Indycar War: a expansão do calendário da Indy nos Estados Unidos.

Olá pessoas! Um estudo de caso rápido dos lugares por onde a Indycar passou, passe e por ventura passará nos Estados Unidos e Canadá (você leu? ESTADOS UNIDOS E CANADÁ, corridas fora deles não contam aqui).
O circuito mais próximo de receber a Indy em 2016 percorre o entorno do centro de convenções de Boston.

Como o Road to Indy todo parado, sem acontecer muita coisa com exceção de Nicolas Dapero, o piloto piloto de teste oficial da Juncos, testar um pouco e Picho Toledano anunciando que pulou fora do barco da Indy Lights, resolvi mudar. Vi que a Indy estava pensando em ir pra um novo circuito de rua, em Boston. Junte isso com insônia em uma pessoa nerd e você tem um mini-estudo de como as corridas da Indy passou nos Estados Unidos depois da compra da Champ car pela IRL reunificação da Champ-Car e IRL.

A reunificação também foi bem traumatizante, logicamente não como a cisão, mas muitas praças que recebiam corridas tanto da IRL quanto da Champ-Car ficaram sem receber a nova categoria de monopostos. Michigan e uma boa parte de circuitos mistos tradicionais da CART/Champ-Car, como Portland, Road America, Cleveland, Toronto e uma grande quantidade de corridas fora dos EUA ficaram sem vaga em 2008. 

Em 2009 mais algumas praças saíram,e ficamos com a situação do primeiro mapa. A gente pode reparar que a maioria das provas ficavam numa grande área entre o Kentucky e New Hampshire, onde dez das 17 corridas ocorriam. As outras etapas todas ficavam esparsas pelos EUA-Canadá.

Isso é um bocado lógico, pois eram as praças que mais tinham audiência e estão mais próximas de Indianápolis, além das posições políticas que fizeram muitas pistas famosas da CART não fazerem parte da IRL.

A gente seguiu naquele que seria um período de transição da categoria. Vimos muitas praças de ovais serem trocadas por mistos, mas o padrão se mantinha, talvez com uma exceção na área do Pacífico.

No fim de 2011 houve uma grande mudança de rumos da categoria pois, com a morte de Wheldon (R.I.P.) os ovais passaram a ser mais demonizados ainda, e tivemos menos ovais desde 2007 na Champ Car.

Tendo em vista que o interesse desse tipo de circuito teve em voltar pra categoria, a Indycar percebeu que sua imagem estava bem consolidada naquela praça perto de Indianápolis, começou a olhar mais pra outros pontos dos Estados Unidos.

Primeiro foi Houston e o Reliant-NGK Park e, vendo o relativo sucesso que Barber teve no mundo da Indy, o circuito de NOLA Motorsports Park entrou no calendário esse ano. Com isso, vemos um interesse relativo vindo dessa faixa que fica entre a Flórida e o Texas, onde se realiza 25% das corridas do calendário nesse ano. A Indy vai saindo um pouco da zona de conforto, pra buscar novos mercados dentro dos EUA mesmo, só reparar que o número de provas espalhadas diminuiu, e agora se reúnem em três grandes blocos no território da América Anglo-Saxônica.

E onde Boston entra em tudo isso? Bem, Boston fica numa região próxima a New Hampshire e Watkings Glen, no extremo nordeste dos EUA. A Indy num vai lá faz uns quatro anos (fará cinco, no caso da corrida realmente estrear em 2016), e da última vez que foi lá não deixou boa impressão relargando na chuva em oval.

A volta de Boston trará a Indy novamente para a a região, mas agora com DW12 e corridas completamente diferentes.

E, para finalizar, vem aquela pergunta inevitável: Se a Indy está indo para esses novos lugares, por que não usar as pistas clássicas, como Portland, Laguna Seca e Road America??

Dificilmente, pois, por incrível que pareça a Indycar não está controlando muito tudo isso, pois o modo de ligação entre os eventos e a Indy é diferente. O ônus da divulgação e custeio dos eventos fica, em sua maioria, ficam para os promotores ou são repassados para terceiros; diferente dos anos 90, quando os circuitos apenas abriam seus portões para receberem as corridas.

Ou seja, essa tendência de corridas próximas uma da outra é orgânica, simplesmente uma corrida vem interessando outras na mesma região e elas vem contratando a Indy pra correr em seus locais. Muitos circuitos antigos não tem interessem correr atrás de receber uma etapa da Indycar atual, e a categoria segue em frente, com ou sem eles.
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário