Scott Hargrove e Spencer Pigot vencem em Houston, Brasileiros vão bem e Nicolas Costa sobe no pódio

Mesmo punido com um drive-thru, Hargrove deu a volta por cima e se sagrou vitorioso na primeira corrida em Houston.  Na segunda prova bem menos acidentada, Pigot reinou sozinho quando Hargrove abandonou e continuou na ponta do campeonato.

Os brasileiros Nicolas Costa e Felipe Donato foram bem, Nicolas Costa subiu no pódio pela terceira vez seguida em Houston e Donato estreou ficando entre os dez primeiros.

Mais uma etapa de duelo entre Hargrove e Pigot.

Corrida 1

Largada lançada na prova 1.  Fonte:  Pro Mazda Championship, bem como todas as fotos sem identificação de fonte.
Enquanto o Brasil disputava a prorrogação e os Pênaltis contra o Chile, a Pro Mazda fazia sua primeira corrida em Houston.  A largada foi dada com Garett Grist na ponta, em um circuito que ainda mantinha a pista razoavelmente seca.  

 Toppe parado na área de escape.  (twitter: @clarktoppe)
Logo após a largada, Spencer Pigot (Juncos Racing) faz uma ótima ultrapassagem em cima de Grist entre as curvas dois e três e assume a ponta da prova.  Pigot é seguido por Grist, Kyle Kaiser (Juncos) e Nicolas Costa (Team Pelfrey).  Scott Hargrove (Cape Motorsports with Wayne Taylor Racing), que largou na segunda posição, largou mal e perdeu algumas delas, sendo obrigado a brigar pela quinta posição com seu companheiro de equipe, Neil Alberico.  Hargrove faz um movimento muito abrupto pra cima de Alberico na curva seis, ambos colidem e Alberico sai da prova, acionando a bandeira amarela.

Com a volta da bandeira verde, na volta seis, Kaiser e Nicolas passam Grist e assumem a segunda e terceira posições quando Hargrove cumpre um drive-thru que levou de punição por ser responsável pela bandeira amarela.  Mas, na volta oito, o carro de Clark Toppe (JDC Motorsports) fica parado na curva três quando o mesmo estava na décima primeira posição. Nova bandeira amarela.

Pilotos na volta da troca de pneus.
Durante a bandeira amarela, a chuva aperta bastante e todos (coma exceção de Pigot) param para colocar pneus de pista molhada.  Com isso, quando a bandeira verde foi novamente acionada, Pigot entra nos boxes e Dalton Kellet (Team Pelfrey) assume a ponta da prova, seguido pelo companheiro de equipe Nicolas Costa, Garett Grist e Julia Ballario na quarta posição.  Mas essa bandeira verde durou pouco, pois o carro de Ryan Booth (outro JDC Motorsports) fica parado na pista, nova bandeira amarela.

Na volta 18, a oito minutos do fim, tivemos bandeira verde novamente para Kellet, Costa, Grist, Hargrove e Julia Ballario (primeiro a quinto, respectivamente).  Hargrove consegue largar muito bem e desenvolver grande velocidade, e assume a ponta da prova na volta seguinte após passar os três pilotos.  Grist não consegue largar tão bem, e perde posição pra Hargrove e Julia.

Volta vinte e Kellet consegue reassumir a liderança, num belo movimento no fim da volta 19, mas leva o xis na chicane que serve de primeira curva pro circuito, e perde a liderança definitivamente pra Hargrove.  Nicolas Costa também consegue ultrapassar Kellet na curva sete, e assume a segunda posição, mas Hargrove consegue abrir uma vantagem de um segundo e meio e na volta 22 vence!!  Seguido pelo brasileiro Nicolas Costa em segundo e Dalton Kellet em terceiro.  Julia Ballario consegue sua melhor posição de chegada no ano fazendo o quarto lugar e Shelby Blackstock consegue chegar na quinta posição.  Spencer Pigot, após o erro de estratégia, completa a prova apenas na nona posição.

Felipe Donato, o brasileiro que estreia na Pro Mazda em Houston pela M1 Racing, faz uma boa corrida.  Largou bem e pulou de 14º para 11º ainda na primeira volta.  Entretanto, quando todos pararam para colocar pneus de chuva, a equipe do brasileiro não vai tão bem, e ele volta na penúltima posição (a frente apenas de Bobby Eberle).  Entretanto, na última relargada, já figurava na oitava posição e terminou a corrida no décimo lugar, conseguindo o Top 10 para equipe em sua corrida de estreia.

Pódio da corrida 1: Nicolas Costa está de vermelho, ao lado da Michele Bumgarner.


Corrida 2

Largada parada na prova 2.
O grid de largada da corrida 2 é decidido pela segunda volta mais rápida dos pilotos no treino classificatório, realizado ontem.  Com isso, Grist larga novamente na ponta, seguido de Pigot, Hargrove, Costa e Kaiser.  Felipe Donato largaria novamente da 14ª posição.

Felipe Donato, aqui no cantinho. (Twitter: perdi a @ de onde peguei).
Pouco antes da prova houve um warm-up e com cinco minutos de treino Felipe Donato rodou e acabou ficando no muro.  A equipe não conseguiu consertar o seu carro a tempo, e o gaúcho acabou não largando em sua segunda corrida na Pro Mazda.

Largada parada limpa novamente, o que não se viu nas próximas curvas.  Spencer Pigot larga bem novamente e passa Grist na chicane inicial, e Scott Hargrove viu a oportunidade de também ultrapassar Grist na curva três, mas ele e Grist acabaram se tocando e Hargrove abandona.  Nicolas Costa e Kyle Kaiser também acabaram se envolvendo em acidentes periféricos a este, e acabbaram caindo pro fundo do grid, a vinte segundos do líder Pigot na primeira volta.

No meio da primeira volta já estavam apenas os cinco primeiros.
Na volta seguinte, foi anunciado um drive-thru de punição para Grist, que caiu pro último lugar, e Kyule Kaiser vai para os boxes com problemas em seu carro.  Tudo sem bandeira amarela.

Com essa confusão toda, nas duas primeiras voltas os líderes eram Pigot, Alberico, Blackstock, Ryan Booth e Dalton Kellet.

Mas, diferentemente da corrida acidentada de ontem, essa corrida foi bem mais tranquila.  A tônica da corrida foi os carros se dividindo em duos ou trios e brigando entre si.  Pigot e Alberico brigavam pela ponta, e se distanciavam de Blackstock e Booth.  Brigando pela posição entre os cinco primeiros estavam Kellet, Jose Gutierrez e o estreante Clark Toppe e o último comboio tinha Ballario, Bumgarner e Michael Johnson.

Da Frente pra trás:  Kellet (80), Toppe (91) e Costa (82).
As exceções ficam por conta de Nicolas Costa e Garett Grist. Os dois imprimiram bom  ritmo e
conseguiram escalar novamente o grid.  Nícolas era mais de um segundo mais rápido que Johnson, Bumgarner e Ballario, e conseguiu passá-los antes da volta 12.  O carioca ainda conseguiu descontar a diferença de quase 15 segundos para Kellet, Toppe e Gutierrez e chegou neles na volta 19.  Se aproveitou da rodada de Gutierrez para passá-lo e passou Toppe e Kellet na mesma volta.

Na briga pela ponta, Alberico vinha a menos de um segundo de Pigot a maior parte de aprrova, até que na volta 21 o piloto da Cape Motorsports erra e acaba rodando na curva três, perdendo o contato com o líder.  Pigot vence sua quinta prova no ano!  Alberico passa na segunda posição, com Blackstock em terceiro, Ryan Booth em quarto, mesmo com a asa traseira avariada, e Nicolas Costa termina sua corrida de recuperação numa honrosa quinta posição.

Pódio da segunda corrida. O terceiro lugar não tem direito a mulher ao lado.


Com esses resultados, Spencer Pigot continua líder com 225 pontos, 17 a frente de Hargrove e 71 a frente de Alberico.  Nicolas Costa é o nono colocado no campeonato com 105 pontos, Pipo Derani, que não disputa a categoria, figura na décima segunda posição, e Felipe Donato estreia na categoria em 24º lugar com 11 pontos da primeira corrida.

A próxima etapa acontece nos dias 10 e 11 de agosto, com a rodada dupla em Mid-Ohio.
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário