Em estratégia diferente, Sebastién Bourdais surpreende e vence a corrida 1 em Detroit

Vencedor da segunda corrida em 2015, francês da KV desbanca domínio da Penske na última parada e conquista a primeira vitória do ano. Conor Daly também surpreende e termina em segundo. Hélio termina em quinto e Tony Kanaan em nono.

Bourdais comemorando no pódio. (Foto: IndyCar)

A corrida começou e, na largada, Simon Pagenaud manteve a ponta, com Helio pressionando o francês. Montoya também manteve posição, em terceiro. Kanaan ganhou duas posições, terminando a volta 1 em quinto. Marco Andretti antecipou parada e colocou pneus mais duros já na terceira volta.
Logo depois, Tony fez o mesmo, junto com uma série de outros pilotos que não estavam na parte da frente do pelotão.
A primeira bandeira amarela foi ocasionada por Max Chilton na décima volta, ao se chocar no muro da curva 5. Os dois primeiros permaneceram na pista sem efetuar a troca de pneus e assim relargaram na 15° volta.
Mas o brasileiro foi ultrapassado pelo seu companheiro de Penske, Will Power, na volta 21. O líder finalmente entrou para troca de pneus e reabastecimento na 23° volta. Em seguida, Castroneves e Munoz também foram para os boxes.
Os pilotos que tinham estratégias diferentes, incluindo Kanaan, começaram a realizar a segunda troca e o brasileiro não contou com bom trabalho da equipe.
Na 32° volta Montoya e Power se enroscaram na briga pela ponta e Pagenaud se aproveitou, retomando a liderança. Na metade da prova, o francês era o líder, Castroneves era o quinto e Kanaan era o 13°.
O pole das 500 Milhas de Indianápolis, James Hinchcliffe, trouxe a segunda amarela do dia, ao perder o controle de seu carro e bater na barreira de pneus da curva 7.
Durante as voltas sob Safety Car, Power perdeu potência do seu carro e encostou em uma das áreas de escape do circuito. A relargada foi dada na 47° volta com Montoya no comando, Helio em sétimo e Tony em nono.
O brasileiro da Ganassi fez sua última parada na volta 51 e tinha estratégia diferente dos demais. Montoya foi para os pits três giros depois, também apostando na mesma tática, assim como Dixon, mas o neozelandês voltou com problemas mecânicos, comprometendo todas as ideias dele e de sua equipe.
Nas voltas finais, Sebastién Bourdais assumiu a ponta, contando com estratégia diferente dos líderes habituais, com Conor Daly na segunda posição e Montoya em terceiro.
Com diferença de mais de dois segundos, Bourdais venceu a primeira bateria da etapa de Detroit. Castroneves foi o quinto e Kanaan, o nono.

Confira abaixo o resultado final da prova:


A segunda prova de Detroit acontece neste domingo, às 16h35, horário de Brasília. O treino classificatório ocorre às 11h30.

Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário