"Não devemos mudar, precisamos apenas nos aperfeiçoar", diz o presidente da Penske

Três dos quatro carros da equipe Penske terminaram entre os cinco primeiros do campeonato da Fórmula Indy em 2015, mas o presidente da equipe, Tim Cindric, admite que ficou decepcionado pela perca do título na última corrida.

No entanto, ao rever a temporada ele declarou: "Eu não sinto que há grandes lacunas que precisamos preencher. Na primeira parte da temporada, aconteceram várias coisas que normalmente não acontecem, sejam por fatores meteorológicos ou outras coisas... Sinto que devemos apenas nos aperfeiçoar e não mudar as coisas de uma forma generalizada."

Tim Cindric fez um rápido balanço sobre a temporada. (Foto: Indycar)

A Penske largou da pole em 13 das 16 corridas - duas delas definidas pela posição no campeonato por causa das condições de tempo - mas a equipe conquistou apenas três vitórias e viu o título de Montoya ir para o brejo com a vitória de Dixon em Sonoma.

"Nossos carros foram velozes durante todo o ano; nós apenas não conseguimos os resultados que esperávamos ", disse Cindric, que também atuou como estrategista de corrida de Will Power. "Quando você tem três carros no top cinco, geralmente é um indício de que não foi um ano ruim. Mas a verdade é que pretendíamos ir um pouco mais alto."

Para 2016 a Penske deve competir em tempo integral com os mesmos quatro pilotos desse ano: Will Power, Juan Pablo Montoya, Simon Pagenaud e o brasileiro Hélio Castroneves.

"Eu acho que nós vamos continuar a mostrar velocidade. Eles não têm que ser muito melhor. Eles precisam apenas sem um pouco mais eficazes do que os seus concorrentes", concluiu Cindric.

Fonte: Motorsport
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário