Post Page Advertisement [Top]

Atual campeão da Indy, americano da Penske coloca pneus novos após a última bandeira amarela e supera o líder da prova Robert Wickens, para vencer a primeira no ano. Tony Kanaan é o único brasileiro a terminar a prova, em oitavo. Pietro Fittipaldi bate no início e abandona, enquanto que Matheus Leist teve problemas nos pits que comprometeram a sua corrida.

Logo na largada, o francês Sébastien Bourdais arrancou forte e segurou a ponta, seguido por seu compatriota Simon Pagenaud. Terceiro no grid, Will Power não conseguiu acompanhar os líderes e foi superado por Alexander Rossi. Entre os brasileiros, Tony Kanaan conseguiu manter a nona posição da largada, enquanto que Pietro Fittipaldi perdeu uma e caiu para décimo-primeiro, enquanto que Matheus Leist ganhou uma e subiu para décimo-quinto.

Além de ter que segurar a pressão dos adversários, Bourdais enfrentou outro problema logo no início da corrida. Pouco antes da volta de aquecimento de pneus, o motor do carro do francês apagou a depois religado, o que acabou gerando a perda da telemetria que, em tempo real, manda informações sobre o que acontece com o carro para a equipe.

Na volta 42, Pietro Fittipaldi escapou um pouco do traçado ideal, deixou o carro escorregar e bateu no muro de proteção. O acidente com o brasileiro estreante causou a primeira bandeira amarela da corrida.

Então, alguns pilotos aproveitaram a bandeira amarela para entrar nos pits para fazer o reabastecimento e a troca de pneus, mas Bourdais e Rossi não foram muito felizes em seus pit-stops. Bourdais travou as rodas na hora de parar e acabou acertando um mecânico e Rossi entrou em um ângulo errado, parou todo torto e precisou ser empurrado para ter seu carro posicionado na posição correta para fazer o seu pit.

Por causa das trapalhadas em seus boxes, Bourdais e Rossi acabaram punidos com uma passagem no pit-lane para cada um e deram adeus às suas chances de conseguirem bons resultados na corrida.

Na relargada, que veio na volta 51, Will Power, que escolheu não parar na amarela e herdou a primeira posição, acelerou forte para segurar a liderança, seguido pelo atual campeão, Josef Newgarden em segundo e Robert Wickens em terceiro.

Na volta 121, outro brasileiro, desta vez Matheus Leist enfrentou problemas. O gaúcho, que fazia a segunda parada nos pits, arrancou com o seus carro antes de todas as rodas estarem presas e acabou perdendo a roda traseira esquerda de seu AJ Foyt #4. Com isso, apenas Tony Kanaan seguiu representando o Brasil na pista de Phoenis, em nono lugar.

Após todos os pilotos terem feito a segunda parada nos pits, James Hinchcliffe era o novo líder, mas não seguia tranquilo na ponta, pois era muito pressionado por Robert Wickens, seu companheiro de equipe. A pressão foi tanta, que Wickens superou o prefeito de Hinchtown algumas voltas mais tarde e assumiu a liderança.

Na volta 153, Will Power também abandonou após escorregar na parte suja da pista e bater com o seu Penske #12 no muro. Como o carro não deixou detritos na pista e conseguiu entrar nos pits, a bandeira amarela não foi agitada e a corrida seguiu normalmente. Outro que encontrou a muro do circuito de uma milha de Phoenix foi Kyle Kaiser, da Juncos, que também escorregou na parte suja da pista.

Faltando 45 voltas para o final, Newgarden assumia a liderança depois queBourdais , último que faltava, entrou nos pits, com Ed Jones em segundo e Robert Wickens logo atrás, em terceiro. Faltando 21 voltas para o final, Ed Jones bateu forte no muro e causou a segunda amarela da corrida.

Com o Safety Car na pista, muitos pilotos, incluindo Newgarden, entraram nos pits para colocar pneus novos, em uma estratégia arriscada de acelerar com tudo nas voltas finais se aproveitando das boas condições dos compostos novos. Apenas Hinchcliffe, Wickens e Rossi não adotaram essa estratégia e seguiram na pista.

A relargada foi autorizada a sete voltas para o final. Na quarta posição após a sua última parada, Newgarden acelerou com tudo e ultrapassou Rossi e Hinchcliffe com facilidade. Algumas voltas mais tarde, após muita insistência, o atual campeão da IndyCar conseguiu ultrapassar o bom calouro Wickens para assumir a liderança e garantir a sua primeira vitória na temporada, a primeira também em Phoenix.

Confira abaixo o resultado final da prova:


A próxima etapa é já no próximo domingo (15), nas ruas de Long Beach, na Califórnia. Até lá!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]