Post Page Advertisement [Top]

Kyle Kirkwood e Cape Motorsports mantém sua hegemonia na categoria e fazem o melhor tempo nos dois dias dos treinos de primavera. Lucas Kohl figura entre os três melhores, enquanto Bruna Tomaselli e Igor Fraga começam suas temporadas com o pé direito.

Depois de um longo período de quase quatro meses sem treinos, o Road to Indy voltou às pistas oficialmente nos testes de primavera. Pro Mazda e USF2000 foram à pista por dois dias, em três sessões de 45 minutos cada dia.

O primeiro dia foi uma mostra do que vimos no fim da temporada passada. A Pabst Racing mostrou grande força nesse dia, contando com a experiência de seus pilotos, já que três dos quatro pilotos que compõem a equipe correram a temporada passada. Os quatro carros de Augie Pabst estiveram entre os cinco primeiros na primeira e terceira sessões (na segunda sessão os pilotos fizeram apenas uma volta de verificação). O novato Rasmus Lindh foi o mais rápido da equipe, sempre seguido pelo brasileiro Lucas Kohl.

Entretanto, na ultima volta da ultima sessão, a Pabst perdeu o melhor tempo para a Cape Motorsports e Kyle Kirkwood, sendo os únicos a baixarem de1:23.8 e relegar Lindh e Kohl ao segundo e terceiro postos, respectivamente.

Mata atrás de Cape e Pabst vinham a DEForce Racing e a Team Pelfrey. Kory Enders conseguiu se sobressair do pelotão intermediário, sendo o único a de intrometer entre os carros da Pabst. 

Kyle Dupell (Pelfrey) e José Sierra (DEForce) foram os líderes do pelotão intermediário, formado pelos outros pilotos da Pelfrey e da DEForce, pela Team Benik, pela BN Racing, pela Sol.O Racing, pela Newman Wachs de Darren Keane e pela ArmsUp de Keith Donegan.

O segundo dia foi consideravelmente parecido com o primeiro. As principais diferenças estavam no melhor desempenho da Cape, que fez Kirkwood liderar dois treinos e ficar em segundo no outro, e de uma aproximação um pouco maior de Enders e Dupell no pelotão da frente.

No pelotão intermediário é bom destacar o crescimento da Newman Wachs de Darren Keane e da Exclusive do brasileiro Igor Fraga, os únicos pilotos que conseguiram alavancar as duas equipes para o meio do grid e brigar com Pelfrey, DEForce, BN e Benik.


No fim, o que vimos não se mostrou muito diferente do visto na temporada passada, com Cape e Pabst um bocado a frente das outras. Isso é bom para o brasileiro Lucas Kohl e para o americano Kaylen Frederick, que não são estreantes e, além do equipamento de ponta, possuem a vantagem de conhecer a maioria das pistas desse ano, enquanto Rasmus Lindh e Kyle Kirkwood tem de remar um pouco mais.

Vimos também um bom treino de Bruna Tomaselli, que ficou estavelmente no meio do grid em uma equipe nova para ela e em uma pista pouco conhecida. Aliar isso a sua experiência de meia temporada na categoria pode render bons frutos para ela e para a Pelfrey.

Mas, ao meu ver, o maior destaque positivo fica por conta de Igor Fraga. O mineiro treinou apenas no segundo dia, numa equipe que vinha tendo dificuldades de andar no meio do pelotão durante os treinos, e chegou a fazer o oitavo tempo na ultima sessão. Espero que esse tipo de atividade onde o piloto tem de ficar fazendo recuperação atrás de recuperação não seja o caso, mas, caso seja, Fraga mostrou que tem competência para fazê-lo.

Junto com a Exclusive Autosport no destaque negativo está a Newman Wachs Racing, que lotearam o fim do grid junto com a ArmsUp e Colin Kaminsky.

A próxima atividade coletiva são dois dias de treinamentos no Barber Motorsports Park, nos dias 3 e 4 de março e depois todos já partem para St. Pete, na primeira etapa da temporada 2018 da USF2000. Até lá!!

Um comentário:

  1. Show de comentário, parabéns para o jornalista que escreveu esta matéria. "Perfeita"!
    Percebe que o Igor Fraga não participou do primeiro treino (sábado). Ele só teve a oportunidade para acertar o carro no segundo dia (domingo) enquanto todos já haviam acertado no dia anterior(sábado). Como o tempo estava muito curto, não teve tempo para passar todo equipamento. Como este treino não soma a nada, agora e só torcer e esperar que ele tenha mais chances em St. Pete (na próxima semana).

    ResponderExcluir

Bottom Ad [Post Page]