Pro Mazda: Latorre e Grist vencem e esquentam ainda mais a disputa pelo título.

Florian Latorre e Garett Grist vencem as provas na Pro Mazda e acirram ainda mais a a disputa no campeonato com Urrutia e mais um monte de gente. Victor Franzoni faz sua estreia em circuitos de rua na Pro Mazda com um top 5.


Qualificação

O treino serve para a qualificação das duas provas, onde a volta mais rápida de cada piloto define o grid da prova 1 e a segunda volta mais rápida aqui ou a melhor volta da prova de cada piloto contam para formar o grid na prova 2. 

A categoria mais legal e com mais carros do Road to Indy foi para o treino classificatório num sábado de manhã bem frio, o que não atrapalhou em nada termos uma sessão muito disputada. Catorze dos dezoito carros ficaram no mesmo segundo em ambas as qualificações, e a diferença entre o primeiro e o segundo não passou de um centésimo de segundo.

Os que estão mais a frente no campeonato (Santiago Urrutia, Timothé Buret, Weiron Tan e Neil Alberico) passaram bem perto das poles, mas elas ficaram com Florian Latorre e Garett Grist quando a bandeira quadriculada já era agitada, anunciando o fim do treino.

Victor Franzoni, que na sexta-feira a tarde pintou muito bem com um terceiro lugar no segundo treino livre, mas no treino classificatório teve uns probleminhas em suas voltas lançadas e ficou com o 11º lugar em ambos os grids.

Corrida 1

Calmaria antes de todo mundo bater.
Obs: não tem dois carros #6, o mais a esquerda é Garett Grist, no #5.
Sábado a tarde de sol, quase sem nuvens, um dia perfeito para se correr e ter um big one na largada. Todos passam salvos na curva um, com Latorre pouco a frente de Grist, seguidos por Urrutia, Tan e Alberico. Esses três últimos atravessaram a reta oposta lado a lado, até que não sobrou espaço para Alberico.


O piloto de los gatos bateu na parte interna do muro e acertou Tan; a pista ficou um pouco bloqueada, Jose Gutierrez, que vinha logo atrás, freou e Dalton Kellet o acertou em cheio. Daniel Burkett e Will Owen não conseguiram desviar dos destroços, bateram e acabaram abandonando.

Bandeira verde na volta oito (sim, sete voltas em bandeira amarela) na seguinte ordem: Latorre, Grist, Urrutia, O'Ward, Buret e Franzoni em sexto.

Na relargada Urrutia cochila e perde posições para O'Ward e Buret. Nessa mesma volta, Franzoni consegue passar Urrutia por fora, com o brasileiro na quinta posição e o uruguaio em sexto.  Um dos destaques dessa relargada foi Kyle Connery, que pulou da décima para a sétima posição.

Lá na frente, Latorre era mais rápido que Grist, que segurava o resto do pelotão atrás de si. Com quatro voltas ele já estava mais de cinco segundos a frente, enquanto Grist batalhava para se manter na vice-liderança. ele perdeu esse posto na volta treze, quando O'Ward fez o movimento de ultrapassagem adiando a freada na curva três e colocando por dentro, e Buret aproveitou a brecha para também passar Grist.

O canadense fica para Franzoni, que após duas volta o ultraassa novamente colocando por fora na curva três e assumindo o quarto lugar. Lá na frente, O'Ward e Buret bem que tentaram, mas Latorre já estava bem distante e vence a prova!! O'Ward, passa em segundo com uma distância segura para Buret e Franzoni, terceiro e quatro colocados.

Pódio e resultado da primeira prova. Buret curtiu isso.

Corrida 2

No domingo de manhã apenas dezessete carros alinharam, já que a Andretti não conseguiu arrumar o motor de Kellet e o piloto não largou. A pista ainda estava um pouco molhada com a chuva que tinha caído antes e todos foram pra pista com pneus de chuva.

Para evitar mais batidas numa pista molhada, largada em fila indiana, atrás do carro de segurança, apenas na volta 2 veio a verde. Grist conseguiu colocar por dentro na curva três e passar Latorre, mas foi novamente ultrapassado pelo francês na curva oito da mesma volta.

Na terceira volta, Neil Alberico que estava na quarta posição tocou o muro e danificou sua suspensão, abandonando a prova e chamando a bandeira amarela. Durante ela, Victor Franzoni que lagou em décimo primeiro e figurava na oitava posição, rodou numa das partes da zebra e tinta na curva onze e foi parar no muro, abandonando também. A relargada na volta oito também foi postergada, pois o líder Florian Latorre rodou na mesma curva onze, foi para os pits e colocou pneus de pista seca, mas voltou uma volta atrás.

O acidente final.
A relargada de verdade só veio na volta nove, com Grist na ponta, seguido por Tan, Buret e O'Ward. Grist conseguiu abrir dois segundos de diferença para Tan, que era pressionado por Buret e O'Ward. 

Na volta onze, Buret roda sozinho quando tentava passar Tan, perdendo posições para O'Ward, Urrutia, Gutierrez, Raoul Owens e Will Owen, ou seja, caindo pro oitavo lugar. 

O francês até poderia recuperar algumas posições, mas na volta seguinte veio nova bandeira amarela. Florian Latorre vinha mais rápido que todos com seus pneus slicks, e tirava as voltas que levou enquanto estava nos boxes. Quando foi fazer sua primeira ultrapassagem valendo posição, em cima de Alessandro Latif, o italiano freou muito mais cedo que de costume e Latorre o acertou em cheio.

Bandeira amarela que logo virou bandeira quadriculada, e Grist vence!!! Tan passa em segundo e O'Ward em terceiro, todos se aproximando pra briga pelo título!
Pódio e resultados. Para ir bem na prova 2, bastava estar de preto.
Com essas duas corridas complicadas de Alberico, Urrutia continua líder e abriu 30 pontos de vantagem para o americano da Cape Motorsports. Tan é o novo terceiro colocado, três pontos atrás de Alberico e três pontos a frente de Buret, que está sete pontos a frente de O'Ward.

A próxima prova é também em oval, no Iowa Speedway. Até lá!!!
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário