Lights: Os testes de meio da temporada são lavados pela chuva.

Era pra ser um dia todo e treinos livres para os pilotos e equipes da Indy Lights em Mid-Ohio, mas a chuva estragou tudo. Ed Jones e Jack Harvey lideraram, mas com voltas de tempo muito alto.
Última vez que a Lights andou com chuva em Mid-Ohio foi em 2008. (Foto/reprodução do Youtube).
A Indy Lights, bem como todas as outras categorias do Road to Indy, faz um dia completo de treinos no meio da temporada. Nesse ano, as três categorias estão no Mid-Ohio Sports Car Course, dos dias 29 a 31 de junho, para os testes.

Mas quem roubou a cena foi a chuva. Choveu o dia todo de treinos e a pista ficou molhada grande parte do dia para os doze carros da categoria. E ninguém fez um treino decente o dia todo.

A pista foi liberada as dez da manhã (horário de Brasília, sempre horário de Brasília) mas apenas perto das onze da manhã os pilotos partiram pra pista, pois não chovia faz meia hora e a pista parecia estar secando. Quinze minutos depois começou a chover de novo.

Nesse intervalo de todos na pista, Jack Harvey fez o tempo mais rápido do dia (1:27.6528) na terceira de suas quatro voltas valendo (sem contar entrada/saída pros pits). Pigot ficou em segundo e RC Enerson em terceiro.

Como disse, foram apenas quinze minutos de pista """seca""", logo depois a chuva caiu, não era chuva forte, mas uma garoa que ensopava a pisa. Shelby Blackstock e Sean Rayhal tentaram andar um pouco nas duas horas que se seguiram, mas foi completamente infrutífero. As duas da tarde, pararam para o almoço.

Uma hora depois, pista reaberta e todos saíram para ver as condições que o traçado estava, ele ainda estava sem condições de se desenvolver algo. Todo mundo foi, deu algumas voltinhas pra não perder a viagem e voltou pros boxes, e o mais rápido nessa parte foi Ed Jones, com 1:40.6273.

No mais, não houve mais ação na pista até o fim do treino, adiantado as seis da tarde (era pra ir até sete e meia da noite), para que todos pudessem guardar tudo e continuarem com suas vidas.

É uma pena que o dia de testes da Indy Lights tenha dado em nada. Algumas equipes menos abastadas esse ano (como a 8 Star e a Andretti, por incrível que pareça) pra chegar mais perto das que dividem o espaço da categoria, como a Juncos, a Carlin e a Schmidt-Peterson.  Serviria também pra consolidar o status atual, onde a SPM e a Juncos conseguiram se aproximar da Carlin e até passá-los em algumas pistas.

A próxima vez que os carros da Lights entram na pistaé me Milwaukee, para a 11ª rodada do campeonato, nos dias 12 e 13 de julho. 
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário