Esse cara é mito



Ele não se contenta em ser medalhista paraolímpico por três vezes, nem em ser bicampeão da CART em 1998 e 1999. Alex Zanardi procura sempre mostrar o melhor de si, e por conta disso é exemplo de superação para todos em qualquer esporte. No último fim de semana, o italiano que fará 48 anos no dia 28 de outubro participou do Ironman no Havaí, que consiste em 4 quilômetros de nado, 180 quilômetros de bicicleta e mais 42 quilômetros a pé, ou no caso de Zanardi, de cadeira de rodas, infelizmente.

O Ironman World Championship é uma competição famosa por exigir muita força e capacidade do corpo. Tem edições no Brasil há alguns anos, em cidades como Brasilia, Florianópolis, Fortaleza e Foz do Iguaçú, só que o evento principal ocorre na ilha de Kona, no Havai, desde 1978 e nela participam mais de 1700 pessoas que querem mostrar, tanto ao público quanto a si mesmas, sua capacidade de superar seus limites. Vitor Meira e Tony Kanaan já participaram da edição de 2011, e Zanardi, claro, não podia ficar de fora dessa.

O então piloto da BMW na Blancpain GT Series sofreu um terrível acidente que dissipou suas duas pernas em Lausitz na Alemanha, há 13 anos atrás, mas isso não fez ele desistir de correr. Desde então, foram algumas provas de turismo na WTCC e no Mundial de GT e muitas, mas muitas competições de triatlo, maratonas e competições paraolímpicas, onde conquistou duas medalhas de ouro e uma de prata nos jogos de Londres 2012. 

O italiano só precisou de ajuda com um colete flutuante na parte do nado, uma bicicleta de mão na parte do ciclismo, e uma cadeira de rodas durante a parte à pé. Chegou em 272º lugar, mas isso porque a velocidade da bicicleta de mão e da cadeira de rodas é bem menor se comparar uma bicicleta normal e uma pessoa correndo com suas próprias pernas.

"Eu estou muito orgulhoso do meu desempenho. Os últimos 100 metros foram no vale tudo, valiam esta competição. Eu não sei se todo mundo ficou animado da mesma maneira, mas quando eu passei por essa rua estreita, eu nunca me senti assim. Eu estava sempre perto de chorar. Não sou um cara emocional para esses tipos de coisas, mas isso foi muito especial. Foi incrível", disse o emocionado Zanardi. "Vou guardar este dia para o resto da minha vida."

E Alex não para! Ele já está pronto para pilotar no próximo final de semana em um BMW Z4 GT3 adaptado em Zolder, na Bélgica, pela Blancpain GT Series. Esse cara é um mito.

Fontes: IndyCar.com | Ironman.com
Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário