• USF2000: Baron e Kirkwood começam com o pé direito e vencem em St. Petersburg


    Um novato e um veteraníssimo do Road to Indy vencem as primeira provas do ano no circuito citadino de St. Petersburg. Brasileiros não vão tão bem na primeira prova, mas se redimem na segunda.

    Cooper Tires USF2000 Grand Prix of St. Petersburg Presented by Allied Building Products 1


    Os 25 pilotos formavam o grid da corrida 1, que teve início no sábado a tarde.E, num grid com 25 garotos buscando provas habilidade na primeira oportunidade que tem, houve um certo caos na largada.

    O pole position Jose Siera largou mal e Kyle Kirkwood tomou a ponta para si na curva um. Igor Fraga, que vinha no quarto posto, acabou ficando para trás na largada, perdendo quatro posições antes mesmo de chegar a cuva um; quando ela chegou, o brasileiro foi tocado por Zach Holden e rodou na pista. Tentando evitar o caos que vinha a frente, Manuel Cabrera freou forte e rodou também, deicando Oscar de Luzuriaga sem onde ir. Fraga e Luzuriaga voltaram para a prova no fim do grid, enquanto Cabrera abandona. Bandeira amarela.

    Sabre Cook e Michael d'Orlando
    Durante a largada houveram muitos toques menores, que fizeram. Alex Baron pulou de sexto para terceiro na largada, mas foi punido por queimar a linha de largada/chegada e teve de cumprir um drive through, o mesmo aconteceu com o brasieliro Lucas Kohl, punido e tendo de cumprir uma passagem pelos boxes, enquanto Kaylen Frederick foi aos pits arrumar danos em seu carro.

    Na volta cinco, depois da relargada, Kirkwood liderava, seguido dos estrantes Jose Sierra e Jamie Caroline, do experiente Darren Keane e Calvin Ming (que pulou de 14º para 7º), do estreante Colin Kaminsky e de dois carros da Team Pelfrey: o sulafricano Julian van der Watt e da brasileira Bruna Tomaselli. Igor fraga estava em 17º e Lucas Kohl em 22º.

    Aos poucos os carros iam se separando na pista. Kirkwood seguia aumentando sua diferença para Sierra e Caroline, que se distanciavam de Keane, que abria aos poucos de Ming, Kamisky e van der Watt. Tomaselli liderava o pelotão intermediário, uma longa fila de carros do sétimo ao décimo sétimo lugar.

    Calvin Ming.
    No fim, a corrida amornou lá na frente, com as maiores ações ficando para o pelotão intermediário. Lá vimos a grande subida dos brasileiros Igor Fraga e Lucas Kohl, que utrapassaram nove e cinco carros, respectivamente, além de Kaylen Frederick conquistar sete posições. No fim, Tomaselli foi o melhor piloto brasileiro da corrida, terminando em sétimo, com Igor Fraga em oitavo e Lucas Kohl em 14º.

    Lá na frente as coisas amornaram, com Jamie Caroline sendo o único piloto a dar mais emoção no grupo. O britânico pressionou Sierra pelo segundo lugar durante três voltas, quando conseguiu passar o mexicano colocando por dentro na curva um e assumir o segundo lugar. Ele buscava a liderança e se aproximada de Kirkwood, mas tocou no muro na volta onze e foi aos boxes para abandonar.

    Do meio para o fim da prova, muitos pilotos estreantes passaram a cometer o mesmo erro, devido aos pneus mais desgastados. Zach Holden, Russel McDonough e David Osborne cometeram o mesmo tipo de erro e terminaram a prova no fim do pelotão.

    Sem a presença de Caroline, as coisas ficaram mais fáceis na frente, e Kirkwood vence! Sierra passa em segundo e Keane termina em terceiro.

    Resultado e as moças no pódio fugindo do guaraná como se fosse sangue de barata.

    Cooper Tires USF2000 Grand Prix of St. Petersburg Presented by Allied Building Products 2


    No domingo de tardezinha, pouco depois da prova da Indy, teve início a segunda prova do fim de semana da USF2000. Dessa vez a largada foi tranquila e sem incidentes. Baron e Fraga largaram bem, mantendo suas posições, enquanto Kirkwood não largou tão bem e perdeu posição para Lucas Kohl, que o passou por fora na curva um, e para Jamie Caroline, que o passou na curva quatro. Tomaselli não largou tão bem e acabou caindo de sétima para 11ª até a curva quatro.

    A largada sem incidentes foi bom para os ponteiros. Alex Baron seguiu na ponta da corrida, enquanto o segundo colocado, Igor Fraga, segurava Kohl e Caroline. Mais atrás, Kirkwood segurava Frederick, enquanto ambos abriam de Julian van der Watt, Rasmus Lindh, Jose Sierra e do pelotão intermediário.

    Caroline seguia insano e perseguia Kohl até conseguir a ultrapassagem na curva quaro da quarta volta, indo ao encalço de Fraga, enquanto Kohl tinha que lidar com Kirkwood. Ele chegou no brasileiro na volta sete e começou a pressioná-lo sempre na curva um. Na oitava volta colocou por dentro, mas recolheu antes da freada; na nona volta conseguiu colocar por dentro, mas não conseguiu frear e embarrigou a curva, possibilitando a Fraga dar o xis no inglês.

    Keith Donegan
    A briga entre os dois foi amornando aos poucos, com as ultrapassagens acontecendo mais atrás. Destaque para Rasmus Lindh, que largou em 14º mas na segunda volta já estava em oitavo e, pouco a pouco, foi ultrapassando oponentes na curva um. Primeiro van der Watt na terceira volta, depois Kaylen Frederick na volta dez.

    Como de praxe, começaram os erros de estreants com pneus desgastados. Kirkwood, enquanto pressionava Kohl, acabou tocando o muro da saída da curva dez e, apesar de seu carro não ter se danificado, o piloto da Cape Motorsports perdeu o contato com o brasileiro da Pabst Racing e se resignou com o quinto lugar. Duas voltas depois, Kaylen Frederick deixou seu carro escorregar demais na curva três, e acabou tocando o muro também e caiu para o fim do grupo que ele acompanhava, ficando no nono posto.

    Mas o mais forte desses erros veio na volta 19. Rasmus Lindh, depois de ter se livrado do resto do pelotão e partir a caça de Kyle Kirkwood, chegou no piloto da Cape disposto a tudo para ganhar a posição, mas sua asa traseira já danificada da largada não aguentou e quebrou entre as curvas doze e treze. Lindh abandona, e bandeira amarela faltando cinco voltas pro fim.

    Na relargada, faltando quatro voltas para o fim da prova, os ponteiros conseguiram largar bem e se manter. Exceto Jamie Caroline. O inglês largou mal e, quando disputava com Kohl para não perder o terceiro lugar, acabou embarrigando a curva um e perdeu posição não só para o brasileiro mas para Kyle Kirkwood também. Caroline segurou o pelotão e, na confusão Jose Sierra e Zach Holden conseguiram se dar bem, subindo para o sexto e sétimo lugares, posições em que terminaram a prova.

    Caroline se recuperou a tempo de meter o bedelho na briga entre Kohl e Kirkwood e, se aproveitando de uma brecha dada pelo americano quando tentava passar Kohl, Caroline passou-o por fora na curva cinco.

    Com isso, Kohl se assegurou no terceiro lugar, Igor Fraga fez a dobradinha brasileira no pódium e Alex Baron venceu!

    Acho que essa é a primeira vez que Lucas Kohl não olha para a câmera certa em uma foto de pódio.
    Depois dessa primeira etapa, Kyle Kirkwood sai na ponta do campeonato com 48 pontos, sete a mais que José Sierra e nove a mais que o brasileiro Igor Fraga. Todos os brasileiros estão entre os dez primeiros, com Lucas Kohl em sétimo com 30 pontos e Bruna Tomaselli em décimo com 21 pontos!

    A próxima etapa, entretanto, é só em meados de maio, com uma rodada dupla no circuito misto do IMS e uma corrida no oval de Lucas Oil, até la!
  • POSTAGENS RELACIONADAS

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário