Lights: Ed Jones vence a primeira prova em St. petersburg

Na primeira corrida da nova fase da Indy Lights, Ed Jones e a Carlin vencem a prova curta de St. Petersburg.

E o domínio que a equipe inglesa mostrou nos testes de pré-temporada continuaram no primeiro fimde semana da temporada 2015 da Indy Lights. Ed Jones e Max Chilton dominara tanto os treinos livres quanto o treino classificatório, e dividira a primeira fila das duas provas, com Jones a frente de Chilton. 

No terceiro lugar vinha Jack Harvey, vice-campeão do ano passado, com tempo meio segundo mais lento que Jones e um décimo mais rápido que Scott Hargrove, que largaria na quarta posição, e a Juncos lotearia a terceira fila com Spencer Pigot e Kyle Kaiser na quinta e sexta colocações, respectivamente.


A largada da primeira corrida da temporada foi limpa. Enquanto Ed Jones passava na primeira curva sem maiores problemas, Jack Harvey passava Max Chilton e assumia a segunda posição da prova ainda na primeira curva. 

Chilton, ainda não acostumado com as largadas lançadas, tentou segurar a terceira posição enquanto era atacado por Felix Serralles, que largou muito bem e já disputava o terceiro posto, quando os dois se tocaram na segunda curva. Shelby Blackstock, que vinha no fim do grid, não conseguiu desviar de um dos pedaços de carro desprendidos na colisão e  tem sua suspensão avariada. Fim de corrida para Serralles e Chilton, Blackstock fica uma volta parado no pits para arrumar a suspensão e a bandeira amarela é acionada.

A relargada acontece na volta seis, com Jones seguido por Harvey, Pigot, Hargrove e Kaiser nos cinco primeiros lugares.

Na volta nove, Matthew Brabham brigava com RC Enerson pelo sexto post da prova, até que o australiano errou o ponto da freada e atingiu Enerson. Brabham avaria e seu bico e vai aos boxes ara colocar um novo (na verdade um bico de seu companheiro, Shelby Blackstock, já que Brabham já havia quebrado um bico durante os treinos livres) enquanto Enerson roda, mas com grande área de escape ele consegue não deixar o carro morrer e volta a prova no fim do pelotão.

Apesar do novo carro, a Indy Lights manteve o mesmo padrão de corrida morna. Sem mais bandeira amarelas durante a prova, os pilotos distanciaram entre si, e formaram grupos.

Piedrahita (vermelho), Anderson (azul) e Ringel (verde)
Mais atrás no pelotão, Juan Piedrahita, Scott Anderson e Ethan Ringel passaram incólumes por todas as batidas e, se aproveitando dos erros dos outros pilotos, brigavam pelo sexto lugar. Até a metade da prova, a diferença entre eles era menor de três segundos, mas o desgaste maior dos pneus de Ringel fez com que ele perdesse contato de Anderson e se resignasse com o oitavo lugar. Piedrahita e Anderson brigaram até o fim pelo sexto lugar, mas o único sul-americano do certame terminou a prova no sexto lugar, deixando Anderson em sétimo.

Pigot (vermelho), Hargrove (larajna) e Kaiser (branco).
Na briga pelo pódio, estavam os pilotos advindos da Pro Mazda. Spencer Pigot conseguiu aguentar a pressão que Scott Hargrove e seu carro da 8 Star Motorsport imprimiam, enquanto ambos eram um pouco mais rápidos que Kyle Kaiser (que ficou mais isolado no quinto lugar) e muito mais rápidos e Juan Piedrahita.  No fim da prova, os pneus de Hargrove acabaram e Spencer Pigot conseguiu abrir uma pequena distância, mas segura o suficiente para lhe garantir o pódio em sua corrida de estreia. Hargrove, que ainda não tem lugar garantido para a temporada toda, terminou a prova num ótimo quarto lugar e Kaiser terminou sua prova na quinta posição.

Descrevi o povo do meio do pelotão porque na ponta não houve muita emoção. Ed Jones tinha o carro uns três ou quatro décimos mais rápido que o de Harvey, conseguiu abrir uma distância de três a quatro segundos do único inglês que restava na prova e ganhou na sua corrida de estreia na categoria!!



Amanhã tem a prova longa da categoria, com duração de 45 voltas ou uma hora, mas que tem a mesma pontuação da corrida curta.  O grid de largada é definido pela segunda melhor volta feita no treino classificatório, ou pela melhor volta da prova (a que for mais rápida para o piloto).  com isso, a primeira fila da prova de amanhã também será da Carlin, com Ed Jones na pole position e Max Chilton terá nova chance de mostrar serviço largando do segundo posto.

Confira a classificação pra segunda prova, que acontecerá as 13h45 no horário de Brasília:

                         #11 Ed Jones  
#14 Max Chilton              
                        #42 Jack Harvey
#8 Scott Hargrove
                        #12 Spencer Pigot
#83Matthew Brabham
                        #18 Kyle Kaiser
#4 Félix Serralles
                        #7 RC Enerson
#77 Scott Anderson
                        #51 Shelby Blackstock
#71 Ethan Ringel




Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário