritos serão divididos em três grupos para um treino coletivo de largada parada logo após o segundo treino da categoria nessa sexta. 

Os grupos, formados pela ordem de marcação dos pits, irão utilizar a reta principal para simular, por duas vezes, a largada da primeira corrida. Todas as marcas que estão no asfalto serão utilizadas, a diferença está nos grupos mesmo. Enquanto os carros do grupo 1 utilizarem a primeira fila, a quarta, a sétima e a décima, os outros irão utilizar as restantes (grupo 2 a segunda fila, a quinta, a oitava e a décima-primeira, e o grupo 3 a terceira fila, a sexta, a nona e a décima-segunda).

"Isso permite que os pilotos se acostumem com a superfície da pista, que é diferente da superfície do pit lane", responde Dixon, do porquê da simulação coletiva. A simulação também está disponível no final do pit lane, durante todos os treinos. Lembrando que o site da Indy liberará streams para os treinos livres. 

Bourdais foca em fazer mais uma boa aparição


Depois de estar no pódio nas duas últimas corridas, o francês da KVSH Racing, que venceu a edição de 2004 e tem nove top five no currículo das ruas da cidade canadense, pretende fazer mais outra bela corrida.

"Essa é uma corrida muito importante para a KVSH Racing porque nosso patrocinador, a Hydroxycut, tem sua sede nos arredores de Toronto, em Oakville. Então, nós esperamos muito apoio na pista", diz o tetracampeão da ChampCar. "Ao londo dos anos, eu tive corridas muito emocionantes em Toronto e tive também ótimos resultados. É sempre um grande evento. O carro esteve rápido nos circuitos de rua neste ano, e com duas corridas neste fim de semana, nós esperamos um par de bons resultados."



Outras Notas

Tom Howatt, chefe de equipe do carro #14 ABC Supply da AJ Foyt Racing, pilotado por Takuma Sato, cresceu em Mississauga, Ontario. Em 1985, ele começou a trabalhar com IndyCars pela Canadian Tire com Jacques Villeneuve.

Campeão da CART e três vezes vencedor da corrida de Toronto Paul Tracy e Nigel Mansell, quem venceu pela Formula Um e pela CART, estarão entre os homenageados do Canadian Motorsports Hall of Fame em setembro.

A equipe do carro #12 Verizon da equipe Penske conseguiu o troféu Firestone Pit Stop Award, no Iowa Speedway, com um total de 113.685 segundos apenas de pit lane. Eles receberam 10 mil dólares como recompensa. Durante as corridas de Toronto, as equipes vencedoras receberão 5 mil por corrida. As equipes devem participar de, no mínimo, 95% da corrida para o prêmio ser válido. 

O apresentador do Mazda Road to Indy TV, Tristan Vautier, vai correr pela equipe Sofrey ASP nas 24 horas de Spa, entre os dias 23 e 27 de julho.


Notícia originalmente publicada por Dave Lewandowski, no site IndyCar.com, no dia 16 de julho | Texto traduzido e adaptado para o Indy Center Brasil
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário