Post Page Advertisement [Top]

Sebastien Bourdais vinha fazendo grande prova em Long Beach. Veloz, ele era o segundo colocado após fazer duas belas ultrapassagens em Scott Dixon – após a primeira ter sido considerada ilegal devido ao francês ter colocado duas rodas depois da linha de saída do pit lane.

No entanto, um acidente de seu companheiro de equipe Zachary Claman de Melo, destruiu sua corrida após ele entrar nos boxes quando eles estavam fechados. O piloto, que foi obrigado a retornar à pista sem trocar pneus, caiu para trás e teve de se recuperar. Porém, enquanto ele realizava sua recuperação, ele foi acertado por Jordan King no hairpin e perdeu todas as posições. No fim, segurado por Matheus Leist, ele foi o 13º.

O francês não gostou da atuação dos concorrentes na prova de Long Beach e os criticou.

"Infelizmente, como time, aproveitamos para ficar na pista por muito tempo e depois veio a bandeira amarela" falou o francês. A direção de prova poderia ter esperado alguns segundos antes de fechar os boxes, mas eles não fizeram isso e fomos para a parte de trás, onde tivemos que correr com idiotas."

"Eu estive disputando com Charlie Kimball lado a lado e ele não me dava espaço, e chegou a tocar na minha asa dianteira. Foi praticamente um jogo a partir daí. Eu cometi um erro por causa disso, tentando passá-lo novamente mais tarde na curva 9. O carro não virava mais."

"Então Jordan King se sentiu como um herói e nos jogou para fora", continuou ele.

Bourdais e uma galera no meio da confusão causada por Jordan King.

"Depois disso, tive que lidar com outro idiota: Matheus Leist, que tentou nos bater duas vezes. Realmente não havia muito a salvar depois disso. É muito decepcionante. O carro estava bom. Passamos um monte de caras e não temos nada para mostrar após isso."

Fonte: Motorsport

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]