Pro Mazda: Resumão do fim de semana em Indianápolis

Olá pessoas.  Por motivos de que: era feriado, acabei não reportando o que aconteceu na Pro Mazda depois do segundo dia de treinos livres e, para meu azar, aconteceram muitas coisas (muitas delas ruins para os brasileiros, infelizmente), e reportarei-as todas agora, num texto único, mas subdividido pelas atividades.

Momento histórico:  Primeira vez que a Pro Mazda adentra ao IMS. (fonte:  Pro Mazda Championship, bem como todas as outras fotos são de lá ou do vídeo no fim do post.)

Treino Classificatório

Muito provavelmente a sessão mais normal que teve no fim de semana.  Os melhores tempos foram feitos no fim da sessão e, do duelo originado nos treinos livres, o vencedor foi Spencer Pigot (Juncos), sendo o único do fim de semana a virar abaixo de 1:23s.  Ao seu lado largaria seu maior rival no campeonato, Scott Hargrove (Cape) e a dupla da Andretti se redimiria, lotando a segunda fila com Shelby Blackstock e Garett Grist. Entre os brasileiros o mais rápido foi Pipo Derani, que se recuperou do seu fim de semana ruim e descolou uma bela quinta colocação no grid; mal sabia ele que esse seria seu melhor momento no fim de semana.  Nicolas Costa não conseguiu ir bem nessa sessão, resultado oposto ao que vinha obtendo nos fim de semana; o carioca fez tempo um segundo abaixo do líder e largaria da décima primeira posição.

Primeira corrida

Vou fazer resumos no estilo de Daniel Schattschneider, ou seja, em ordem cronológica.  Nunca tinha feito isso, principalmente porque notícias do que acontece durante as corridas são extremamente difíceis de se obter:

Tava meio na cara que não ia dar muito certo.
Volta 1:  Bandeira verde - bandeira amarela!  Os pilotos não estavam muito afim de ir com calma na
largada, e houveram vários toques:  Kyle Connery largou de nono e deu uma de espertinho usando o espaço destinado ao retorno dos pilotos dos boxes para tentar ganhar algumas posições.  Como resultado, não conseguiu frear na entrada da curva 1 e acertou justo Pipo Derani que estava no quarto lugar e Ryan Booth que estava ao lado do brasileiro.

E realmente não deu.  Esse foi o início do caos
Com cinco carros atrapalhando o contorno da curva, Michelle Bumgarner pisou forte no freio e tento contornar a curva, mas acabou batendo em seu companheiro de equipe, Bobby Eberle.  Jason Rabe, que vinha em último lugar, não teve como desviar de tudo isso, e bateu também.

Com essa confusão toda, Scott Hargrove ainda era líder, pois Spencer Pigot teve problemas para contornar a primeira curva, e rodou na curva dois. Neil Alberico já se apresentava na segunda posição, com Blackstock em terceiro.  Nicolas Costa consegue desviar de tudo a sua frente, e já figurava na quinta posição.

Creio que a bandeira amarela está mais-do-que justificada.

Subida de Costa (sacaram o trocadilho?) e Booth
Volta 3: Bandeira verde!  Depois de retirarem os carros mortos e os feridos se recuperarem nos pits, foi dada a relargada. Nela, Alberico pressiona muito Hargrove, e consegue fazer a ultrapassagem na quinta volta, assumindo a liderança temporária.  

Volta 7:  Ryan Booth e Nicolas costa vem subindo no grid, com ambos ultrapassando Jose Gutierrez, Blackstock e Kyle Kaiser.  Na Sétima volta já figuravam na terceira e quarta posição, respectivamente; logo atrás da dupla da Cape.

Volta 9:  Michelle Bumgarner passa direto no esse depois da reta principal, e fica parada na caixa de brita.  Bandeira amarela!

Quase foi dessa vez Booth.
Volta 11:  Bandeira Verde!  Alberico é fortemente pressionado por Hargrove e Booth, disputando na Reta oposta.  Ambos brigam ferrenhamente e com vários toques durante uma volta e meia.  Os toques leves aconteceram até que Ryan Booth, que estava em segundo lugar, perdeu a medida deles e acertou em cheio o carro de Alberico.  Ryan Booth fica parado na área de escape e não se pode evitar a Bandeira Amarela!

Volta 14:  Bandeira Verde!  Hargrove consegue recuperar sua liderança, com Alberico ainda em seu encalço.  Na largada, Nicolas Costa que fazia ótima corrida foi ultrapassado por Blackstock, e era pressionado por Kyle Kaiser.  Na volta seguinte, Alberico perde posição também para Blackstock enquanto tentava recuperar a liderança da prova.

Nicolas foi tão acertado nessa corrida que deveria ser patrocinado pela Target.
Volta 16:  A briga pelo quarto lugar entre Costa e Kaiser não termina bem.  Na reta principal, Kyle acaba tocando na traseira do brasileiro, que acaba rodando e indo de encontro ao muro da entrada da curva um.  Infelizmente, fim de corrida pra ele e seu M1 Racing.  Kyle Kaiser estava sob observação devido a incidente em Barber, e acabou punido com passagem nos boxes.

Volta 19:  Fim de prova!  Hargrove consegue abrir distância do segundo pelotão, que ia do segundo ao décimo primeiro colocado.    No fim, Blackstock conseguiu manter sua segunda posição, com Alberico em Terceiro e dois Tea Pelfrey (Dalton Kellet e Brandon Newey) fazendo corridas de recuperação e terminando em quarto e quinto, respectimanete. O líder do campeonato, Spencer Pigot, conseguiu se manter na pista depois de trocar o bico na primeira volta, e completa em oitavo, pouco a frente do brasileiro Pipo Derani, que fez duas paradas durante a prova. Jay Horak ganha na categoria masters, mas só ele completou então não tem graça.


Segunda corrida

Os piltos ainda não estavam calmos.  Como o grid da segunda corrida é definido pela melhor volta na primeira corrida, Pigot largaria em primeiro novamente, com Hargorve em segundo novamente e Grist em terceiro.  Pipo Derani largaria da quinta posição novamente, enquanto Nicolas Costa largaria de uma horrível décima quinta posição.

Alguns Pilotos erraram o sentido da pista.
Volta 1;  Bandeira Ver-  Amarela!  Nova largada, nova confusão.  Pigot não consegue desenvolver
grande velocidade e cai pra sexta posição durante a reta.  devido a esse problema, todo o pelotão ficou muito junto, e na entrada da curva um Hargrove, Blackstock e Derani estavam lado a lado na curva um; obviamente isso não daria certo e terminou com a rodada de Blackstock e a saída de pista de Derani.

Mais atrás Dalton Kellet estava bem próximo também, e acabou rodando junto.

Inspirada por Kyle Connery na primeira prova, Julia Ballario faz o mesmo movimento na segunda prova, e acaba rodando Neil Alberico.

Os pilotos mais de trás já estavam vacinados contra essas rodadas na largada, e conseguiram desviar todos.

Alberico e Blackstock
Ao fim da primeira volta Hargrove mantinha a ponta, com Pigot em segundo, Kaiser em Terceiro, Grist em quarto, Booth em quinto, Bumgarner em sexto (!!!!) e Nicolas Costa na sétima posição.

Volta 4:  Bandeira Verde!  A corrida, finalmente, seguiu morna por um bom tempo.  Hargrove abriu três segundos de diferença para Pigot, que também ganhava distância do pelotão intermediário.  Nicolas Costa reiniciou sua corrida de recuperação passando Bumgarner e Booth na largada, Grist na volta sete e Kaiser na volta nove, e estava na terceira posição quando na

Volta 12: No meio do grid a luta continuava ferrenha quando Alberico e Blackstock colidem.  Nova Bandeira amarela!

Parece Replay da primeira batida, mas é outra batida.
Volta 14: Bandeira V- Amarela!  Na relargada Hargrove abriu distância, enquanto Pigot e Costa
brigavam pela segunda posição.  Nicolas vinha por dentro, Pigot por fora e os dois se tocam em plena reta principal.  Nicolas é acertado novamente e termina sua prova no muro, enquanto Pigot continua acelerando até ser acertado Kyle Kaiser, passa direto na curva um e volta no fim do pelotão.  Fim de semana pra esquecer completamente pros brasileiros.

Volta 17:  Bandeira Verde!  Hargrove larga bem, com Jose Gutierrez em segundo, Neil Alberico em terceiro, Ryan Booth em quarto e Garett Grist em quinto.  Na volta 18, Alberico consegue passar Jose Gutierrez na reta principal, e na penúltima volta, Ryan Booth é ultrapassado por Garett Grist e Kyle Kaiser de uma só vez, no fim da reta oposta.

Volta 20: fim de prova!  Hargrove consegue o fim de semana perfeito com duas vitórias e se aproxima muito perigosamente de Pigot no campeonato (Pigot que termino em oitavo).  Alberico completa a dobradinha da Cape,e Jose Gutierrez salva a honra da Juncos, fazendo o único pódium da equipe.

Momento Brazzers:  bromance de Alberico e Hargrove



No campeonato, Pigot segue líder mesmo com o fim de semana ruim, com 157 pontos.  Cinco pontos atrás está Scott Hargrove e em terceiro no campeonato vem Kyle Kaiser, já 43 pontos atrás.  Entre os brasileiros, Pipo Derani caiu pra sexta colocação, com 88 pontos; e Nicolas Costa vem na décima terceira colocação, com 44 pontos.

Fim de semana pros brasileiros esquecerem.
A próxima corrida será no Lucas Oil Raceway, simpático oval de 5/8 de milha que fica a poucos quilômetros de Indianápolis.   Essa corrida fará parte da Night before the 500, evento de mais de cinquenta anos que várias categorias correm nesse oval.

Entretanto, aqui cabe um parêntese:  muito provavelmente, Nicolas Costa não correrá essa prova.  Por questão financeira, infelizmente, esse poderá ser o terceiro brasileiro a evadir do Mazda Road To Indy, num ano que começamos com sete representantes e agora temos apenas quatro, por enquanto.

Daí cabe mais um parêntese, esse mais alegre:  Scott Hargrove divulgou no seu canal no youtube um vídeo com o resumo das duas provas por sua visão e de seu companheiro, Neil Alberico, no formato Mário Kart.  Acompanhe, dá pra ver as duas batidas de Pipo Derani e a segunda batida de Nicolas Costa:










Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário