Post Page Advertisement [Top]

O sueco de 18 aninhos conseguiu 100% de aproveitamento em Indanápolis Misto e assumiu a liderança do campeonato da Indy Pro 2000.


Depois de, literalmente, dois meses da etapa de abertura em St. Pete, o grid da Indy Pro 2000, ex-Pro Mazda, retorna as pistas para uma rodada dupla no circuito misto do Indianápolis Motor Speedway.

Para essa etapa, não tivemos a presença de Parker Locke (que decudiu focar correr na F3 Americas) no terceiro carro da Exclusive Autosport, o carro extra da equipe foi comprado por Jacob Loomis, que decidiu correr em equipe "própria" gerida pelo pai Eddie. Além disso, a RP Motorsports Racing USA trocou de piloto, saiu Damiano Fioravanti (que foi pro ELMS) para a entrada do guatemalteco Ian Rodríguez (que saiu da F4 italiana rumo aos EUA, por enquanto).

Mas quem se destacou desde o começo foi a Juncos Racing, com Rasmus Lindh e Sting Ray Robb se revezando na liderança dos treinos, na hora dos treinos classificatórios, Lindh se destacou sobre o veterano americano e conseguiu as duas poles do fim de semana. robb conseguiu a primeira fila apenas na prova 2, pois na prova 1 ficou preso no tráfego e ficou apenas com o sexto tempo. Quem se aproveitou foi Danial Frost (Exclusive), que conseguiu mostrar bom desempenho e conseguiu o segundo lugar na classificação da prova 1, salvando também um quarto lugar no grid da prova 2.

Outro piloto que teve bom desempenho foi Kyle Kirkwood (RP Motorsports). o campeão da USF2000 do ano passado esteve em terceiro nos treinos livres e conseguiu o terceiro lugar no grid das duas provas. O desempenho da RP estava bom, e Ian Rodriguez conseguiu dois quintos lugares no grid.

Mas o grande destaque negativo foi para Parker Thompson (Abel Motorsports). O canadense teve grandes problemas para obter desempenho e, na pequena equipe da Abel, não conseguiu melhorar muito e, como resultado, conseguiu ficar fora do top 10 num grid com catorze carros.

Resultados do treino classificatório. Corrida 1à esquerda e corrida 2 à direita.

Corrida 1


Numa sexta-feira a tarde veio a largada da corrida 1. Lindh fez uma corrida perfeita: largou bem nas duas largadas que houveram, e manteve distância segura tanto de Danial Frost no início da prova quanto de Kyle Kirkwood no fim dela, e se sagrou vencedor da prova 1.

No entanto, o maior destaque ficou por conta de Kirkwood. Ele largava da terceira posição mas, queimou a primeira largada, fazendo com que esta fosse abortada e o piloto fosse movido para o fim do grid. Daí veio a grande confusão da curva um, quando vários pilotos deixaram para disputar freada e retardá-la ao máximo. Muitos tiveram problemas para fa zer a curva um, Moisés de la Vara e Phillipe Denes se tocaram, enquanto Kory Enders e Ian Rodriguez também se enroscaram. Quem se aproveitou foi a galera que largava mais atrás: Robb foi para o terceiro lugar, ultrapassado por Frost na largad, que não tinha ninguém a frente e, por isso, conseguiu largar melhor; Nikita Lastochkin (Exclusive) pulou de nono para quarto em uma curva, bem como Thompson foi para quinto e Kirkwood foi para sexto.

Kirkwood constinuou sua recuperação, passando Thompson e Lastochkin quando estes faziam um 3-wide na freada da curva 7. Kirkwood ainda ganhou uma posição extra quando Robb freou muito tarde e foi para a grama, caindo para o sexto posto. No fim da primeira volta, Lindh e Frost disputavam a liderança, com Kirkwood em terceiro e Thompson em quarto, Lastochkin em quinto e Robb em sexto.

Thompson, mesmo com desempenho inferior a Juncos de Robb, conseguiu se manter em quarto por muito tempo, perdendo esta posição faltando apenas quatro voltas para o fim da prova. Robb salvou um quarto lugar depois do erro na primeira volta, enquanto Thompson conseguiu um top 5 mesmo com desempenho bastante inferior.

Lá na frente, Lindh mantinha uma distância segura de cerca de um segundo de Frost, que segurava Kirkwood atrás de si. Kirkwood estava bem próximo, mas tinha dificuldades de colocar por dentro de Frost, que parecia um pouco mais rápido de reta. Para solucionar isso, na volta 20, Kirkwood colocou por fora de Frost na curva um, assim, quando ambos foram para a curva dois ele estaria por dentro, espalhou para cima do cingapuriano e assumiu o segundo lugar, deixando Frost em terceiro. Infelizmente, apesar de ter ganhado a posição, o movimento custou cerca de um segundo e meio de vantagem a favor de Lindh, que Kirkwood não conseguiu tirar e terminou no segundo posto.

Resultados e pódio.

Corrida 2


A última corrida da Indy Pro 2000 no fim de semana aconteceu no sábado de manhã. Lindh largou bem novamente e conseguiu passar sozinho na curva um, quando Robb largou mal e teve de se defender de Kirkwood e Frost. Os três fizeram um 3-wide na entrada da curva um, quando Kirkwood tocou o bico de seu carro na roda traseira de Robb, tendo danos no carro da RP, indo pros pits para um novo bico e perdendo uma volta. Frost estava por fora, e acabou sendo ultrapassado por Lastochkin na curva um.

Mais atrás, Enders largava mal e embolava o grid, com Thompson aproveitando e pulando do 13º para o 7º lugar, ficando atrás de Jacob Loomis e Ian Rodriguez no pelotão intermediário. Moisés de la Vara (DEForce) e Antonio Serravale (Pserra) vinham logo atrás. Enquanto os quatro primeiros disparavam na frente, Rodriguez e Loomis seguravam Thompson, de la Vara, Serravale e Phillipe Denes (FatBoy Racing). 
Jacob Loomis, Parker Thompson e Antonio Serravale ao fundo.
Isso permaneceu até a volta quinze (de 25 totais), quando o carro de Rodriguez começoua ter problemas e o guatemalteco começou a andar mais lento. Mesmo lento, foi difícil ultrapassá-lo e os cinco pilotos (Loomis, Thompson, de la Vara, Denes e Serravale) estiveram muito juntos. Thompson finalmente conseguiu colocar-se ao lado de Loomis para tentar a ultrapassagem na curva um da 16ª volta, mas de la Vara emparelhou com os doios, que fizeram um 3-wide. Na curva, de la Vara conseguiu levar a melhor e passar os dois, enquanto Thompson vinha logo atrás de mexicano e Loomis ia para fora da pista, caindo para o 11º lugar. Todos passaram Rodriguez, que se arrastou até o último piloto na volta do líder.

A luta de Thompssom pelo quinto lugar com de la Vara continuou até faltar duas voltas pro fim, quando finalmente conseguiu colocar por dentro do mexicano para conquistar seu segundo top 5 no fim de semana, o que não evitou do canadense cair para o segundo lugar no campeonato, mas salvou um pouco a lavoura das péssimas posições de largada.

Lá no pelotão na frente, Frost subiu ao terceiro lugar ao passar Lastochkin na curva um da volta dois e, apesar de toda a pressão do cingapuriano para cima dos pilotos da Exclusive, nada mais na prova aconteceu. Lindh vence" Robb termina a prova no segundo lugar e Frost fica com o terceiro posto.

Resultados e pódio.
No campeonato, com essa vitória, Lindh conseguiu passar Thompson pela liderança do campeonato, tendo 109 pontos contra 98 do canadense. Em terceiro vem Danial Frost com 85 pontos, dois pontos a mais que Sting Ray Robb e dezessete pontos a mais que Kirkwood, que caiu para o quinto lugar com o abandono na segunda prova.

A próxima corrida é a primeira corrida no oval da temporada: a Freedom 90 realizada no sábado antes das 500 milhas, no Lucas Oil Raceway. Até lá!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]