Vitória brasileira de Nícolas Costa na primeira corrida em Mid-Ohio. Garett Grist vence a segunda prova.

Em fim de semana quase perfeito, Nícolas Costa consegue sua primeira vitória na categoria; já na segunda prova consegue o segundo lugar e completa de 5 top 5 nas últimas cinco provas e desde que voltou para a Team Pelfrey. Garett Grist vence a segunda prova e permanece com chances mínimas de título. Felipe Donato continua seu aprendizado e consegue top 10.

Corrida 1

Não tem foto da largada, mas tem foto do Nícolas vibrando, então já tá valendo
Após conseguir os dois melhores temos na classificação de sexta-feira, Nícolas Costa largaria da pole position pela primeira vez na Pro Mazda. Ao seu lado Largou Kyle Kaiser, e na segunda fila vinha Jose Gutierrez e Garett Grist.

Foi mal o vídeo ruim do vine, mas não achei fotos da largada da corrida um. Meu reino por uma foto dela.

A largada foi dada as cinco e meia da tarde locais e foi relativamente tranquila. Nícolas e Kyle mantiveram suas posições, enquanto Ryan Booth fazia ótima largada  pulando da sexta para a terceira posição. Garett Grist e Jose Gutierrez largam muito mal e com isso Shelby Blackstock assumia a quarta posição. Nessa mesma volta, Julia Ballario e Brian Lift se tocaram no pelotão intermediário, Lift é obrigado a abandonar e a bandeira amarela é acionada.

Johnson parado.
Relargada na volta quatro, e as posições dianteiras são mantidas. A prova amornece e Nicolas consegue manter vantagem de uma dois segundos para Kaiser, que também abre certa distância para Booth e Blackstock. Estes quatro, por sua vez, abrem distância do resto do pelotão, preso atrás de Gutierrez e Kellet. Essa é a dinâmica da prova até a volta 12, quando a bandeira amarela é novamente acionada para o resgate do carro de Michael Johnson que ficou parado na área de escape da curva quatro.  

O pedaço de borracha que atingiu Kaiser.
Durante a bandeira amarela, um pedaço de borracha acerta o Kill Swsitch (que eu não fazia ideia que um carro de Pro Mazda tinha até esse momento) de Kyle Kaiser. O carro do piloto da Juncos Racing começa a ter problemas e o piloto vai ao fim do pelotão antes da relargada na volta 14.

Felipe Donato conseguiu qualificar seu M1 Racing na 14ª posição, e durante a prova esteve em um pelotão que brigava pela décima posição com Brandon Newey que retorna a Pelfrey, Julia Ballario, Kyle Connery e Michael Johnson. Na volta final, quando ocupava a décima primeira posição, o piloto é tocado or Julia Ballario e abandona a prova. Julia é punida e são acrescidos 30 segundos a seu tempo final. Para tirar suas dúvidas, tem o vídeo abaixo do lance:

Olho no lance!

A cinco voltas do fim, temos bandeira verde. Nícolas consegue administrar bem uma diferença próxima de um segundo para Booth e Blackstock até o fim da prova e vence sua primeira corrida na Pro Mazda! Booth consegue segurar a pressão de Blackstock e passa em segundo lugar, com o piloto da Andretti na terceira colocação. Spencer Pigot é o único que consegue passar Gutierrez depois da largada, e completa a prova em quarto, pouca coisa a frente do seu companheiro da Juncos.
Costa, Booth e Blackstock vencedores na categoria normal, Eberle na categoria Tiozão que ganha réplica da taça da Champions League.




Nicolas falou sobre sua vitória em um vídeo (em inglês) que consegui anexar aqui depois de aproximadamente 18 mil tentativas e vencer o blogger pelo cansaço:

E tem outro vídeo sobre essa vitória é Anders Khron, apresentador/comentarista/ex-piloto-em-atividade/consultor da Team Pelfrey e Nigel Tuckey (diretor da Team Pelfrey) pulando no rio Ganges de Mid-Ohio (esse vídeo tentei anexar só doze mil vezes e já deu certo):



Corrida 2

Nessa não deu, e Garett pulou na ponta.
Nicolas Costa largaria novamente da ponta, com Kaiser novamente em segundo. A segunda fila foi formada por Garett Grist e Jose Gutierrez.  A largada foi adiada em meia hora, devido a neblina no autódromo. 

As onze horas da manhã tivemos a largada e logo depois bandeira amarela. A relargada foi completamente meio bagunçada e acabou sobrando para Blackstock (que pode ter sido a terceira vítima do fim de semana de Julia Ballario). Por fim, bandeira amarela rápida e nova relargada.


Se não fosse a Julia Ballario  e o povo da Pro Mazda ser tão midiático, não sei o que seria deste review...

Briga acirrada entre Gutierrez, Alberico e Pigot.

Nessa relargada, Grist consegue a ultrapassagem em cima de Nícolas e assume a ponta. O brasileiro chega a perder momentaneamente a segunda posição para Kaiser, mas recupera na mesma volta.

Garett e Nícolas ficam muito próximos durante todo o tempo, e ambos abrem diferença para Kaiser, que não parece ter mo mesmo ritmo da corrida do sábado. Ele é ultrapassado por Scott Hargrove, Jose Gutierrez, Neil Alberico e Spencer Pigot entre as voltas nove e onze.  Agora esses carros teriam a missão de descontar cerca de sete segundos de diferença para Garett e Nícolas.

Grist e Costa.
No finzinho da prova, Garett forçou mais o ritmo e conseguiu abrir uma distância de um segundo e meio para Nícolas, o que lhe deu mais segurança e seguir mais tranquilo para vencer a prova. Nícolas Costa passa no segundo lugar, ainda mantendo uma diferença de dois segundos para Scott Hargrove, o terceiro colocado.  Após briga intensa, Jose Gutierrez passa a linha de chegada na quarta posição, logo a frente de Neil Alberico e Spencer Pigot.

Felipe Donato teve uma prova parecida com a de sábado, mas com desfecho diferente. Novamente esteve no pelotão que brigava pelo décimo lugar com Julia Ballario, Brandon Newey, Ryan Booth e Michael Johnson. No fim, Donato consegue passá-los e defender sua linha,conseguindo seu primeiro top 10 na Pro Mazda.

Os três primeiros e o ganhador na categoria Tiozão.




Os dois pilotos que são os principais postulantes ao título pouco apareceram nas duas provas, o que impediu que a briga ficasse matematicamente apenas entre eles.

O líder do campeonato ainda é Spencer Pigot com 259 pontos, mas sua diferença caiu para apenas treze pontos para Scott Hargrove,que tem 246 pontos.  No campeonato ainda estão em disputa 96 pontos (tr~es provas, máximo de 32 pontos por prova), mas como qualquer piloto recebe um ponto apenas por largar, quem está a 93 pontos do líder ainda tem chances matemáticas de título.
Segundo o matemático Oswald de Souza, 98% de chances do título da Pro Mazda ser de um desses.

Em terceiro no campeonato vem Neil Alberico, com 18 pontos, doze pontos a frente de Shelby Blackstock, catorze pontos a frente de Garett Grist, e dezessete pontos a frente de Kyle Kaiser; e são esses com chances matemáticas de título.

Com os dois pódios de hoje, Nicolas Costa sobe do nono para a sétima posição do campeonato, com 163 pontos. E Felipe Donato, com apenas três provas disputadas, é o vigésimo com 27 pontos.

Os próximos compromissos da Pro Mazda são uma rodada simples no The Milwaukee Mile, dia 17 de agosto; e a última rodada dupla do ano acontece nos dias 23 e 24 de agosto, no Sonoma Raceway, Califórnia.

Compartilhar no Google Plus

Sobre o Indy Center

Somos um site focado especialmente em Fórmula Indy no Brasil, trazendo as principais notícias da série, além de entrevistas, vídeos e análises das categorias de base.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Postar um comentário