Post Page Advertisement [Top]

Rinus VeeKay vai disputar toda a temporada 2020 da NTT IndyCar Series pela Ed Carpenter Racing. VeeKay vai ficar no lugar de Spencer Pigot, piloto americano que trabalhou para a equipe nas últimas quatro temporadas, duas delas em tempo integral. O anúncio foi feito pela equipe nesta quarta-feira (20).


VeeKay é um piloto holandês de 19 anos que fez uma excelente temporada na Indy Lights neste ano, conquistando seis vitórias e sete poles enquanto dirigia pela Juncos Racing. Tal performance o colocou na segunda posição na tabela de pontos, ficando atrás apenas do campeão Oliver Askew, que corria pela Andretti Autosport. Vencedor do campeonato Pro Mazda de 2018 e segundo colocado no campeonato da USF2000 de 2017, o VeeKay decidiu não seguir o caminho tradicional para a Fórmula 1 preferido pela maioria dos europeus e acabou escolhendo a IndyCar como seu grande objetivo no esporte.

"É um sonho se tornando realidade, e algo que trabalhamos muito duro nos últimos anos. Subir da USF2000 para a Indy em três anos é especial", disse VeeKay, que realizou dois testes antes de ser contratado. “Gostaria de agradecer ao Ed Carpenter e seus parceiros por esta grande oportunidade e confiança. O número de assentos disponíveis na NTT IndyCar Series é muito limitado, por isso é uma grande honra que eles tenham me escolhido para fazer parte da equipe deles".

Dono da equipe, Ed Carpenter explicou os motivos que levaram à escolha de VeeKay.

"Estive seguindo os passos de Rinus no Road to Indy, especialmente nos dois últimos anos. Ficou claro para mim que ele merecia estar na Indy. Depois do primeiro dia dele em um carro em Portland na temporada passada, o sentimento ficou ainda mais claro. Seu ritmo, feedback e comportamento dentro do carro foram impressionantes para um cara tão novo", disse Ed Carpenter, que novamente correrá no carro #20 nos circuitos ovais em 2020.

Vale destacar que a ECR ainda não anunciou qual piloto ocupará o carro #20 nas corridas em circuitos mistos e de rua. Ed Jones, que assumiu o cockpit na temporada passada, não obteve resultados expressivos ao longo do ano e acabou perdendo a vaga. Curiosamente, o nome do alemão Nico Hülkenberg chegou a ser especulado, mas até o momento nada foi confirmado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]