• [USF2000] Åylå Ågren volta como filha pródiga para a Team Pelfrey e entrará um guianense na Pabst

    A norueguesa não muda de categoria, mas muda de equipe para 2017; Ågren voltou a Team Pelfrey para disputar a USF2000 esse ano. Já nas paragens da Pabst Racing, houve um acerto com Calvin Ming, da Guiana.
    Ambos correram pela Team Pelfrey na FF1600: Ågren em 2012-13 e Ming em 2016.

    Ayla Ågren volta à Team Pelfrey


    Anunciada nessa quarta-feira (8 de feveiro), a Team Pelfrey anunciou a volta da filha pródiga Ayla (sim, ela só tem um Å) Ågren a Team Pelfrey, dessa vez no #82 e patrocinada pela Energima.

    É uma volta pois a piloto já teve uma história com a Pelfrey, na verdade, a melhor parte de sua carreira foi na equipe-abelha. Foi na Team Pelfrey, em 2014, que Ågren se sagrou campeã da FF1600 americana, debutando na USF2000 no ano seguinte.

    Sua vida na USF2000 foi bem mais complicada, passando todo o ano de 2015 sem um top 5 sequer e terminando o campeonato em décimo (de treze que fizeram a temporada completa). No ano seguinte saiu da Team Pelfrey e entgrou na John Cummiskey Racing, mas a sorte não mudou tanto, conseguindo apenas um top 5 em Road America 2 e tendo de perder duas etapas (de Toronto e Laguna Seca) por falta de patrocínio.

    Agora a norueguesa volta à Team Pelfrey para sua terceira temporada. Apesar de não ter mostrado tanto talento na pista até agora, a piloto é bastante regular (completou todas as provas que disputou menos uma) e, quem sabe a experiência não ajuda dessa vez?

    Calvin Ming estreará pela Pabst


    Anunciado nessa terça-feira (7 de fevereiro), Augie Pabst III anunciou seu primeiro piloto para a temporada 2017 da USF2000, e, seguindo a tendência de anunciar pelo menos um piloto de olho puxado na equipe, escalou Calvin Ming.

    O guiano de 21 anos começou nos monopostos em 2015, correndo uma etapa da FF1600 e também correu na F4 Nacam (Mexicana) com equipe própria. No ano passado, Ming correu nos dois campeonatos novamente, mas fazendo temporada completa dessa vez, e o saldo foi positivo. O guiano terminou a FF1600 em quarto lugar com três vitórias e é o atual líder da F4 Nacam, podendo ser o primeiro piloto da Guiana a conquistar um títulono automobilismo internacional.

    Em 2017 ele fará o caminho que Ågren e muitos outros fizeram, passando da FF1600 para a USF2000. Como será que ele se comportará na equipe média da Pabst??

    Aguardemos!




    Pilotos confirmados na USF2000:

    ArmsUp Motorsports:

    Carlin Benik:

    DEForce Racing:

    Exclusive Autosport:

    Newman Wachs Racing:
    Andre Castro

    Pabst Racing:
    Calvin Ming.

    RJB Motorsports:

  • POSTAGENS RELACIONADAS

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário