Lights: Kaiser vence em Phoenix com Negrão em sexto.

A prova foi tão chata quanto o título, mas a volta da nova Indy Lights ao circuito de Phoenix não teve só chatice, teve umas surpresas interessantes para o campeonato.

Treinos

Para quem acompanha a Lights, creio que esse foi o ponto mais emocionante dessa etapa em Phoenix. Muitas surpresas andando na frente e várias evoluções durante o fim de semana foram vistas no primeiro oval do ano.

O primeiro treino livre mostrou quem já estava acostumado com ovais e, provavelmente, se destacariam no fim de semana, e também aqueles que patinariam e teriam que remar muito pra brigar por algo no fim de semana.

Positivamente, destaque para a Carlin, que fez 1-2 com Félix Serralles e Ed Jones, para a Juncos que colocou seus dois pilotos meia-boca no top 5 e para Dean Stoneman que, num fim de semana de estreia em ovais, conseguiu se colocar a frente de pilotos experientes, como RC Enerson e Zach Veach.  Já a Team Pelfrey, Felix Rosenqvist e o brasileiro André Negrão teriam que evoluir muito se quisessem coisa melhor que brigar com Haemin Choi, Dalton Kellett e Juan Piedrahita pela rabeira do grid.
Primeiro treino livre.
No segundo treino do fim da tarde vimos outro grid. Quem mais aproveitou melhor as 60 voltas dadas no primeiro treino foi a Juncos, e os frutos foram vistos no segundo treino,com 1-2 de Kyle Kaiser e de Zachary de Melo. RC Enerson também melhora e aparece no terceiro lugar, a frente do trio da Carlin. Negrão e Piedrahita ressuscitam, enquanto Stoneman e o resto da Andretti vai voltando a sua realidade de brigar com Belardi e Pelfrey. Hargrove, Urrutia e Rosenqvist, que apareceram muito bem na primeira rodada dupla, continuam patinando nos ovais.
Segundo treino livre
A prova de fogo foi no treino classificatório. Mesmo sendo um oval, ultrapassagens em Phoenix, de baixa inclinação e traçado curto, são consideravelmente difíceis. Hargrove, Blackstock e, principalmente, Rosenqvist, não conseguem desenvolver velocidade, e acabam ficando apenas de Piedrahita e Choi. A Andretti também não foi bem no treino classificatório, com Stoneman e Blackstock, as estrelas do time, ficando na parte de baixo da tabela. 

A Schmidt-Peterson (tirando Choi, pois ele não tem solução) mostra que ainda não caiu do salto, e colocou seus três melhores pilotos nas três primeiras filas, com direito a melhor volta para André Negrão, o sexto no grid. 

As duas equipes que disputaram mais ativamente a ponta, a Carlin e a Juncos, brigaram com apenas um de cada time. Com o povo se recuperando, os estreantes de Melo e Alberico, e o portorriquenho Serralles acabaram no meio do grid, embolados com a Schmidt-Peterson e a Andretti. No duelo entre Kyle Kaiser e Ed Jones, Kaiser levou a melhor por menos de um décimo no somatório das duas voltas se sagrou pole-position.
Resultados do treino classificatório.

Corrida

Largada. Kaiser e Jones estavam tão a frente que nem aparecem na imagem.
Comentei e coloquei o tempo de todas as sessões de treinos porque senão não teria muito o que comentar. A largada foi meio tumultuada, com Urrutia perdendo o tempo da largada e sua posição para Enerson e André Negrão, caindo pro quinto posto.

No fim da primeira volta, Kaiser e Jones se mantinham na frente de todos, seguidos por Enerson, Negrão, Urrutia, Serralles, de Melo e Stoneman.  Mais atrás vinham Kellett, Veach, Alberico, Blackstock, a dupla da Pelfrey (Piedrahita na frente de Hargrove), Haemin Choi e Rosenqvist fechando o grid.

Finalmente achei uma foto do Negrão com o uniforme da SPM..
A partir da volta dez de noventa no total da prova, quando os pneus da Cooper já não estavam na melhor forma, os carros começaram a se espalhar um pouco na pista (mas não muito, pois todos viravam médias de velocidade muito próximas).  Kaiser abriu cerca de um segundo para Jones, que também detinha uma vantagem confortável para Enerson e Negrão, que conseguiram se desvencilhar do pelotão que brigava pelo quinto lugar (Urrutia, Serralles, de Melo, Stoneman e Alberico).

Próximo da volta 18, Urrutia conseguiu se recuperar e ultrapassou Negrão, já volta 27, de Melo brigava lado a lado com Stoneman, até que, ao posicionar por fora na curva um, seu carro sai um pouco de traseira e ele cai do sétimo para o 11º lugar. Assim foi a corrida até a volta 34, quando Haemin Choi, que estava perto de levar uma volta de Kaiser, rodou sozinho. Bandeira amarela.

Rosenqvist estava desaparecido essa semana.
Relargada na volta 39,e Stoneman e Veach brilham. Veach, o pequeno Hobbit americano, se destacou nas largadas quando, correndo na linha mais alta nas curvas, pulou do último para o décimo lugar nas primeiras duas voltas, e nessa relagada conseguiu o oitavo lugar, passando Alberico e Kellett.

Stoneman consegue passar Serralles logo na largada, daí inicia uma batalha com Negrão pelo quinto lugar, onde o americano tentava colocar por dentro nas curvas um e três, mas o brasileiro sempre se defendia; essa briga só terminou na volta 80, com vantagem para Stoneman. O piloto da Andretti ainda tinha certa velocidade em seu carro com pneus usados, mas não conseguiu chegar perto dos outros pilotos mais a frente.

Urrutia estreou nos ovais em um ótimo quarto lugar, RC Enerson ressuscitou e terminou o fim de semanacom um bom lugar no pódio, atrás apenas de Ed Jones, o segundo, e Kyle Kaiser, que vence!

A prova está no link abaixo. Assista e guarde para curar sua insônia.



Com esses resultados, Kaiser assume a ponta do campeonato, com três pódios nas três primeiras provas e 81 pontos. Ele está dezoito pontos a frente de Félix Serrales e 28 pontos a frente de Félix Rosenqvist. André Negrão tem 47 pontos, e está no sexto lugar do campeonato.

A próxima prova é uma rodadqa dupla em Barber, nos dias 23 e 24 de abril, até lá!
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário