USF 2000: Jamin e Eidson vencem as provas em toronto e se distanciam na briga pelo título.

A etapa de Toronto marca o começo da parte final do campeonato, e dos três pilotos que despontaram na briga pelo título, Nico Jamin saiu a frente de Jake Eidson e Aaron Telitz vencendo as duas provas do fim de semana.
Parece que o campeonato fica com um desses dois.

Qualificação

No sábado bem de manhãzinha começou o treino classificatório para as duas corridas da USF2000. O treino serve para a qualificação das duas provas, onde a volta mais rápida de cada piloto define o grid da prova 1 e a segunda volta mais rápida aqui ou a melhor volta da prova de cada piloto contam para formar o grid na prova 2.

Mas, com sol ou com chuva, Jamin, Eidson e Teltiz mandaram na sessão e apenas eles brigaram pela pole. Até a metade dos 30 minutos da sessão, Eidson tinha os dois melhores tempos do fim de semana e estava com as duas poles, quando Nico Jamin foinovamente pra pista e foi o único a fazer voltas abaixo de 1:11s, e terminou a sessão com a pole tanto na corrida 1 quanto na corrida 2. Eidson fechou em segundo nos dois grids, acompanhado de Telitz, Martin e Keyvan Soori.
Grid de largada das duas provas do fim de semana. Na corrida 2, qual indica que aquela volta é a 2ª melhor do piloto na qualificação e cor. 1 indica que aquela foi a volta mais rápida do piloto na prova 1.

Corrida 1

Tão poucos carros...
No mesmo sábado, só que a tarde, tem a primeira bateria da USF 2000 com sol, mas muito frio e vento.

Na largada limpa, Jamin conseguiu até manter a ponta na curva um, mas na três Eidson pôs por fora e conseguiu ganhar a liderança do francês. Quem também pulou muito bem foi Luke Gabin, que saltou do sexto pro terceiro lugar passando Telitz, Soori e Anthony Martin; quarto, quinto e sexto colocados, respectivamente.

A prova se seguiu mais tranquila só até a volta três (de dezessete totais), com a disputa de Keyvan Soori e Aaron Telitz. Soori passou o americano na curva um, quando ele errou e balançou o carro. Telitz voltou e tentou recuperar a posição freando mais tarde na entrada da curva três, mas acabou dando um bump forte demais em Soori e o alemão foi parar no muro. Telitz foi punido com um drive through, enquanto Soori abandonou.

Bem, a corrida correu sem maiores incidentes após isso. Os pilotos se espalharam pela pista e as brigas por posições eram bem raras, com a exceção de Telitz se recuperando da punição. Anthony Martin assumiu o quatro posto com o incidente na terceira volta e, quando Luke Gabin errou na nona volta, ele assumiu o mais baixo do pódio, sem ser ameaçado novamente por Gabin ou qualquer outro piloto.

Nico Jamin permaneceu mais próximo do líder apenas nas sete voltas iniciais, e após elas Eidson era de quatro a seis décimos mais rápido que o francês, e venceu a prova! Jamin Passou em segundo com Martin em terceiro.
Pódio e resultados, o terceiro lugar só tem direito a grid girl de um metro e vinte de altura.

Corrida 2

Com fila simples fica mais fácil a largada limpa.
No domingo mais frio e vento pela manhã, e uma chuva fina acompanhava os pilotos nessa prova. O grid tinha os mesmos cinco primeiros colocados: Jamin, Eidson, Telitz, Martin e Soori, nesta ordem.

A largada foi em fila simples, então ficou mais fácil para Jamin não perder a liderança na largada dessa vez. Na verdade, todos mantiveram suas posições na primeira volta, mas na segunda volta as coisas mudaram um pouco de figura.

enquanto Gabin anda la na frente,o resto da Pelfrey ainda patina.
Aaron Telitz vinha forçando bastante pra cima de Jake Eidson para assumir o segundo posto quando, na curva três novamente, passou reto, foi para a área de escape e caiu pro sexto lugar. Nessa mesma curva, Soori vinha lado a lado com Gabin defendendo sua quinta posição; essa disputa durou mais duas curvas, quando Gabin quase que literalmente empurrou Soori para o muro. O alemão abandonava novamente, emquanto Gabin seguiu na prova sem problemas e a bandeira amarela foi acionada.

Na volta seis, bandeira verde! E, novamente, não muito mais ação na pista. Anthony Martin tentou algo na relargada e até conseguiu passar Eidson, mas a direção de prova julgou o movimento ilegal e ele teve que devolver a posição. Duas voltas depois, o único piloto da John Cummiskey Racing passou numa das partes de concreto molhado da pista e rodou, perdendo o terceiro lugar para Luke Gabin e se resignando a segurar Telitz até o fim da prova pra assegurar o quarto lugar.

Mas, novamente, os dois não conseguiram acompanhar o ritmo dos líderes, que eram quase um segundo mais rápidos.  No fim da prova, na volta doze, Parker Thompson também passa numa das partes de concreto molhado, roda na curva oito e acaba no muro. Bandeira amarela que virou quadriculada após o término do tempo limite de prova (30 minutos) e Nico Jamin foi declarado vencedor!! Eidson passa em segundo, seguido por Gabin, Martin e Telitz.

Resultados da corrida 2 e pódio versão guarda-chuva.
Com esses dois resultados, Nico Jamin ainda é o líder, com os mesmos 18 pontos de diferença para Eidson e ampliando sua vantagem para Telitz, que agora e de 57 pontos.  O ritmo dos três é impressionante, com eles conquistando dez das onze provas do campeonato até então e com pelo menos dois desses três terminando no pódio EM TODAS AS CORRIDAS.

A próxima rodada é TRIPLA, do dia 31 de julho ao dia 2 de agosto, em Mid-Ohio, até lá!!
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário