• Kanaan e Dixon: Velhos concorrentes, novos amigos

    Eles vieram de lugares distintos. Um é do Brasil, outro da Nova Zelândia. Um deles tem uma personalidade extrovertida. O outro é um pouco mais reservado. Ambos são campeões e vencedores da Indianapolis 500, mas os seus estilos de condução não são nada parecidos.

    Conheça a parceria entre Tony Kanaan/Scott Dixon. Eles se conhecem há anos, mas somente agora estão começando a se conhecer como companheiros de equipe. E, até agora, isso está dando certo.


    Após um longo duelo entre os dois durante toda a Firestone 600, Dixon acabou se saindo melhor, mas nada que deixasse Kanaan frustrado. Muito pelo contrário, o brasileiro abraçou o companheiro e ficou feliz com o segundo lugar.

    "Sempre quero ganhar, mas estou muito feliz pelo Scott, ele fez uma corrida muito boa. E apesar do segundo lugar não ser uma vitória, ganhei os pontos para o campeonato", disse ele. "Scott é um piloto... Ele é incrível. Se você for perguntar a qualquer piloto que corre contra Scott, eles vão respeitá-lo muito".

    Dixon também comentou sobre Tony.


    "É engraçado como as coisas funcionam. Você corre com as pessoas por um longo tempo e as conhece socialmente, mas você não faz ideia de como elas são como companheiras de equipe. Tem sido divertido explorar isso com o Tony".

    Eles se encontraram pela primeira vez em 2001, quando Dixon avançou da Indy Lights para a CART, onde Kanaan era uma estrela em ascensão. Nos anos seguintes, eles tornaram-se rivais amigáveis ​​com amigos em comum como Dario Franchitti e o falecido Dan Wheldon.

    "O primeiro ano com uma nova equipe é sempre o mais difícil, mas ele fez um grande trabalho" comentou o neozolandês. "Todo mundo sabe algo sobre o TK, e sua personalidade é uma grande parte disso. Ele é otimista, o uqe foi uma grande ajuda para ele e para a equipe".

    Kanaan finaliza a conversa elogiando as habilidades do novo amigo:

    "Scott pode dirigir qualquer coisa, em qualquer lugar, a qualquer hora e ser o mais rápido. Mesmo se estiver faltando uma roda, ele pode ser o mais rápido."

    Ambos os pilotos voltam a acelerar na etapa de Toronto neste domingo (14). Você pode conferir os horários da corrida em outro post do nosso site, que pode ser acessado clicando neste link.

    Fonte: Indycar
  • POSTAGENS RELACIONADAS

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário