Post Page Advertisement [Top]

O holandês Rinus van Kalmthout estreará o ano que vem na Indy Lights pela equipe Juncos Racing, marcando ser o terceiro campeão da Pro Mazda a correr na Lights pela equipe de Ricardo Juncos.
Um novo shoey.
Anunciado nesta quinta-feira (20 de dezembro) o primeiro piloto da equipe Juncos Racing, e ele é o atual (e último) campeão da Pro Mazda, o holandês Rinus van Kalmthout, que adotou o nome de Rinus VeeKay nos EUA.

O piloto de 18 aninhos estreou nos monopostos direto no Road to Indy, na USF2000 do ano passado. Era pra ser na Carlin Benik, mas o projeto nunca deu certo e o piloto rapidamente migrou para a Pabst Racing. Nesse ano de estreia ele foi extremamente regular, e com o bom equipamento da Pabst naquele ano ele conseguiu bater de frente com a Cape Motorsports e brigar pelo título com Oliver Askew. 

No fim, veio o vice campeonato e uma vaga na Juncos para avançar para a Pro Mazda desse ano. Apesar do início de temporada ser regular mas não tão bom, o holandês venceu seis corridas seguidas e disparou na liderança do campeonato quando seu rival, Parker Thompson, deu uma escorregada na segunda metade do campeonato.

Com o título e 790 mil dólares no bolso, a renovação com a Juncos ficou mais fácil, já que os patrocínios pessoais do piloto (o mercado holandês Jumbo e a federação nacional de automobilismo holandês). 

A Juncos Racing segue para seu quinto ano seguido na Lights, sendo que essa será a terceira temporada que a equipe terá em seu elenco o vencedor da Pro Mazda, categoria logo abaixo. Dos dois anteriores, Spencer Pigot conseguiu emendar um segundo título com a Juncos (Pro Mazda em 2014 e Lights em 2015), enquanto Victor Franzoni teve problemas de patrocínio nesse ano e teve de recolher seu carro para na bater algumas vezes para poder fazer todas as provas do ano.

A equipe de Ricardo Juncos já esteve no primeiro escalão da Indy Lights até no ano passado, quando a equipe e seus recursos eram focados apenas na Lights e na Pro Mazda, já que nessa fase a equipe conquistou dois títulos, um com Pigot e um com Kaiser. No entanto, o futuro da equipe ainda está meio incerto, já que o avanço para a Indy parece complicado, com a equipe tendo problemas com recursos financeiros e tendo de recorrer a pilotos pagantes (nesse ano foram três) e ainda procura algum deles para a temporada do ano que vem. Essa incerteza na Indy principal reflete um pouco na Indy Lights, pois os recursos da equipe acabam divididos entre todos.

No entanto, a principal diferença entre o ano passado e esse ano é que o piloto da Lights já possui mais recursos financeiros, fazendo com que a estrutura da Lights consiga se manter (talvez, não sei o quanto de patrocínio pessoal VeeKay possui), já que Franzoni tinha apenas o dinheiro do título da Pro Mazda para bancar.

No mais, Rinus VeeKay é um ótimo piloto e vem brilhando no Road to Indy, tem tudo para ter um futuro grande na Indy.

Mas pra isso, antes, tem que fazer um ótimo trabalho na Lights!


Pilotos confirmados na Indy Lights:

Andretti Autosport:


Belardi Auto Racing:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]