Post Page Advertisement [Top]

Saíram as primeiras informações sobre o mecânico da Dale Coyne atropelado que teve de ser colocado na ambulância e levado ao centro médico do Indianapolis Motor Speedway e depois a um hospital próximo após o acidente mais icônico da 99ª edição das 500 Milhas de Indianápolis. O nome dele é Daniel Jang e necessitou passar por procedimentos cirúrgicos nos dois pés durante a noite.

Trabalhar na Coyne é para os fortes. (Foto: Reprodução/Youtube)

Jang teve de fazer uma cirurgia no tornozelo e no pé esquerdo. Ele deve ficar no hospital até a próximo quarta-feira.

O mecânico foi atropelado e arremessado para o alto num incidente envolvendo, por incrível que pareça, os três carros da equipe que trabalha, a Dale Coyne. A equipe liberou Pippa Mann e James Davison, mas Pippa, saindo de trás, encurralou e tocou Davison. Ele, por sua vez, perdeu o carro, que foi na direção do espaço de Tristan Vautier, que estava parado. Jang estava entre Davison e Vautier, e acabou sendo um dos dois mecânicos acertados, mas com uma infelicidade maior.


Foi o final de prova para os pilotos das carros #18 e #19, com apenas Pippa seguindo na corrida com seu carro rosa patrocinado pela ONG Susan G. Komen. A inglesa terminou na 22ª colocação, três voltas atrás do vencedor, Juan Pablo Montoya.

Fonte: Indycar

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Bottom Ad [Post Page]