40 anos de Long Beach (parte IV) - O enterro da ChampCar


Olá pessoas que gostam de relembrar o passado!

Desde segunda, estamos fazendo um especial sobre os 40 anos do GP de Long Beach. Pra você que não viu, falamos sobre a primeira vitória do maior vencedor desta pista, "Little Al", em 1988. Falamos também sobre a batalha épica nas últimas voltas da corrida de 1998. E também, sobre a primeira vitória "brasil-brasileira" no circuito, com Helio Castroneves, em 2001.

Hoje, vamos falar de uma corrida que, apesar de não ter muitas disputas, ficou na memória daqueles que são mais fanáticos: no dia 20 de abril de 2008, foi realizada, a última corrida da era ChampCar. Na época, havia um alvoroço porque a categoria iria voltar a ser grande novamente... bem. A crise financeira de 2008 dificultou um pouco as coisas, mas nós sabemos que, aos poucos, ela vai se reerguendo.

Chega de blá blá blá e vamos ver o que rolou nessa corrida final. Antes, o grid de largada:



AÍ ESTÁ A LARGADA!!! Aliás, largada parada, um aperitivo do que veremos no domingo. Will Power larga em quarto, mas assume a liderança logo na primeira curva, ou seja, largou de forma brilhante! Porém, Oriol Servia fica parado no grid. Bandeira amarela.

Volta 3: Bandeira verde! Paul Tracy disputa a 8º posição com Franck Perera, até que ele passa reto na curva 1. Com isso, ele muda a estratégia e para nos boxes. Mario Moraes bate forte. Bandeira amarela.

Volta 10: Bandeira verde! Justin Wilson tenta pegar a liderança de Power, mas ele continua na frente. Algumas voltas depois, Wilson passa reto na curva 1, porém, a intenção dele era essa mesmo. Ele percebeu algo no carro que não poderia continuar e abandona por ali mesmo. Isso deixa Power disparado na ponta.

Volta 30: Os dois carros da KV dominam a corrida, eles aproveitam para parar nos boxes mais cedo. Entretanto, Nelson Phillippe fica parado no meio do hairpin e provoca bandeira amarela. Os que ficaram antes tem a chance de entrar agora. Entre eles, Tracy, só que ele teve problemas na sua parada e perde tempo.

Volta 34: Bandeira verde! Montagny fica lado a lado com Power, mas é o australiano quem leva vantagem na curva 1. A pressão do francês continua durante toda a volta. O companheiro de Power também chega junto e passa Montagny na volta seguinte.

Volta 48: muita disputa no meio do pelotão. Rahal mete por dentro de Tracy e Moreno, fazendo um 3-wide, e logo depois é tocado por Tracy, rodando na curva antes do hairpin. Bandeira amarela local. Logo depois ele volta para a pista no final do pelotão e tenta uma corrida de recuperação.

Pobre Rahal...

Volta 59: Começa segunda rodada de paradas nos boxes. Montagny ganha de Tagliani, mas, novamente, o canadense passa pelo francês na pista. Porém, ele começa a perder rendimento e, consequentemente, posições também.



No final, a disputa no meio do pelotão pega fogo, mas é Power quem vence, com sobras, o último GP da história da ChampCar. Na última volta, Rahal tem azar e bate na barreira de pneus.



Aqui está a classificação final:


E aqui, a corrida completa:


Então, é isso! Este foi o fim de uma era e também do nosso especial. Tentamos colocar tudo que aconteceu de mais importante nas corridas e de outras edições, mas sabemos que 40 anos são muita coisa. Agradecemos pela atenção e pelo tempo prestados por vocês que leram os resumos das 4 provas que selecionamos as mais importantes. Tomara que esta edição de 2014 entre para um próximo especial, quem sabe, de 50 anos!

Desde que Tio Bernie deixe Long Beach em paz.

Até a próxima!

Fontes: YouTube / Racing-Reference.info
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário