Lights: Veach vence em Watkins Glen e deixa o campeonato ainda mais embolado.

O hobbit americano vence a penúltima etapa do campeonato, os líderes vacilam e deixam o campeonato mais confuso do que já está. Negrão logrou o quarto pódio seguido!


Num fim de semana um pouco diferente e menos ocupado, aconteceu a 16ª corrida (de 18 no ano) no lendário circuito tapa-buraco de Watkins Glen. Os mesmos doze carros de Mid-Ohio atravessaram metade do país rumo à Nova York e disputar a penúltima etapa do campeonato com sol durante todo o fim de semana.

Os treinos livres, assim como o campeonato, foi muito acirrado, com quase todos os seis (sim, seis) postulantes ao título com os melhores treinos.

Pela manhã, os veteranos Ed Jones (Carlin) e Zach Veach (Belardi) lideraram a sessão, acompanhados pelo novato Dean Stoneman (Andretti) logo atrás. Os outros pilotos da Carlin (Félix Serrales e Neil Alberico) e da Juncos (Zachary de Melo) completaram os sete primeiros lugares, enquanto os pilotos restantes da Andretti (Shelby Blackstock e Dalton Kellett) e Garett Grist (Team Pelfrey) lotearam o fundo do grid na sessão.

André Negrão e Santiago Urrutia, da Schmidt-Peterson, que deram apenas voltas de instalação pela manhã, mostraram realmente seu poderio no treino da tarde. Urrutia e Negrão terminaram a sessão em segundo e terceiro, respectivamente, ficando atrás apenas de Kyle Kaiser, mais um postulante ao título que foi bem nos treinos. Seu companheiro de equipe, de Melo, fez o quarto tempo e Veach ficou com o quinto melhor tempo do dia. Carlin e Andretti foram mal e ficaram na parte de baixo da tabela de tempos.

No dia seguinte veio o treino classificatório e os seis pilotos com chances matemáticas de título ficaram nos sete primeiros lugares do grid. Felix Serralles assim como nos treinos livres, não conseguiu desenvolver grande velocidade, e ficou com o sexto lugar no grid, a frente de Dean Stoneman, que foi contaminado pela má fase de seus companheiros de Andretti e ficou com o sétimo lugar do grid. Os dois postulantes com menos chances de título, Zach Veach e Kyle Kaiser, ficaram em quinto e quarto, respectivamente.

Entretanto, apenas três pilotos brigaram realmente pela pole position. Ed Jones liderou a primeira parte da sessão, mas todos os pilotos melhoraram seus tempos nos cinco minutos finais de qualificação. Nesse tempo, os carros da Schmidt-Peterson pularam para a ponta, com Negrão em segundo e Urrutia fica com a ponta com sua segunda volta mais rápida, já que a sua melhor volta foi anulada. O uruguaio conseguiu a pole position!
Resultados do treino Classificatório.

Mazda Indy Lights Grand Prix of Watkins Glen Presented by Cooper Tires

Largada bem mais movimentada que o resto da prova todo.
A largada, por incrível que pareça, foi limpa! Urrutia largou bem e conseguiu passar a primeira curva na liderança, mas Negrão não largou bem e quem largou no lado par do grid acabou ficando para trás também. Se aproveitando da inabilidade em largadas de Ed Jones, que estava na terceira posição, Zach Veach, que estava em quinto, se posiciona na linha mais externa e consegue abocanhar o segundo lugar na freada da curva um. Negrão consegue manter o terceiro lugar na primeira curva, a frente de Ed Jones, Kyle Kaiser e Dean Stoneman.

Na curva cinco mais brigas por posição. Veach, ainda com bom momentum, coloca seu carro ao lado do carro de Urrutia e passa o uruguaio na reta oposta, assumindo a liderança da prova! Negrão atrasa a freada para se defender de Jones e consegue manter o terceiro lugar. Nessa mesma curva, Serralles, que havia largado mal e caído para o nono lugar, forçava uma ultrapassagem para cima de Zachary de Melo para ganhar algum terreno, mas ele acaba tocando na traseira do canadense e ambos vão aos pits para fazer reparos.

Ao fim da primeira volta, o pelotão da frente era formado por Veach, Urrutia, Negrão, Jones, Kaiser e Stoneman. Mais atrás vinham Garett Grist, Neil Alberico, Dalton Kellett e Shelby Blackstock, com Serralles e de Melo mais atrás por trocar o bico.

Kellett perdendo o bico.
Aos pouquinhos, Veach ia abrindo diferença sobre Urrutia, pois este estava tendo muito desgaste de pneus e também os fritava muito em cada freada mais forte. A partir da volta oito, o hobbitt americano conseguiu ter uma vantagem mais sossegada sobre o segundo colocado, que segurava o pelotão atrás de si.

Neste pelotão vimos alguma atividade na prova. Na volta quatro (de 25 totais) Jones conseguiu colocar por dentro na reta oposta e passou Negrão na curva cinco, partindo a caça de Urrutia, enquanto Negrão se defendia de Kaiser pela quarta posição.  Nessa mesma volta, mas bem mais atrás, Kellett e Blackstock brigavam pelo nono lugar e ambos se tocam, com Kellett perdendo o bico e indo aos boxes também.

Urrutia segurou Jones, Negrão e Kaiser até a volta treze, com Stoneman e Alberico não conseguindo chegar no pelotão que brigava pelo segundo lugar. Na abertura da volta 14, Jones consegue colocar seu carro ao lado do carro de Urrutia, disputa freada com o Uruguai e espalha na curva um, ficando com o segundo lugar. Negrão aproveita o mau momento de Urrutia e consegue emparelhar na reta oposta, passando seu companheiro de equipe na freada da curva cinco. Urrutia seguia com problemas de pneus e perdeu o quarto lugar para Kaiser na curva oito, um ponto incomum de ultrapassagem.

Urrutia com pneu estourado.
Todos eles passaram e Urrutia ficou para trás com pneus ruins. Na volta dezenove, enquanto tentava se manter a frente de Stoneman e Alberico, seu pneu dianteiro esquerdo estoura. Ele se arrasta até os boxes e o troca, mas acaba perdendo uma volta no processo e levando uma punição de 30 segundos por excesso de mecânicos nessa parada nos boxes, terminando a prova na última posição.

Os carros da Andretti também passam a ter problemas de desgaste. Dalton Kellett é forçado a ir aos boxes para que seus pneus traseiros não estourem, enquanto Dean Stoneman passa a se arrastar na pista para cuidar de seus pneus. Com isso, Zachary de Melo, Garett Grist e Félix Serralles sobem de posição e terminam no top 10 da prova; mas ainda estavam muito longe de Neil Alberico e Shelby Blackstock, que tiveram uma prova sem grandes incidentes e terminaram a corrida em quinto e sexto lugar, respectivamente.

no pelotão do segundo lugar não houve mais alterações, com os pilotos mantendo uma diferença de cerca de um segundo e meio um do outro. Kaiser passa  alinha de chegada em quarto, Negrão em terceiro e Jones em segundo. Mais a frente, apesar do pelotão do segundo lugar tentar bastante, Veach tinha uma vantagem considerável e vence a prova!!
Resultados e pódio com champanhe nada sincronizado.
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário