Lights: Jamin desencanta e vence a segunda prova de Mid-Ohio

O francês de Rouen volta a vencer depois de oito provas afastado do primeiro lugar, enquanto os líderes do campeonato, incluindo Matheus Leist, se embananam todos.
Jamin voltando a sorrir.
A segunda parte do fim de semana começou bem parecida com a primeira parte dele, onde a Belardi Auto Racing e a Andretti Autosport foram muito bem enquanto a Juncos e a Carlin ainda sofriam com a falta de desempenho. Colton Herta e Santiago Urrutia, dois dos postulantes ao título, duelaram novamente pela pole position, onde Herta ganhou quando a bandeira quadriculada já era agitada, avisando o fim do treino, e ficou com a pole da prova 2. Enquanto isso, os outros dois pilotos postulantes ao título estavam bem mais pra trás: Kyle Kaiser amargou um nono lugar no grid enquanto Matheus Leist vive seu inferno astral em Mid-Ohio e ficou a frente apenas de Garth Rickards, novamente.


A largada para a primeira das 38 voltas ocorreu sem incidentes, mas não foi nada tranquila. Tanto Urrutia quanto Herta são bons largadores, e ambos largam bem, passando lado a lado na curva um de Mid-Ohio, e, mesmo parecendo que Urrutia manteria a frente, Herta atrasa a freada da curva dois e assume a liderança. Nico Jamin, que estava logo atrás de Herta, consegue se aproveitar do desequilíbrio de Urrutia e sobe para o segundo lugar.

Nico Jamin estava com grande desempenho e, logo na saída da curva dois, mantém o bom momento e coloca por fora de Herta na curva quatro, emparelhando com seu companheiro de equipe e espalhando na curva cinco, assumindo a liderança da prova. Um pouco mais atrás, Dalton Kellett e Garth Rickards faziam uma réplica da disputa pela liderança, só que disputando o 13º lugar. Kellett tentou espalhar para cima de Rickards na curva cinco, mas o americano da Carlin não abriu e o toque veio. Kellett perdeu uma volta arrumando seu carro, enquanto Rickards foi aos boxes para abandonar.
Kellett levantando Rickards.
No fim da primeira volta, Jamin ainda lidera, mas com Herta e Urrutia na sua cola. Pouco atrás vinha Shelby Blackstock, com uma certa vantagem para o quinto colocado, Nicolas Dapero. O argentino segurava todo o resto do pelotão, formado no fim da primeira volta por: Zachary Claman de Melo, Juan Piedrahita, Ryan Norman, Kyle Kaiser, Aaron Telitz, Neil Alberico e Matheus Leist.

Logo depois veio a ascenção e queda de Colton Herta.

O filho de Bryan Herta consegue assumir a liderança da corrida na reta oposta da segunda volta, usando o  push-to-pass para passar Jamin. Entretanto, quando vinha construindo uma pequena diferença sobre o francês, Colton Herta erra na curva dez, roda e vai para o fim do grid.

Herta volta logo atrás do comboio segurado por Dapero. O argentino deixa de Melo passar na terceira volta, mas o veteraníssimo Juan Piedrahita tem problemas para passaro piloto da Juncos. Mais atrás, o outro piloto da Juncos, Kyle Kaiser, se deu bem no congestionamento subiu no grid passando Norman e brigando no grupo de Dapero e Piedrahita. 

Isso deu certo apenas até a volta treze, quando Piedrahita tentou colocar por fora de Dapero na reta oposta, mas o argentino fechou bem a porta e, com a perda de momento de Piedrahita, Kaiser tentou colcar por dentro na curva seis, entretanto, não houve espaço e Kaiser tocou em Piedrahita. Ambos vão para a área de escape e voltam para a pista, com Piedrahita no fim do grid e Kaiser perdendo uma volta.
Kaiser e Piedrahita de lado na pista. Parece competição de Drift.
No fim desse grupo, vimos Dapero ainda segurando todos: Ryan Norman, Neil Alberico, Matheus Leist e Colton Herta. Colton consegue escalar novamente o grid, ultrapassando os quatro e terminando a prova salvando um sexto lugar. Norman consegue passar Dapero nas últimas duas voltas e conseguiu ficar em sétimo, enquanto o argentino ficou em oitavo, com Alberico em Nono e Matheus Leist ficando em décimo. 

Mais a frente, Shelby Blackstock, Zachary Claman de Melo e Aaron Telitz se beneficiaram de passar pelo muro chamado Nicolas Dapero o mais cedo possível e ficaram no meio do caminho entre os líderes e o pelotão intermediário.

Lá na frente, Jamin e Urrutia duelavam pela ponta da prova. O francês tinha dois segundos de vantagem até o meio d prova mas, faltando dez voltas para o fim, Urrutia apertou o ritmo e conseguiu encostar em Jamin. Entretanto, apenas em uma oportunidade o uruguaio conseguiu colocar seu carro lado a lado do francês, na penúltima volta. Jamin manteve-se por dentro, enquanto Urrutia tentou o maximo por fora, mas não deu. Urrutia amargou o segundo lugar, enquanto Jamin vence! 

Resultados e pódio.

Faltam apenas duas corridas para o fim do campeonato, uma em Gateway e outra em Watkins Glen, e Kyle Kaiser ainda é o líder, com 42 pontos de diferença para Santiago Urrutia e para Colton Herta. Como o primeiro colocado marca até 33 pontos e, com 14 carros largando, 
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário