Primeiro dia do Road to Indy em Toronto

Num dia cheio de treinos livres pela metade por causa da chuva que ia e voltava constantemente, Pigot, Tan e Telitz fizeram os melhores temos em cada uma das categorias.

Indy Lights

O estreante da Lights.
A categoria mais alta na base da Indycar teria cara nova no grid, Nelson Piquet entra no lugar de Max Cilhon que corre pela Nissan na Carlin. Grid com apenas onze carros, pois a 8 Star Motorsports não tem dinheiro para cruzar a fronteira rumo ao Canadá.

Em uma manhã de sol, o primeiro treino de 25 minutos começou no horário e, desde o começo do treino, Spencer Pigot fez o tempo mais rápido do dia desde o início do treino, com o único tempo abaixo de 1:06s; seu companheiro de equipe, Kyle Kaiser, ficou apenas com o sétimo tempo. A Schmidt-Peterson Motorsports colocou três carros entre os cinco primeiros, sendo separados apenas pelo experiente Juan Piedrahita; o líder do campeonato Jack Harvey fez o segundo tempo, enquanto RC Enerson e Scott Anderson completaram o top 5. A Carlin caiu para o meio  do grid, com Jones em sexto e Piquet em nono, a frente apenas de Shelby Blackstock e Ethan Ringel.

Fiz uma análise um pouco mais extensa pois o segundo treino foi arruinado pela chuva. O sol abriu apenas nos minutos finais e os tempos ficaram bem altos. Alguns pilotos saíram para a pista meio seca meio molhada Piquet ficou com a volta mais rápida.

 Pro Mazda

Bryson Schutte, estreante na esquadra da M1 na Pro Mazda.
A categoria mais legal de todo o Road to Indy foi a pista com o maior grid de todas as três categorias. Dezoito carros compareceram, com a volta de Jay Horak e a estreia do canadense Bryson Schutte, que corre na F-1600 canadense.

No primeiro treino, com apenas quinze minutos de pista para a categoria, a sessão passou toda sem incidentes e, com pouco tempo de pista, as equipes mais tradicionais prevaleceram. Juncos liderou o treino com Timothé Buret e Jose Gutierrez e a Cape vindo logo depois com Alberico e Latorre.

No segundo treino, que começou pouco depois do fim do da Indycar, já haviam alguns pontos mais secos na pista, o suficiente para os pilotos usarem pneus slicks. Logo no começo do treino, Raoul Owens passou por uma poça na curva seis, bateu em Dalton Kellet e quebrou a sua suspensão, acionando a bandeira vermelha.

Bandeira verde faltando vinte minutos pro fim. Logo na saída, Neil Alberico e Santiago Urrutia assumiram a ponta da tabela, mas no fim do treino Weiron Tan fez a melhor volta do dia na Pro Mazda. 

Victor Franzoni terminou com o terceiro melhor tempo do dia, melhorando em muito o desempenho no segundo treino livre.

 USF2000

Anthony Martin é o piloto de Schrödinger: está dentro E fora do pelotão da liderança.
O minguado grid da USF2000 deu início as atividades da sexta-feira, as oito da manhã locais, e apenas treze carros cruzaram a fronteira rumo a décima e décima primeira etapa. A Jay Motorsports  não teve condições financeiras para levar o cantor/piloto Augie Lerch para o Canadá.

O primeiro treino livre de apenas quinze minutos começou com uma bandeira vermelha, quando luke Gabin acertou o muro na curva oito, e uma das peças da suspensão acertou a asa traseira de Keyvan Soori, acabando com o treino livre dos dois.  Com a bandeira verde faltando apenas dez minutos, os pilotos mal entraram na pista para terminar o treino e Jake Eidson fazer o tempo mais rápido.

Todos seguiram para o segundo treino livre, no início da tarde, com pista seca dessa vez, mas não mudou muita coisa no grid. Os quatro primeiros permaneceram os mesmos, mas com ordem diferente dessa vez; Aaron Telitz fez 1:11.2973 e foi o mais rápido do dia, quase dois décimos mais rápido que Nico Jamin e quase três décimos mais rápido que Jake Eidson. 

Esses três formaram formaram 1-2-3 em 68% dos treinos e corridas, sendo que 96% das sessões foi liderada por pelo menos um deles (os outros dois a liderarem foram Victor Franzoni e Anthony Martin). 

Martin, por sinal, ficou com o quarto lugar, quase meio segundo atrás. No pelotão seguinte vieram Lastochkin, Rickards e Thompson.

Lembrando que as três categorias fazem rodadas duplas, que podem ser vistas ao vivo pelo racecontrol.indycar.com veja o cronograma delas!!

Sábado:
9:45 às 10:15h: Qualificação da Pro Mazda
10:20 às 10:40h: Qualificação da USF2000
10:45 às 11:30h: Qualificação da Indy Lights
13:40 às 14:20h: Corrida 1 da USF2000
14:35 às 15:15h: Corrida 1 da Pro Mazda
17:45 às 18:30h: Corrida 1 da Indy Lights

Domingo:
10:00 às 10:40h: Corrida 2 da USF2000
11:00 às 11:40h: Corrida 2 da Pro Mazda
12:45 às 13:45h: Corrida 2 da Indy Lights

Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário