Conway vence pela segunda vez em Long Beach


Mike Conway, piloto escolhido pela Ed Carpenter Racing para correr os GPs em mistos e circuitos de rua, venceu pela segunda vez nas ruas de Long Beach. O britânico saiu de 6º para a segunda posição, após uma confusão envolvendo vários carros. Entre eles Hunter-Reay, Hinchcliffe e Tony Kanaan. Helinho, que se também se envolveu na confusão, terminou em  11º.

Long Beach foi o palco da primeira largada parada do ano
(foto: IndyCar)

Numa largada ruim de Hinchliffe, o caçador disparou na frente nos primeiros metros, e na volta 15, já estava com mais de 3 segundos de diferença para o segundo colocado. Já no meio do pelotão, os três carros da Penske travaram uma bela disputa pela 12º posição.




Volta 27: Bordé, que era segundo, para nos boxes e volta na frente de Hinchcliffe, mas como os pneus ainda frios e a pressão do canadense, o tetracampeão da ChampCar bate na barreira de pneus, mas acaba voltando para a pista com apenas o bico avariado. Bandeira amarela.

Power e Pagenaud discutem sobre o acidente após a corrida.
(Foto: twitter / Créditos: NBCSN)

Volta 32: bandeira verde! Antes, Justin Wilson é tocado por Rahal no hairpin e fica "de costas", mas consegue voltar. Pela 3º posição, Power e Pagenô se tocam. Sobrou para o francês, que ficou na barreira de pneus, mas voltou para à pista.

Kimball abandona prova com problemas no motor.
 (Créditos: NBCSN)

Volta 41: Bordé, novamente, para na barreira de pneus. Desta vez, na curva após a reta oposta. Bandeira amarela. Enquanto isso, o motor de Kimball estoura, e ele abandona a prova. O piloto da casa sai do carro chateado.




Volta 46: bandeira verde! Hunter-Reay continua na liderança pressionado por Hinchcliffe, que quase bate no líder na volta seguinte. Todos ficam muito próximos um do outro até começar a segunda rodada de parada nos boxes.

Volta 55: Newgarden para nos pits, enquanto que Hunter-Reay e Hinchcliffe voam baixo na pista querendo a liderança de volta. Mas é Newgarden quem se dá bem e volta na frente dos dois pilotos, que já haviam parado. Power está entre eles.

Foi quando Newgarden, que não viu Hunter-Reay colocando o carro de lado, fechou a porta pra cima do piloto da Andretti. Os dois se tocam e batem no muro da curva 4. Hinchcliffe, que estava logo atrás, não consegue evitar a batida e encosta atrás do carro de seu companheiro de equipe. Power, na quarta posição, consegue passar pela confusão. Hunter-Reay tenta voltar mas seu motor morre. Castroneves era o próximo e encosta atrás do carro de Hunter-Reay. Muñoz passa e evita a batida. Porém, Sato enche a traseira de Hinchcliffe. Kanaan e Serviá também. Montoya quase. Todo o resto do pelotão passa sem maiores problemas.

Poor Newgarden... (clique para ver melhor).
(Créditos: NBCSN)

Com isso, Power e Conway se dão muito bem e ficam lá na frente. Scott Dixon resolve não parar e adere à estratégia sem mais paradas, torcendo para uma bandeira amarela.

Volta 65: bandeira verde! Dixon e Wilson disputam a liderança. Eles ficam lado a lado até se tocarem na curva 7. Quem se dá mal é o britânico. Dixon continua na frente. Rahal é tocado no hairpin e causa bandeira amarela. Tudo o que Dixon queria.

Volta 70: bandeira verde! Todos os pilotos ficam juntos. Faltando apenas 2 voltas para o fim da corrida. A estratégia de Dixon não dá certo e ele para para fazer um splash 'n go. Assim, Conway pega a liderança e vence a 40º edição do GP de Long Beach. Com Power, novo líder do campeonato, em segundo.

High Five! (Fonte: twitter)

Vídeo da confusão que começou entre Hunter-Reay e Newgarden):


Resultado final (clique para visualizar melhor):


(volte em instantes para acompanhar a classificação, o vídeo da corrida e maiores detalhes)



Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

1 comentários:

  1. Penske e Andretti não sabem o que é punição, Will Power e Hunter Reay estão de brincadeira, nem uma punição a Power com aquela re-largada absurda que ele fez em saint pete no mínimo um drive-through, e o Hunter Reay levou nada menos que Newgarden,Hinchcliffe, Kanaan e Serviá como a corrida dele acabou, poderia perder 10 posições no grid do proximo gp. Já scott dixon sofria ano passado por bobagens da indy que eram bem menos cabiveis a punição. Acho que tão deixando a desejar.

    ResponderExcluir