Post Page Advertisement [Top]

Vindo do DTM, piloto canadense da SPM foi o mais rápido no treino classificatório para a abertura da temporada em St. Pete. Matheus Leist vai bem e larga em terceiro e Tony Kanaan larga em décimo.

O treino classificatório começou por volta das 16h30 no horário brasileiro. E como é de praxe nos mistos e circuitos de rua da temporada, a IndyCar separou os pilotos em dois grupos de 12, como você pode ver na imagem abaixo:


O primeiro grupo foi bastante agitado, e logo no começo Zach Veach e Alexander Rossi, ambos da Andretti, andavam com forte ritmo e  se colocaram entre os primeiros na primeira sessão. Newgarden, Hunter-Reay e Tony Kanaan também andavam forte, abaixo da casa dos 1min01s.

No final da sessão, quase tudo mudou. Jordan King brotou entre os primeiros com o tempo de 1:00.048. Rossi, Robert Wickens, Kanaan, Ryan Hunter-Reay e Pagenaud completaram os seis primeiros. Newgarden, atual campeão, foi o primeiro eliminado do primeiro grupo.

Alguns minutos mais tarde, o segundo grupo entrou na pista e, ao contrário do primeiro, os pilotos demoravam um pouco mais para atingirem bons tempos. 

Enquanto Bourdais e Marco Andretti eram os líderes, Graham Rahal rodou na pista e causou uma bandeira vermelha, atrapalhando não só os pilotos, como a ele mesmo, que perdeu os dois melhores tempos registrados até então. Com a bandeira verde tremulando, Will Power saltou pra primeiro, juntamente com Matheus Leist, Scott Dixon, James Hinchcliffe e Gabby Chaves. Marco Andretti ia conseguir a última vaga do segundo grupo para o Round 2, mas como ele é ruim, Spencer Pigot acabou entrando em seu lugar nos últimos segundos.

O Round 2 começou e a salada de zebras começou. Power, Wickens e Rossi fizeram bons tempos logo de cara, mas no fim, uma garoa bem molhada começou a cair na pista. E os carros que já estavam arredios, ficaram mais ainda.

Após uma bandeira vermelha causada por Pagenaud, quem começou o Round 2 devagar acabou se dando mal devido a leve chuva. Hunter-Reay, Hinchcliffe, Dixon, Kanaan, Chaves e o próprio francês da Penske pagaram caro por isso, ficando de fora do Fast Six. Wickens, Power, Rossi, Jordan King, Leist e Sato avançaram.

Minutos mais tarde, veio a confirmação de que Alexander Rossi seria punido, passando o lugar no Fast Six para seu companheiro de equipe, Ryan Hunter-Reay.

O Fast Six veio e, com ele, a chuva também. Com isso, os tempos ficaram lá no alto. A curva 1 era a mais alagada e complicava a vida dos pilotos.

Hunter-Reay e Sato iam bem, mas Leist e Power começaram a baixar os tempos quando a pista começava a secar. No fim, quando a pole parecia cair nas mãos de Will Power pela 23784192 vez, Robert Wickens surpreendeu a todos e cravou a pole: 1:01.664. 0.071 mais rápido que o australiano da Penske. É a primeira pole de Wickens na IndyCar, logo na sua estreia. Impressionante.

Confira abaixo o grid de largada:


A largada para o Firestone Grand Prix of St. Petersburg acontece amanhã a partir das 13h40, com transmissão ao vivo da Band e do Bandsports.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]