[LIGHTS] Os estreantes Aaron Telitz e Colton Herta vencem em st. Petersburg

Novamente dominada por estreantes, a Indy Lights viu duas novas caras no alto do pódio: o campeão da Pro Mazda do ano passado, Aaron Telitz e o filho de Bryan Herta, Colton Herta.
Herta foi o vencedor da etapa, por ser o único a estar nos dois pódios.

Mazda Grand Prix of St. Petersburg presented by Cooper Tires Race 1

Na primeira corrida da temporada, no sábado à tarde, Aaron Telitz (Belardi) largava da ponta, com Kyle Kaser (Juncos) a seu lado. Juan Piedrahita (Pelfrey) e o brasileiro Matheus Leist (Carlin) vinham logo atrás enquanto Colton Herta (Andretti) e Santi Urrutia (Belardi) vinham logo atrás na terceira fila.
Foto da largada antes da confusão. Repare no carro amarelo tentando a consagração. Ele não consegue.
A largada foi meio conturbada. Telitz não largou tão bem e ficou na linha de dentro, enquanto Kyle Kaiser conseguiu colocar de um lado de Telitz e Juan Piedrahita do outro lado e Matheus Leist colocou na extrema direita. O piloto da Team Pelfrey e o piloto de Juncos esqueceram de frear na curva um e passaram direto, fazendo com que os pilotos que estivessem do lado de fora na curva um se dessem pior na largada. 

Telitz, Leist, Blackstock, Herta e Alberico passaram a curva um na frente, enquanto Santi Urrutia, Garth Rickards e Dalton Kellett se envolvem mais no acidente, com Kellett rodando e perdendo muito tempo e fazendo Urrutia ter de ir aos boxes para consertar sua suspensão. Na curva quatro, Alberico passa Blackstock e assume o terceiro posto.

Logo Telitz consegue abrir uma distância mais confortável da dupla da Carlin, enquanto Leist conseguia também abrir distância de Neil Alberico, que segurava Blackstock atrás de si. Esses formavam o pelotão da frente, enquanto Kaiser segurava Herta, a dupla da Pelfrey e Jamin atrás de si, formando o segundo pelotão.
Herta escalando o pelotão.
Essa formação do segundo pelotão durou apenas duas voltas, pois logo na quarta volta Colton Herta conseguiu passar Kyle Kaiser na curva quatro e partir à caça do grupo da frente, deixando Kaiser para se resolver com a dupla da Team Pelfrey.

Na volta sete aconteceu o problema de Leist, quando este estava na segunda posição, a mangueira de freio se rompe, fazendo com que o brasileiro perdesse rendimento rapidamente e fosse obrigadeo a ir aos pits. Lá ficou por sete voltas e voltou à pista, mas já não tinha o mesmo rendimento e abandonou assim que completou metade mais uma volta, a fim de conseguir mais pontos.

A prova seguiu em verde, com Telitz abrindo cada vez mais de Alberico, que abria de Blackstock, que era pressionado por Herta e Kaiser, que havia melhorado mutio seu rendimento e deixado o pleotão intermediário para trás. 

Nicolas dapero em seu famoso pijama.
A corrida seguiu morna, com a única atração até a volta 20 sendo Pato O'ward conseguindo a ultrapassagem em cima de seu colega de equipe, o veteraníssimo Juan Piedrahita.

A partir da volta vinte, Blackstock começou a perder seu rendimento com o alto desgaste de pneus, foi ultrapassado por Colton Herta e logo formou-se uma fila atrás do americano, formada por Kaiser, O'Ward, Piedrahita, Zachary Claman de Melo (Carlin) e Jamin.  Nessa fila, na volta 23, Kaiser consegue passar Blackstock e assumir o quarto lugar mas, como ficou bastante tempo atrás do piloto da Belardi, ele também sofreu com desgaste de pneus e não conseguiu abrir distância, com Blackstock ainda colado nele. Os dois tem um segundo duelo e Blackstock consegue reultrapassar kaiser na curva um da volta 28, levando junto com ele Pato O'ward.

Blackstock consegue se desvencilhar do pelotão intermediário e de O'ward, terminando a prova num tranquilo quarto lugar. O'ward termina em quinto, enquanto Kaiser tem de aguentar a pressão de Jamin e de Melo para terminar em sexto. Piedrahita errou na curva um da volta 26, tocou forte o muro e quebrou sua suspensão traseira esquerda, abandonando.

No pelotão mais a frente, Herta consegue chegar em Alberico e, na volta 25, tenta colocar por dentro do piloto da Carlin na curva um, mas acabanão conseguindo frear a tempo e passa direto na curva, mas sem perder posições. Herta rema tudo novamente e fica colado com Alberico na volta 29; se aproxima novamente do piloto da Carlin e, na curva um da volta 31, consegue a ultrapassagem colocando por dentro e freando mais tarde. Herta termina em segundo, enquanto Alberico passa em terceiro.

Isso porque Telitz andou o tempo inteiro sozinho lá na frente, abriu uma vantagem de mais de dez segundos e vence!!

Resultados e pódio.


Mazda Grand Prix of St. Petersburg presented by Cooper Tires Race 2

No domingo, pouco antes da corrida da Fórmula Indy, aconteceu a corrida da Indy Lights, com Colton Herta largando da pole, com Santi Urrutia ao seu lado. Dalton Kellett e Pato O'ward formavam a segunda fila, enquanto Kyle Kaiser e Nico Jamin formavam a terceira fila.
Foto da largada antes de acontecer a confusão. De novo.
Parecia que a largada seria limpa dessa vez, mas, novamente, não foi. Colton Herta largou bem e se posicionou a frente de Urrutia, que também largou bem e se posicionou a frente de Kellett. Kellett ficou um pouquinho para trás e logo kaiser, Jamin e O'ward tentaram ultrapassá-lo, formando um 4-wide na curva um. Nico Jamin ficou muito por fora e Neil Alberico emparelhou com o francês na curva dois, ambos se tocam e vão para o muro na curva três. Bandeira Amarela.

Leist largou tão bem que deixou até as Belardi pra trás.
Quem se deu melhor na largada foi Matheus Leist que largou bem e logo deixou Claman de Melo para trás, se posicionou por dentro na freada da curva um, passando Blackstock e Telitz e, com a batida de Alberico e Jamin que aconteceu logo na sua frente, ganhou cinco posições.

Relargada acontece na volta seis de 45 programadas. Herta relargou na frente, seguido por Urrutia, Kaiser, Kellett, O'ward, Piedrahita, Leist, Blackstock, Telitz e Dapero. Logo na saída da curva 14, Piedrahita roda sozinho e vai parar no fim do grid.

Enquanto os cinco primeiros se distanciavam um do outro aos poucos, Leist tinha dificuldades em segurar a dupla da Belardi, onde Telitz passou seu companheiro de equip na oitava volta e Leist na volta seguinte, ambos na freada da curva dez.

Kellett fazendo o que sabe fazer de melhor: bater sozinho.
Mais a frente, Pato O'ward aproveita seu bom desempenho e passa Dalton Kellett na volta nove e Kyle Kaiser na volta dez, assumindo o terceiro lugar na corrida. O'ward teria de tirar um bocado de diferença para os líderes, pois, na volta doze, Herta já estava dois segundos a frente de Urrutia, que estava quatro segundos a frente de O'ward. Mais atrás, Kaiser, Kellett e Telitz brigavam pelo quarto lugar, enquanto Leist e Blackstock tinham uma briga particular pelo sétimo lugar.

Assim as coisas permaneceram até a volta 22, quando Dalton Kellett tocou o muro interno da curva sete, quebrou sua suspensão arrastando seu carro até os pits. Bandeira amarela.

Rickards seguindo os passos de Kellett.
Essa durou apenas duas voltas, até Kellett conseguir voltar aos pits, e logo tivemos relargada, onde O'ward relarga mal e perde posição para Kaiser na curva três. Entretanto, a bandeira verde não durou mais que duas voltas, pois na curva três da volta 26, Garth Rickards exagera na curva três, sobe na zebra e acaba batendo no muro da saída da curva. Nova bandeira amarela.

Na relargada, dada na volta 32, Urrutia consegue reultrapassar Kaiser e retomar o terceiro lugar enquanto Matheus Leist começou a sofrer problemas novamente em seu carro e perder rendimento, perdendo também as posições que havia conquistado em sua boa largada e caindo para o 11º lugar.

No pelotão do desespero, Nicolas Dapero tinha assumido o sétimo lugar quando ultrapassou Leist, na volta 35, e deixando Ryan Norman e Zachary Claman de Melo atrás de si. Entretanto, duas voltas depois, de Melo consegue fazer a ultrapassagem no argentino por fora na curva quatro. De Melo, apesar de não ter o melhor dos desempenhos, conseguiu impedir todos os ataques de Nicolas Dapero e passou a linha de largada/chegada em sétimo lugar, com Dapero em oitavo e Norman em nono. Shelby Blackstock sofreu novamente com o desgaste de pneus, mas conseguiu completar em sexto lugar sem ser atacado por de Melo.

No pelotão da frente, Urrutia imprimiu bom ritmo e atacou Herta nas três primeiras voltas após a última relargada, mas começou a perder algum rendimento e teve de segurar os fortes ataques de Pato O'ward para se manter no segundo lugar, enquanto O'ward terminava em terceiro e Colton Herta vencia!
Resultados e pódio da corrida 2.
Com os resultados das duas provas, Herta sai de St. Petersburg líder do campeonato com 59 pontos, 10 pontos a mais que Aaron Telitz e 20 pontos a mais que Pato O'ward. Matheus Leist, com os dois problemas no fim de semana, está em último no campeonato com 16 pontos. 

A próxima etapa do campeonato acontece nos dias 24 e 25 de abril, daqui a 45 dias, no circuito misto de Barber. Até lá!
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário